conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende autor de feminicídio com ocultação de cadáver

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um crime de feminicídio ocorrido em General Carneiro (442 km a leste de Cuiabá) foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil e o autor preso nesta terça-feira (18.02), em ação para cumprimento de mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça.

O crime ocorreu no Distrito de Paredão Grande, zona rural de General Carneiro, no final do mês de janeiro deste ano. Além da ordem judicial de prisão preventiva cumprida, o suspeito também foi autuado em flagrante pelo crime de ocultação de cadáver.

As diligências iniciaram após comunicação do desaparecimento de Simone Ferreira, 40 anos, no dia 31 de janeiro deste ano. A partir dessa data, a vítima não foi mais vista pelos familiares e conhecidos.

Indagado sobre a esposa, o homem de 38 anos informou que teve um desentendimento entre os dois e a mulher havia resolvido ir embora de casa. Ele dizia ainda que não saberia para onde a companheira foi, ou com quem poderia estar.

Durante as investigações foram colhidas provas e evidências indicando o marido como principal suspeito do suposto desaparecimento. Em um dos depoimentos prestados à Polícia Civil, o companheiro da mulher acabou assumindo o crime.

O suspeito contou que ocorreu uma discussão conjugal no dia 31 de janeiro e a vítima bateu com a cabeça contra a parede. Quando percebeu que ela estava sem pulso, o autor enterrou o corpo de Simone no quintal da casa onde moravam.

Conforme o delegado de General Carneiro, Nelder Pereira Martins, o suspeito confessou o crime na terça-feira (18) e teve a prisão preventiva cumprida pelo feminicídio cometido por motivo fútil e emprego de meio cruel. “O preso foi autuado em flagrante pela ocultação de cadáver, delito tratado como permanente”, destacou o delegado. 

Após interrogatório, a equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada e o corpo da vítima localizado em estado de putrefação no local indicado pelo suspeito.

O material foi encaminhado a exame de necrópsia para constatação da causa da morte.

O autor foi conduzido para audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.
 

 

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Homem é preso após tentar assassinar o cunhado a mando de facção criminosa

Publicado

Policiais militares do 10º Batalhão prenderam um homem na noite de sexta-feira (27), por tentativa de homicídio, no Distrito da Guia, na capital. Na ação, foi apreendida uma motocicleta Honda Twister preta.

Conforme o boletim de ocorrência, os agentes foram informados por moradores que relataram disparos de arma de fogo e que dois suspeitos tentaram tirar a vida de um homem que correu.

Em diligência, na busca da vítima e dos envolvidos, os policiais receberam uma nova denúncia que apontava um homem já conhecido pelos militares.

Os policiais foram até a casa do denunciado que tentou correr, mas foi contido. Ele negou a participação na tentativa de homicídio, alegando que levou o comparsa, que seria o autor dos tiros. O suspeito disse ser membro de uma organização criminosa e que o homem que sofreu a tentativa de homicídio é seu cunhado e estaria marcado para morrer.

A vítima foi encontrada no pátio de uma igreja. Ele disse aos agentes que conseguiu correr, devido à arma de fogo falhar durante os tiros.

Continue lendo

Policial

PM fecha 70 bares e postos de combustíveis por desrespeitarem isolamento social contra pandemia

Publicado

Desde o início das medidas restritivas, a PM já dispersou 270 aglomerações e prendeu 25 pessoas

Desde a publicação do decreto estadual 419/20, em 20 de março deste ano, que estabeleceu medidas para o isolamento social, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus, a Polícia Militar precisou intervir para dispensar 270 aglomerações, uma média de 38 por dia. Em apoio a instituições de defesa do consumidor e de Saúde Pública, a PM atuou no fechamento de 70 bares e de três postos de combustíveis.

De acordo com dados preliminares da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatísticas (Spoe/PMMT), em todo o Estado foram 25 pessoas conduzidas à delegacias por resistência ao cumprimento das determinações legais, a maioria donos de estabelecimentos comerciais de venda e consumo de bebidas alcoólicas.

Além da capital, Cuiabá, com 15 dispersões, os relatórios apontam que a Polícia Militar vem fazendo dispersões principalmente em municípios pequenos. Em Nobres, por exemplo, município com 15 mil habitantes a 146 quilômetros de Cuiabá, foram sete aglomerações dispersadas. Já em Campinápolis e Nova Xavantina (a 658 e 645 km de Cuiabá, respectivamente), os policiais militares desfizeram seis aglomerações em cada.

Mas foi Nova Mutum (260 km de Cuiabá), com população estimada em 45 mil habitantes, que registrou o maior número: 20 dispersões, a partir de chamados de moradores, de operações e constatações feitas durante o policiamento preventivo.

Entretanto, a principal atuação da Polícia Militar mato-grossense vem sendo no sentido de orientar a população. Um sistema próprio de monitoramento foi criado para esse momento de crise já contabiliza mais de 12 mil atendimentos de orientação e esclarecimento de dúvidas sobre as medidas emergenciais adotadas pelo Governo do Estado e municípios.

Na noite de quinta-feira (26), quase 500 policiais dos 15 comandos regionais do Estado saíram às ruas para reforçar o policiamento de prevenção a roubos, furtos, orientar a população e fazer cumprir as medidas emergenciais de prevenção à propagação do Coronavírus.

Em Cuiabá e Várzea Grande a ação teve o reforço de policiais das unidades especializadas como os Batalhões Rotam, Cavalaria, Bope, Ambiental e Trânsito. Já no interior o reforço veio das Companhias de Força Tática.

O subchefe de Estado Maior da PM, coronel Wankley Corrêa Rodrigues, destaca que em uma situação de emergência como essa em que vive o mundo, as atribuições dos policiais extrapolam as ações cotidianas de prevenção e repressão à criminalidade.

Rodrigues destaca que, para segurança e proteção da sociedade, é necessário atuar em apoio ou com ações individuais para orientar a população e fazer cumprir as medidas restritivas adotadas pelas autoridades governamentais. “É nisso que nossos policiais estão trabalhando de maneira intensa em defesa da população, adotando cuidados com a própria saúde e da família, mas também correndo riscos em muitas situações nas quais precisam intervir”, completa.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana