conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil identifica e cumpre prisão de assaltante de residência na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil cumpriu, nesta terça-feira (16.04), o mandado de prisão contra um dos autores de um roubo a residência ocorrido no mês de janeiro na Capital. O suspeito Jonas Ferreira da Rosa, já era monitorado por tornozeleira eletrônica e teve a ordem de prisão temporária decretada pela Justiça com base em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

O roubo a residência com restrição de liberdade da vítima ocorreu no dia 17 janeiro, no bairro Jardim Imperial em Cuiabá. Na ocasião, a vítima chegava a casa quando foi abordada por três criminosos armados que anunciaram o assalto. Os assaltantes ficaram na residência por cerca de 15 minutos e subtraíram vários objetos como televisões, bolsa, celulares e joias.

Após ser reconhecido em investigações da Derf Cuiabá como um dos autores do roubo, o suspeito teve o pedido de prisão representado pelo delegado Eduardo Rizzoto de Carvalho e deferido pela Justiça. Jonas foi localizado em sua residência no bairro Jardim Imperial II, onde teve a ordem de prisão cumprida.

No momento do prisão, o suspeito que tem passagens anteriores, estava com o dispositivo de monitoramento eletrônico, porém o equipamento estava desligado desde setembro de 2018, ocasião em que foi colocado em razão de um furto qualificado. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Policiais civis prendem homem por golpes contra moradores de distrito

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá) prendeu nesta quarta-feira (27.05) um homem suspeito de aplicar golpes contra comerciantes e moradores do Distrito de Lucialva, no mesmo município.

Com o suspeito foram apreendidos aproximadamente 22 quilos de carne bovina e R$ 300,00 reais que pertenciam às vítimas, que acreditaram no seu argumento, quando disse ao proprietário de um açougue que outra pessoa pagaria a carne. E para esta segunda vítima, o suspeito pediu o dinheiro e disse que pagaria em bebidas, mas que iria demorar, porque o caminhão, supostamente, havia sofrido um acidente na estrada.

Ao perceberem que foram enganadas, as vítimas procuraram a Polícia Civil e fizeram a denúncia, com a descrição do suspeito e modelo da motocicleta. Em diligências, os investigadores conseguiram localizar o suspeito que informou ter escondido o dinheiro da vitima em um bar de Jauru. O valor foi recuperado logo depois.

O suspeito do estelionato disse também para as vítimas que morava em Pontes e Lacerda, contudo seu endereço é na cidade de Figueirópolis d’Oeste, também na região.

Os policiais também notaram que o suspeito estava com os olhos vermelhos e odor etílico. O teste do etilômetro deu positivo para embriaguez. O homem foi conduzido para a Delegacia de Jauru e autuado em flagrante pelos crimes de estelionato e direção sob influência de álcool.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeito de usar cheque furtado para extorquir vítima em Sorriso

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem que tentava utilizar um cheque furtado preenchido no valor de R$ 4 milhões para extorquir a vítima teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (27.05), após investigações da Delegacia de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá).

As investigações iniciaram após a vítima procurar a Polícia relatando que teve a casa furtada, ocasião em que subtraíram um talão de cheques de cheques de sua propriedade.

Após a ocorrência de furto, uma pessoa passou a entrar em contato com a vítima dizendo que estava com um dos seus cheques preenchido no valor de R$ 4 milhões e exigia valores pelo documento. A casa da vítima chegou a ser alvo de disparos de arma de fogo

O delegado responsável pelas investigações, Nilson Farias, disse que a intenção do suspeito não era conseguir o total de R$ 4 milhões, mas sim negociar o valor extorquir valores menores da vítima em troca do cheque.

Ficou evidente que a pessoa que estava em posse do cheque era de baixa instrução, uma vez que o documento foi preenchido com erro de português, constando como valor “quatro milhão”.

Diante das evidências, o delegado representou pelos mandados de busca e apreensão e prisão contra o suspeito, que foram deferidas pela Justiça. No cumprimento das buscas, os policiais apreenderam o aparelho celular do investigado com o fim de colher provas da atuação dele e de outros possíveis envolvidos.

Durante a ação, o suspeito se apresentou como cobrador de dívidas e disse aos policiais que não possuía aparelho celular, porém o telefone foi localizado escondido no banheiro da casa.

O investigado foi conduzido à Delegacia de Sorriso onde foi interrogado e teve a ordem de prisão cumprida. As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana