conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende em flagrante homem envolvido em golpe eletrônico contra vítima do Estado de Goiás

Publicado

Um homem envolvido no estelionato por meio eletrônico praticado contra uma vítima do Estado de Goiás, foi preso em flagrante pelo Polícia Civil de Mato Grosso, na quarta-feira (01.06), em ação da Delegacia Especializada de Repressão de Crimes Informáticos.

O suspeito de 20 anos foi autuado em flagrante por fraude eletrônica em concurso material com associação criminosa, após ser localizado pelos policiais civis em uma residência no bairro Parque Georgia, em Cuiabá.

As diligências iniciaram logo após a DRCI ser acionada pela Polícia Civil de Goiás, sobre uma fraude eletrônica envolvendo a portabilidade de salário de um servidor público da cidade de Luziânia, no valor de pouco mais de R$ 22 mil.

Conforme informações repassadas, foi realizada a portabilidade do salário da conta pessoal da vítima, para uma conta fraudulenta criada com os dados pessoais da vítima e com a fotografia do golpista.

A equipe diligenciou de modo ininterrupto e identificou a residência do investigado, no bairro Parque Geórgia. No local o suspeito foi localizado, bem como apreendido dinheiro, maquineta de cartão, celular e outros objetos.

No momento da abordagem do rapaz contou que havia emprestado os seus dados pessoais para terceiros, que abriram uma conta falsa usando a sua foto. Ao receber o dinheiro subtraído, o mesmo transferiu parte do valor para sua verdadeira conta, e parte para outras duas contas bancárias.

O jovem foi encaminhado até a DRCI e interrogado pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva. Em seguida o conduzido foi autuado em flagrante por fraude eletrônica em concurso material com associação criminosa, sendo posteriormente encaminhado para audiência de custódia no Fórum da Capital.

Também foi pleiteado judicialmente pela conversão dos autos de prisão em flagrante delito, pela prisão preventiva do suspeito, visando garantir a ordem pública.

O delegado Ruy Guilherme Peral da Silva explicou que a presente fraude eletrônica se trata de delito complexo e de crescimento exponencial em todo o território brasileiro que demanda a obtenção prévia de informações e a divisão de tarefas a fim de se obter o êxito na empreitada criminosa.

“No primeiro momento os criminosos obtém clandestinamente base de dados pessoais das vítimas na dark web ou por meio de vazamentos de dados ou através comércio ilegal de cadastros. Depois adquirem conhecimento prévio sobre o funcionamento do procedimento de portabilidade de contas salários de servidores públicos, realizam a contrafação de documento oficial de identificação da vítima e realizam a cooptação de coautores para executarem de modo síncrono o estratagema criminoso”, finalizou o delegado da DRCI.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após invadir residência de ex-companheira e tentar enforcá-la

Publicado

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada deste domingo (26.06), em Água Boa, um homem de 35 anos por crimes de violência doméstica contra a sua ex-companheira.

A vítima procurou a Delegacia de Água Boa e afirmou que foi agredida durante a madrugada, quando o ex-companheiro invadiu a residência, pela janela, por volta das 03h15, e tentou enfoca-la.

Ela conseguiu escapar da agressão porque seu irmão chegou no momento e o agressor fugiu. Antes, ele quebrou o celular da vítima e fez ameaças contra ela.

Após diligências, o suspeito foi preso pela equipe de investigadores em sua residência, quando tentava fugir.

O investigado possui diversos registros criminais. Ele, inclusive, é alvo de medidas cautelares que o proíbem de manter contato com a vítima e da obrigação de recolhimento domiciliar no período noturno.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Agressor é preso novamente depois de sair da prisão, descumprir medida protetiva e ameaçar vítima

Publicado

Um agressor de 51 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil na sexta-feira (24.06), em Sapezal, após descumprir medida protetiva e ameaçar a ex-mulher, se aproximando de locais em que ela estava e rodando a casa da vítima.

O suspeito estava preso por crimes no âmbito da violência doméstica praticados contra a vítima e após ser liberado da prisão nesta semana, voltou a ameaçar a ex-mulher, que tem uma medida protetiva em vigor.

A vítima procurou a Delegacia da Polícia Civil na tarde de sexta-feira e informou que o agressor voltou a se aproximar dela no mesmo dia que deixou a prisão e também ameaçou pessoas próximas a ela.

Na quinta-feira pela manhã, por volta das 06h30 horas, o suspeito foi até a residência da vítima e ficou esperando por ela na porta do prédio e depois ligou para um familiar da vítima e fez novas ameaças.

Após as informações prestadas ela vítima, uma equipe de investigadores fez diligências e localizou o suspeito próximo ao prédio da delegacia, mexendo no seu veículo que estava estacionado. Ele foi conduzido para a Delegacia de Sapezal e autuado em flagrante pelo delegado Heberth Hugo Montenegro pelo descumprimento de medida protetiva de urgência.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana