conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil inova e realiza pela primeira vez reunião gerencial por videoconferência

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria da Polícia Civil realizou nesta sexta-feira (22.05) a primeira reunião gerencial com as regionais da instituição por meio do sistema de videoconferência. Além do investimento em tecnologia, que otimiza tempo e agiliza a tomada de decisões, a videoconferência é uma tendência adotada no serviço público e empresas privadas diante da necessidade de prevenção à disseminação pelo novo coronavírus, evitando grandes aglomerações em ambientes fechados.

O encontro gerencial desta sexta-feira reuniu diretores da Polícia Civil na sede da instituição, interligados virtualmente com as 15 delegacias regionais, possibilitando a interação entre os participantes e discussão das pautas apresentadas.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, destacou que as reuniões por videoconferência possibilitam um ganho não apenas em tempo, como na economia de recursos e na agilidade na tomada de decisões. “É mais uma etapa de um longo processo que vem se desenvolvendo há mais de dois anos para concretizar o sonho de ver uma Polícia Civil tecnológica e amplamente conectada”, frisou o delegado-geral.

A reunião teve entre as pautas discutidas o reforço para que todas as unidades policiais observem e cumpram as normas sanitárias em relação à prevenção ao novo coronavírus. O delegado-geral adjunto, Gianmarco Pacola, explicou que uma nova portaria será divulgada pela instituição reforçando as medidas preventivas.

Investimento e agilidade

As câmeras de videoconferência fazem parte do investimento em tecnologia, no valor de R$ 4,5 milhões oriundo de um Termo de Ajustamento de Conduta celebrado com o Ministério Público Estadual que TI, com equipamentos modernos e maior capacidade de armazenamento de dados para dar suporte à implantação do inquérito eletrônico e demais sistemas utilizados pela Polícia Civil.  

O diretor de Interior, Walfrido Nascimento, reforça a agilidade trazida pela videoconferência, pois as demandas das regionais podem ser tratadas sem que aja necessidade de deslocamentos de grandes distâncias, como por exemplo das regionais localizadas em Alta Floresta, Juína, Guarantã do Norte e Vila Rica.

O delegado da regional de Vila Rica, Marcos Aurélio Dias Leão, elogiou a nova proposta de reunião gerencial e destacou a agilidade e economia com o formato adotado. “Cada viagem, em virtude da distância é bem cansativa, pois precisamos chegar, participar e logo retornar à regional. Para quem está em uma distância como por exemplo, a regional de Confresa, essa é uma ferramenta de importância tremenda, que também possibilita economia de combustível e no desgaste de viaturas. É o futuro para nossa instituição”.

As câmeras instaladas nas delegacias regionais são próprias para realização de videoconferências em salas de reunião. A Polícia Civil vai encaminhar também a todas as delegacias 450 webcams que serão utilizadas para gravação de oitivas, que faz parte do projeto de modernização tecnológica da instituição.

A reunião contou também com a participação dos dirigentes da Polícia Civil: diretora de Execução Estratégica, Daniela Maidel; diretor de Atividades Especiais, Fernando Pigozzi; chefe de gabinete da diretoria, delegado Newton Braga e coordenador de Gestão de Pessoas, delegado Arnon Osny Mendes Lucas.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF apreende 37.000 kg de adubo ilegal em Rondonópolis/MT

Publicado


.

Fiscais do MAPA colaboraram com a ocorrência

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio de uma equipe do Ministério da Agricultura Planejamento e Abastecimento (MAPA), apreendeu uma carga de adubo sendo comercializada ilegalmente, em Rondonópolis.

Na manhã desta quinta-feira (17), a equipe PRF abordou o caminhão Scania/G 420 A4X2, de cor vermelha e placas de Rondonópolis, ao qual estavam acoplados dois semirreboques. O veículo foi abordado após o condutor, de 38 anos, efetuar um retorno proibido, no Km 208, da BR-364.

O condutor apresentou a documentação da carga, que segundo a Nota Fiscal, seria de varredura de adubo. Ao verificar a carga, os PRFs desconfiaram que a carga transportada não seria a descrita na documentação fiscal. A carga nos semirreboques estava acondicionada em bags e aparentemente não estava contaminada. Varredura de adubo apresenta contaminação por diversas substâncias e geralmente é transportada a granel.

O veículo foi conduzido até a Unidade Operacional da PRF, onde se encontravam os fiscais do MAPA que recolheram uma amostra do produto para análise. Através de consulta aos sistemas, foi constatado que a empresa que estava vendendo a mercadoria não possui registro de estabelecimento produtor, portanto não pode comercializar esse tipo de produto.

Diante das circunstâncias, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil, em Rondonópolis.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt
Para emergências e denúncias, ligue 191

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem por receptação de caminhão e semirreboque roubados

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um caminhão tipo carreta com semirreboque roubados foram recuperados pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (16.09), durante investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Um homem, de 34 anos, que estava em posse dos veículos foi preso em flagrante pelos crimes de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Os policiais civis foram acionados via Ciosp para averiguar um caminhão Scania popularmente conhecido como “cavalo” e uma carreta com câmara fria, produtos de roubo majorado ocorrido no dia 15 de setembro, na cidade de Campo Verde.

De imediato a equipe da Derf-Cuiabá foi até o local no Distrito Industrial, região do bairro Pascoal Ramos, onde surpreenderam o suspeito em posse dos veículos que já estavam com as placas adulteradas. 

Em seguida, os investigadores deslocaram-se até o endereço do suspeito no bairro Pedra 90, e localizaram mais uma carreta possivelmente produto de origem ilícita em razão desse veículo apresentar visíveis sinais de adulteração. 

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para a Derf-Cuiabá, interrogado e autuado por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Em checagem no sistema foi verificado que ele contumaz na prática desses crimes.

Após a confecção dos autos, o preso foi encaminhado para uma unidade prisional na Capital, ficando à disposição da Justiça. 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana