conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende homem acusado de estuprar menor em Campo Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem de 63 anos teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, em Cuiabá, por estupro de uma menina de 13 anos,  na cidade de Campo Grande, no Estado de Mato Grosso do Sul. A prisão foi efetuada nesta terça-feira (30), por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf).

O suspeito V.G.R, 63 anos, foi preso, no bairro Jardim Europa, na capital, após troca de informações da Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestro da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul com a Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá.

A investigação da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul consta que o suspeito, que é morador de Cuiabá, constantemente visita o primo em Campo Grande (MS), local em que ficava hospedado e também aproveitava para abusar sexualmente a menor, que mora com os pais e avó na mesma casa.

A menina relatou, que em uma das ocasiões, o suspeito mexeu em suas partes íntimas enquanto dormia. Em outra situação, estando ela e avó na casa, o suspeito a arrastou para um banheiro e novamente praticou atos libidinosos.

O caso só veio à tona, após a menina escutar que ele iria novamente visitar a família, e decidiu contar à mãe, que denunciou o crime na Polícia Civil. Os abusos teriam ocorrido em 2017 e o mandado de prisão expedido em abril de 2019.

Em Cuiabá, o preso foi encaminhado à Gerência Estadual de Polinter para formalidades do cumprimento da ordem judicial. Ele aguardará determinação da Justiça para transferência a Campo Grande (MS), local que responderá pelo crime de estupro de vulnerável.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Projeto Papo De Homem Para Homem desenvolvido pela Polícia Civil é apresentado em Água Boa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, participa nesta segunda-feira (06.12), da campanha “Laço Branco: Homens pelo fim da violência contra as mulheres”, promovida em Água Boa (730 km a leste de Cuiabá), para o público masculino.

A campanha de cunho social é uma ação idealizada pelo Conselho de Direitos da Mulher, e vem sendo desenvolvida em parceria com a Prefeitura Municipal de Água Boa e Secretaria Municipal de Assistência Social.

Inserida na programação, a Coordenadoria de Polícia Comunitária apresentou a palestra do projeto “Papo De Homem Para Homem”, ministrada pelo policial civil Nilton Cesar Cardoso.

No período da manhã a apresentação foi realizada para servidores públicos municipais, profissionais da segurança pública, conselheiros tutelares e funcionários do Centro de Referências Especializada em Assistência Social (CREAs).

Na parte da tarde, a palestra acontece em empresas do Vale do Araguaia para os funcionários e colaboradores do sexo masculino, e também na Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva.

Durante o encontro a secretária de Assistência Social de Água Boa, Juliana Kolankiewicz, falou da avaliação positiva da palestra, bem como da importância dessas parcerias que visam proporcionar o bem-estar e melhor qualidade de vida da comunidade.

“Essa integração entre os órgãos de segurança com a Prefeitura, Conselho de Direitos da Mulher e a Assistência Social, é essencial para que se possam alcançar números maiores de pessoas, e oferecer atendimento de qualidade a essas mulheres que sofrem vários tipos de violência”, disse Juliana Kolankiewicz.

A presidente do Conselho Municipal de Direitos da Mulher, Dheynny Melo de Carvalho, também destacou a magnitude da palestra ministrada pela Polícia Civil, com o tema: Papo De Homem Para Homem, que traz como mensagem a conscientização para o fim da violência contra a mulher.

Em seguida o investigador de polícia, Nilton Cesar Cardoso, explicou que instituição através da Coordenadoria de Polícia Comunitária, é sensível ao assunto abordado e busca diariamente desenvolver ações objetivando o enfrentamento à violência doméstica e familiar.

“O projeto Papo De Homem Para Homem, tem o intuito de conscientizar e mitigar a ignorância sobre a Lei Maria da Penha e sensibilizar o público masculino. Nossa missão é transmitir essas mensagens da melhor forma possível”, concluiu Nilton Cesar Cardoso.

Estiveram presente no evento o prefeito de Água Boa, Mariano Kolankiewczi, o delegado regional, Valmom Pereira da Silva, o comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Gyancarlos Paglynieri Cabelho, a presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, dra. Laís Resende, a secretária Municipal de Assistência Social, Juliana Rosa de Souza Kolankiewicz, e a presidente do Conselho Municipal de Direitos da Mulher, Dheynny de Melo Carvalho.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Bate-papo com alunos de escola estadual em Cáceres mostra que é possível curtir a vida sem álcool e sem violência

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Cerca de 60 alunos da Escola Estadual “Frei Ambrósio” em Cáceres participaram na manhã desta segunda-feira (06.12) de uma roda de conversa realizada pela Polícia Civil, dentro do projeto De Bem Com a Vida. O encontro tem o objetivo de conscientizar os jovens de que é possível aproveitar a vida sem álcool e sem violência.

Os alunos do 8º e 9º ano e o corpo docente do núcleo escolar, jundo a coordenadora Ana de Arruda participaram do evento. O bate-papo com os alunos foi conduzido pelos investigadores de polícia, Maria Aparecida Pereira, Sérgio Pereira e Marta dos Santos, coordenados pelo delegado regional, Alex de Souza Cuyabano.

Foi um momento de integração entre os Investigadores e alunos, os quais dialogaram de forma clara e objetiva sobre as consequências do álcool na vida dos indivíduos, causando alterações físicas, psicológicas e sociais.

Atendendo solicitação da Diretora Eliane, serão realizados mais três encontros na Escola, direcionados aos alunos dos períodos vespertinos e noturnos, uma vez que pesquisas atuais mostram que o consumo excessivo de álcool, no Brasil,  é responsável  por altos índices de violência e se tornou também um problema de saúde pública.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana