conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil finaliza Operação Nacional com 204 presos em Mato Grosso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso tirou de circulação, nesta quarta-feira (24.04), 204 pessoas suspeitas de envolvimento em crimes graves como homicídio, roubo e estupro. A Operação Nacional, denominada PC27, foi deflagrada simultaneamente, nos 26 estados da federação e no Distrito Federal. Em Mato Grosso, a ação aconteceu nas 15 regionais da unidade civil e abrangeu os 141 municípios do Estado.

As ações de repressão à criminalidade resultaram no cumprimento de 129 mandados de prisão (112 mandados de prisão preventiva, 13 mandados por sentença condenatória,1 mandado de prisão temporária, 3 prisões civis), além da apreensão 17 menores autores de atos infracionais e 58 pessoas presas em flagrante.

Ainda na operação, foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão domiciliar. Ao todo, 291 profissionais atuaram no Estado com o emprego de 87 viaturas. Foram tiradas de circulação 10 armas de fogo, além de drogas, tais como, maconha, cocaína e crack.

Em Colíder, um homem foragido da Justiva por tentativa de feminicídio teve o mandado de prisão cumprido. O suspeito, Márcio José Ferreira de Andrade, teve a ordem de prisão decretada com base em investigações da Delegacia de Colíder e foi localizado em uma chácara, na zona rural entre o município e Nova Santa Helena.

O delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola Pacoani, que coordenou a operação em Mato Grosso,enalteceu o resultado obtido no Estado no combate ao crime. “A operação teve como maior objetivo a prisão de pessoas perigosas que praticaram crimes graves como homicídio doloso, estupro, tráfico de drogas e crime organizado”, destacou.

A ação é coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e tem como objetivo o combate aos mais diversos delitos que assolam a sociedade brasileira, contribuindo para a diminuição da criminalidade.

O nome Operação #PC27 é uma referência à união e padronização de todas as Polícias Civis do país.

 

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. MORADOR

    25/04/2019 - 09:44 a 09:44

    E quando será a vez da Rua da Vitória, Bairro Alvorada Cuiabá ? Bocas de fumo do CV. Tráfico de drogas dia e noite. Esse rua termina em uma escada na Av. Rep. do Líbano e entre a Rua Almerindo de Almeida. Pelo amor de Deus nos ajude.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Integrantes de organização criminosa são presos em Várzea Grande; três eram foragidos

Publicado


A ação ocorreu nesta quarta-feira, a partir de uma denúncia e abordagem de um veículo; os envolvidos seriam ligados a organização criminosa de Rondônia [F- PMMT]

Em Várzea Grande, policiais do 25º Batalhão de Polícia Militar, com apoio de equipes da 15ª Companhia de Força Tática e do Batalhão Rotam, prenderam cinco pessoas que seriam ligados a organização criminosa, três delas com mandado de prisão em aberto, foragidos de outros estados.

Também apreenderam uma arma de fogo, um revólver 38 que seria produto de furto no Estado de São Paulo, além de porção de droga e balanças de precisão. A ação policial começou com uma denúncia anônima e a abordagem de um veículo Toyota modelo Etios, de cor preta, em uma rua do bairro da Manga, região do Cristo Rei.

A revista pessoal no condutor, um homem de 38 anos que seria de uma facção criminosa de Rondônia, não apontou ilícito, porém a vistoria no carro levou à descoberta da arma, um revólver 38 municiado com seis projeteis e mais sete munições sobressalentes. A arma estava dentro de uma meia no compartimento da porta do lado do condutor.

Já no Jardim das Oliveira, ao chegar na residência do condutor do Etios para mais averiguações, os policiais avistaram dois homens sentados na frente, eles seriam seguranças da moradia. Esses também não portavam produto ilícito, mas ao checar os nomes deles, de 27 e 47 anos, a equipe do 25º BPM descobriu que eram foragidos.

O suspeito de 47 anos tinha mandados de prisão por roubo (artigo 157) e homicídio (artigo 121), enquanto o outro, de 27 anos, era procurado por tráfico de droga (artigo 33), ambos pela Comarca Vilhena, Rondônia. Em continuidade a ação, a PM esteve em outra casa frenquentada pelo motorista do Etios, onde ocorreu a prisão da mulher, de 38 anos, que seria prima dele e que também tem mandado em aberto. Só que o dela foi expedido pela Comarca de Humaitá, no Amazonas, por tráfico (artigo 33). A quinta prisão, de um rapaz de 28 anos, ocorreu em um pequeno estabelecimento comercial, onde a PM encontrou porção de cocaína e duas balanças de precisão.

O condutor do Etios e o rapaz suspeito de tráfico foram levados para a Central de Flagrantes, já os foragidos estão à disposição da Polinter, a unidade estadual de capturas.

 

Continue lendo

Policial

OPERAÇÃO VITA: PRF realiza estudos nos pontos com elevado índice de acidentes em todo Brasil

Publicado


.

Mato Grosso teve 5 segmentos analisados

Objetivando avaliar os pontos críticos de acidentalidade nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, na primeira semana de julho, a Operação Vita. As ações desenvolvidas fazem parte do Projeto Nacional de Redução de Mortes (PNRM), o qual possuí medidas a serem implantadas, garantindo segurança e fluidez no trânsito.

Mato Grosso teve 5 trechos analisados, sendo eles:
BR – 163 do Km 830 ao Km 840 (88º segmento de maior acidentalidade no Brasil) – Sinop
BR – 070 do Km 0 ao Km 10 – Barra do Garças
BR – 364 do Km 200 ao Km 210 – Rondonópolis
BR – 364 do Km 340 ao Km 350 – Santo Antônio do Leverger (Serra de São Vicente)
BR – 070 do Km 500 ao Km 510 – Cuiabá (Rodovia do Imigrante)

Com exceção do trecho da BR – 364, km 340 ao km 350 (Serra de São Vicente), todos os outros são em perímetros urbanos.

As inspeções técnicas foram feitas por 11 PRFs do Grupo de Investigação de Acidentes de Trânsito (GIAT), que percorreram todos trechos acima elencados.

O estudo realizado ao longo de variados pontos, dentro desses segmentos de 10km, envolveu vários fatores que vão desde condições de infraestrutura, até os fatores humanos. Ao final da análise desses fatores, será elaborado um relatório que servirá de guia para ações de fiscalização e prevenção aliados a ações de conscientização através de educação para o trânsito. Ainda, os dados obtidos possibilitarão a sugestão de melhoria na infraestrutura viária aos órgãos parceiros, aumentando a segurança viária e consequentemente, reduzindo os índices de acidentes.

SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana