conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende 6 integrantes de grupo criminoso atuante com tráfico em Rondonópolis

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil, na segunda-feira (13.05), através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (212 km ao Sul), deu cumprimento a seis mandados de prisão preventiva contra um grupo criminoso envolvido com o tráfico de drogas no município.

Na ação, também foram cumpridos ordens de busca e apreensão domiciliar que resultaram na apreensão de porções de entorpecentes.

Entre os presos estão, Bruno Henrique da Silva Garcia, Sued Rômulo Bezerra Garcia, Emerson Pereira, Ramom Santos Santana, Angelica Jesus Brito, Karolayne Salina Garcia. As ordens judiciais contra os suspeitos foram expedidas pela 5ª Vara Criminal de Rondonópolis com base em investigações da Derf.

Os presos fazem parte de um grupo criminoso, atuante com comércio de entorpecentes no município, identificado em investigações da Derf Rondonópolis iniciadas há cerca de três meses, após a prisão de outro traficante. Com base nos levantamentos foi possível identificar as ramificações da associação criminosa, sendo o suspeito Emerson identificado como líder do grupo.

Durante as diligências, Emerson foi localizado em um bar no bairro Jardim Sumaré, onde teve o mandado de prisão cumprido. Os policiais seguiram até a casa do suspeito, onde foram cumpridas buscas, porém nenhum material ilícito foi encontrado no local.

Em outro alvo, no bairro Chácara Alegria, os policiais cercaram a residência de Ramon, uma vez que tinham conhecimento que ele sempre tentava fugir. Ao perceber a presença das viaturas, o suspeito correu em direção ao muro, porém foi detido pelos investigadores. Em buscas no imóvel, os policiais encontraram no banheiro uma porção de maconha e outra menor de cocaína escondida em um buraco na parede da sala.

Em continuidade as diligências, os policiais cumpriram os mandados de prisão contra as suspeitas Angélica e Karolayne, em suas residências nos bairros Jardim Ipiranga e Vila Cardoso respectivamente. Os outros dois presos, Bruno e Sued, já estavam presos por crimes anteriores e tiveram as ordens de prisão cumpridas dentro do presídio.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Pedreiro é denunciado por três crimes contra menina de cinco anos

Publicado

O pedreiro e catador de reciclados Antônio Ramos Escobar foi denunciado nesta segunda-feira (28) pela 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Sorriso (a 420km de Cuiabá), por estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver da menina S.V.F.P.. O crime aconteceu em 2010, quando a vítima tinha cinco anos de idade.

Conforme o promotor de Justiça Luiz Fernando Rossi Pipino, as qualificadoras do homicídio são emprego de meio cruel, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, e visando assegurar a ocultação e impunidade de outro crime (estupro, no caso). O denunciado, que recentemente confessou o crime, está preso preventivamente no Centro de Ressocialização de Sorriso.

De acordo com as investigações, no dia 1º de junho de 2010, por volta das 15h30m, nas dependências de uma construção, Antônio Ramos Escobar, após ter praticado atos libidinosos com a criança, matou a menina asfixiada e ocultou o seu cadáver. “No dia dos fatos, Antônio Ramos Escobar, após avistar e abordar S.V.F.P. na via pública (nas proximidades do Estádio Municipal ‘Egídio José Preima’), transportou a criança/vítima até uma construção em que trabalhava”, consta na denúncia.

Nas dependências da edificação, ele se aproveitou da ausência de vigilância e da vulnerabilidade e fragilidade da vítima para violentá-la. “No desdobramento dos fatos, Antônio Ramos Escobar, consciente e imbuído de animus necandi (vontade de matar), aproveitando-se da compleição física avantajada em relação à criança/vítima e também do local desabitado em que se encontravam àquela ocasião (recurso que dificultou e/ou tornou impossível a defesa), esganou a criança S.V.F.P., provocando-lhe, pois, a sua morte (por asfixia), tudo como forma de assegurar a ocultação e a impunidade do crime sexual anteriormente praticado”, narra Luiz Fernando Rossi Pipino.

De acordo com o promotor de Justiça, o denunciado, na sequência, ensacou o corpo da vítima e ocultou o seu cadáver em local ainda não apurado pelos agentes policiais.

 

Continue lendo

Policial

Investigado por violência domestica contra ex-companheira é preso preventivamente

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Várzea Grande (Dedmci) cumpriram na tarde desta segunda-feira (28.09) a prisão preventiva de um homem investigado por crime de violência doméstica contra a ex-companheira.

O mandado judicial foi cumprido no local de trabalho do investigado, em um fábrica de bebidas na região metropolitana de Cuiabá.

No dia 7 de setembro, o suspeito agrediu a ex-companheira na frente dos filhos. Após ferir a ex-mulher, ele fugiu do local.

Em inquérito aberto na unidade especializada pra investigar o crime, a delegada Mariel Antonini representou pela prisão preventiva do suspeito.

Após o cumprimento do mandado judicial, ele será encaminhado à unidade prisional do Capão Grande, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana