conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende 4 autores de homicídio em Pontal do Araguaia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Quatro mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil, em Barra do Garças (509 km a Leste), na sexta-feira (12), contra autores de um homicídio ocorrido na cidade de Pontal do Araguaia.

Além das prisões, a ação deflagrada pela 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças, com apoio da Delegacia Regional, Núcleo de Inteligência, 2ª Delegacia de Polícia, e Delegacia de Defesa da Mulher, resultou na apreensão de duas armas de fogo e diversas munições.

Tiveram as ordens de prisões preventivas cumpridas: F.O., 43, J.A.S.N, 27, C.A.S., 30, e P.L.J., 30, identificados como um mandante, dois coautores, e o quarto indivíduo apontado como partícipe do crime cometido contra a vida.

O homicídio aconteceu no dia 25 de agosto de 2018, no bairro Maria Joaquina II, na cidade de Pontal do Araguaia. Na ocasião dois suspeitos em uma motocicleta efetuaram na vítima (Jhone de Oliveira Pereira, 32) seis disparos de arma de fogo.

Leia Também:  Polícia Civil prende casal e quatro vizinhos por estupro de vulnerável em Carlinda

Desde então, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças investigavam o caso. Após apoio do Núcleo de Inteligência (NI) foi possível colher provas contra os envolvidos no crime. A motivação também foi esclarecida, em razão da vítima ter tentando contra a vida de um dos investigados.

Diante dos indícios, a Polícia Civil representou pelos pedidos de prisão dos acusados, bem como pelos mandados de buscas de apreensão domiciliar, deferidos pela Justiça. Com as ordens judiciais, as equipes lograram êxito em localizar e prender os quatro suspeitos.

Durante os trabalhos de buscas foram encontrados um revólver de calibre 38 com 9 munições, uma pistola de calibre 380 com 27 munições, e mais 10 munições calibre 38, apreendidos nas residências dos presos: L.F.O. e C.A.S.

O delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia Barra do Garças, Adriano Marcos Alencar, explicou que em 2018, A Delegacia com elevada produtividade, alcançou 100% nas resoluções dos crimes contra a vida, na forma tentada e/ou consumada, praticados na circunscrição.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de mulher que sequestrou bebê para ritual satânico em 2014

Conforme Adriano Marcos Alencar, a 1ª Delegacia de Polícia conta uma equipe de investigadores e escrivães, comprometidos com a missão institucional de assegurar a ordem pública, mediante investigação policial de qualidade, na busca da apuração e repressão de ilícitos penais.

“Com essas prisões, mais uma vez a Polícia Civil de Barra do Garças reforçou a qualidade dos serviços prestados. Os altos índices de resolução de crimes, com a identificação da autoria desse crime, no ano de 2018, obteve máxima produtividade na resolução dos crimes dolosos contra a vida, homicídios tentados e consumados, alcançando 100% de resolução”, parabenizou Adriano Marcos Alencar.

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia prende acusado de ajudar na fuga de homem que matou namorada, sogro e atirou contra sogra

Publicado

Duplo homicídio ocorreu em setembro deste ano. Acusado de efetuar os disparos,
Luiz Felipe da Silva Alves, segue foragido

Um homem envolvido no duplo homicídio que culminou na morte de uma adolescente e do seu pai em Chapada dos Guimarães foi preso pela Polícia Judiciária Civil na sexta-feira (11), no município de Diamantino (208 km a Médio Norte da Capital). Joilson da Guia Gonçalves estava com a ordem de prisão temporária expedida pela Comarca de Chapada dos Guimarães. Ele responde como partícipe no inquérito policial instaurado pela Delegacia de Polícia do município pelos crimes de homicídio qualificado (consumado), sendo uma das qualificadoras o feminicídio e duplo homicídio qualificado (tentado).

Conforme investigação, Joilson da Guia Gonçalves foi quem levou o executor até o local do crime. Na ocasião, o suspeito Luiz Felipe da Silva Alves matou a namorada, o sogro e tentou contra a vida de outras duas pessoas, com uso de arma de fogo.

Ao levar o suspeito em uma motocicleta, Joilson ficou esperando Luiz Felipe da Silva Alves cometer os crimes e em seguida deu fuga ao mesmo.

Leia Também:  Polícia Civil prende casal e quatro vizinhos por estupro de vulnerável em Carlinda

Com o mandado de prisão temporária decretado, o procurado acabou sendo surpreendido e preso pelos policiais civis na noite de sexta-feira (11), em uma via pública na cidade de Diamantino.

Depois de detido, ele foi conduzido para Delegacia de Chapada dos Guimarães, onde foi ouvido pelo delegado Hércules Batista Gonçalves. Após interrogatório, Joilson Gonçalves foi encaminhado para Cadeia Pública do município, onde ficará à disposição da Justiça.

A ação que culminou com a prisão de Joilson foi realizada pela equipe de Chapada dos Guimarães com apoio da Delegacia de Polícia de Diamantino. As diligências continuam com o objetivo de localizar o executor, Luiz Felipe da Silva Alves, que está com mandado de prisão em aberto.

OCORRÊNCIA

O crime aconteceu na noite do dia 5 de setembro deste ano, em uma propriedade agrícola denominada Chácara Santo Antônio, região da Lagoinha de Baixo, município de Chapada dos Guimarães.

Na ocasião, duas pessoas foram mortas, sendo a adolescente Amanda Gabrielly da Silva Belém, 17, namorada do suspeito (caracterizando feminicídio), e o pai dela, Jefeter de Jesus Belém, 37. Outras duas pessoas, parentes das vítimas, também ficaram feridas.

Leia Também:  Polícia Civil apreende caminhões carregados com 13 toneladas de baterias trazidas da Bolívia

Continue lendo

Policial

Adolescente de 12 anos é estuprada por criminoso usando máscara

Publicado


Crime ocorreu na noite de domingo no bairro Nova Esperança, em Cuiabá

Um homem não identificado e ocupando um veículo Volkswagen Gol preto é acusado de estuprar uma adolescente de 12 anos no bairro Nova Esperança, em Cuiabá, na noite de domingo (13). Segundo a vítima, ela voltava da casa de uma amiga que mora no mesmo bairro, quando foi abordada pelo criminoso e outro comparsa. Em posse de uma arma e usando máscara, uma dos ocupantes obrigou a menor a entrar no veiculo. A garota contou que o carro seguiu até um terreno baldio, onde foi estuprada por um dos ocupantes.

Ela informou ainda que o criminoso que praticou o estupro era magro, alto e de pele clara. Já o comparsa era gordo e branco. Os criminosos ainda ameaçaram a vítima, afirmando que, caso ela contasse para alguém, eles iriam atrás da menor e da mãe dela.

A família ficou sabendo do caso por meio de um amigo que recebeu um telefonema da vítima pedindo ajuda. O caso foi registrado na Polícia Civil e será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica). Nenhum suspeito foi preso.

Leia Também:  Polícia Civil prende casal e quatro vizinhos por estupro de vulnerável em Carlinda

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana