conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem descumpre medida protetiva, ameaça ex-companheira e é preso pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) prendeu nesta segunda-feira, 27 de setembro, um homem de 32 anos por descumprimento de medida protetiva contra a ex-companheira.

O mandado de prisão foi cumprido pela equipe do Núcleo de Defesa da Mulher e Crimes Sexuais da Delegacia de Sorriso.

Conforme inquérito instaurado pelo delegado Márcio Portela, em abril deste ano a vítima procurou a Polícia Civil e requereu medidas protetivas diante das reiteradas ameaças feitas pelo suspeito.

Contudo, mesmo após ser notificado das condições e medidas definidas pela Justiça e da consequência do descumprimento, em meados de setembro o suspeito mandou mensagens a familiares da vítima ameaçando matá-la e também a perseguia em diversos lugares.,

Diante da conduta reiterada do suspeito, o delegado representou pela prisão preventiva. O juiz Anderson Candiotto decretou a medida cautelar de monitoramento eletrônico e, posteriormente, a prisão.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia prende envolvido em explosão de caixa eletrônico em supermercado de VG

Publicado

O suspeito já estava com ordem de prisão expedida pela Justiça por envolvimento em crime de roubo anterior

Um homem suspeito de envolvimento na explosão de um caixa eletrônico ocorrido em um supermercado em Várzea Grande foi preso pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (27), durante diligências dos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) para apurar o crime.

O crime ocorreu na madrugada de sexta-feira (24) no interior de um supermercado, no bairro Hélio Ponce, causando estragos no estabelecimento e em outros comércios próximos.

A equipe de investigadores da GCCO buscava elementos para identificar os envolvidos na explosão do caixa eletrônico, quando receberam informações da possível participação do suspeito no crime.

Com base na denúncia, os policiais realizaram diligências conseguindo localizar o suspeito no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande. Em checagem no sistema, foi verificado o mandado de prisão em aberto contro o investigado pelo crime de roubo.

Ele foi conduzido para a GCCO, onde interrogado pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, negou a participação na explosão do caixa eletrônico. Posteriormente, o suspeito foi encaminhado para Gerência Estadual de Polinter, onde foram tomadas as providências para cumprimento do mandado. “As investigações seguem em andamento para identificar a possível participação do suspeito no crime, uma vez que, neste primeiro momento não foram encontrados elementos que comprovem o seu envolvimento”, disse o delegado.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana