conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil incinera uma tonelada de entorpecentes apreendidos em seis meses em Rondonópolis

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Rondonópolis realizou nesta quinta-feira (10.06) a primeira incineração de entorpecentes do ano. Nos fornos de uma empresa no Distrito Industrial do município, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos organizou a incineração de uma tonelada de drogas, entre maconha e cocaína.

Com acompanhamento da Vigilância Sanitária e representantes do Ministério Público, Poder Judiciário e a imprensa local foram queimados entorpecentes apreendidos pelas forças de segurança do município no período entre dezembro do ano passado até início de junho deste ano.

O entorpecente é liberado para incineração após realização de perícia oficial e autorização judicial. A quantidade de droga incinerada nesta quarta-feira em um armazém de soja foi possível secar aproximadamente 300 mil toneladas do grão.

O delegado da Derf de Rondonópolis, Santiago Rozendo Sanches, explica que a incineração faz parte da Operação Narco Brasil, uma ação integrada iniciada na última semana pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na prevenção, inteligência e repressão ao tráfico de drogas em todo o país.

A Narco Brasil é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, com atuação das polícias Civis e Militares das unidades da federação e parceria com a Secretaria Nacional de Política sobre Drogas, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem envolvido em diversos crimes é preso pela Polícia Civil com mais de R$ 13 mil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois mandados decretados contra um homem envolvido em diversos crimes, sendo um de prisão preventiva e outro de busca e apreensão domiciliar, foram cumpridos pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (17.06), em Pontes e Lacerda (448 km ao sul de Cuiabá).

Com o suspeito foi apreendido mais de R$ 13 mil em dinheiro, além de dois veículos, aparelhos celulares e um HD externo. A ação inserida na operação “Narco Brasil” foi realizada pela equipe da Delegacia de Polícia do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Capital).

O trabalho operacional resultou na prisão do suspeito de 37 anos, que estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça, pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

No endereço alvo da busca e apreensão, no bairro Jardim Novo Horizonte em Pontes e Lacerda, os policiais civis apreenderam mais de R$ 13,2 mil em dinheiro, dois veículos sendo um Ford Focus e um Fiat Toro, três celulares das marcas Samsung e Iphone, e um aparelho HD externo.

Após cumprimento dos dois mandados, o preso foi conduzido junto aos produtos apreendidos até a Delegacia de Polícia para as providências cabíveis, e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil presta conta de recursos destinados a ações de combate ao crime organizado

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria-Geral da Polícia Civil recebeu na terça-feira (15.06) a visita de Selma Rosane Santos Arruda para prestar contas das aquisições realizadas nos projetos em que foram destinados mais de R$ 3, 6 milhões em emendas parlamentares para a instituição. 

A maior parte do material adquirido foi destinada ao fortalecimento do combate ao crime organizado e combate à corrupção, atendendo demandas do setor de inteligência e estruturação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor). 

Selma foi juíza de direito e atuou em muitos processos contra organizações criminosas no estado. No período em que esteve como senadora, se colocou à disposição para colaborar com a Segurança Pública no combate a esse tipo de ilícito penal. 

“Fico muito feliz em ter contribuído de forma concreta nessa projeto e ver que a Polícia Civil está investindo em tecnologia para melhorar a qualidade das investigações contra o crime organizado e combate à corrupção”, disse.  

O delegado-geral, Mário Dermeval, enfatizou a experiência da ex-magistrada no combate ao crime organizado e agradeceu a atenção, dada as dificuldades enfrentadas pela Polícia Civil ao longo dos anos na estruturação de unidades da instituição. 

“Foi uma grande parceria que possibilitou a destinação de valores de emendas parlamentares que estão auxiliando a Polícia Civil na aquisição de investimentos destinados tanto a investigação quando a infraestrutura da instituição”, disse.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana