conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil esclarece furto em hospital de Cáceres e recupera equipamentos em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O crime de furto mediante fraude ocorrido no Hospital Regional de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá) foi esclarecido pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (03.03), em ação conjunta da Delegacia de município e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

O furto ocorreu na quinta-feira (25) quando o suspeito se apresentou como técnico em manutenção de equipamentos hospitalares, dizendo que faria um orçamento relativo a serviços que seriam prestados à unidade de saúde.

Aproveitando o momento de ausência de um funcionário do setor, o suspeito subtraiu alguns equipamentos do Hospital, entre eles um monitor multiparâmetro da marca Cixtal e dois ventiladores pulmonares.

O fato foi comunicado à Polícia Civil apenas na segunda-feira (01.03), sendo imediatamente iniciadas as diligências para prisão do suspeito e recuperação dos objetos. Durante as diligências, os policiais de Cáceres conseguiram identificar e prender o suspeito e também descobriram que ele possuía uma residência em Cuiabá, onde objetos furtados poderiam estar escondidos.

Com base nas investigações, o delegado de Cáceres, Miguel Macário Lopes, entrou em contato com a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá solicitando apoio para a diligência. No endereço indicado, os policiais da Derf encontraram os equipamentos subtraídos que foram apreendidos e encaminhados para delegacia para as providências cabíveis.

Segundo o delegado, como já não estava em situação de flagrante o suspeito responderá em inquérito policial pelo crime de furto mediante fraude. “As investigações estão em andamento para identificar outros possíveis envolvidos no crime”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil prende homem que agrediu ex-companheira e raptou criança em Mirassol D’Oeste

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de agredir sua ex-esposa e raptar uma criança de quatro anos em Mirassol D’Oeste (300 km a oeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil do município na tarde de segunda-feira (19.04),  após ocorrência atendida inicialmente pela Polícia Militar. A ação continuada resultou na apreensão de uma arma de fogo, munições e no resgate do menor de idade.

O suspeito de 36 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, subtração de incapaz e lesão corporal no âmbito da lei de violência doméstica e familiar.

A vítima de 33 anos apresentava algumas lesões e foi encaminhada pelos militares até a Delegacia de Polícia Mirassol D’Oeste. Ao ser ouvida, ela relatou que havia sido agredida pelo seu ex-cônjuge. A mulher contou que está separada do marido há dois dias, e ele a agrediu ao tentar reatar o relacionamento. 

Ainda conforme narrado, além de causar lesões físicas, o suspeito tomou o sobrinho da vítima de apenas 4 anos, que ela cria como filho e possui a guarda, e levou com ele para a zona rural do município de Cáceres. A mulher informou também que em datas anteriores já teria sido agredida, inclusive com emprego de arma de fogo.  

Diante das informações, os policiais civis passaram a diligenciar para apurar os fatos. Após percorrerem aproximadamente 90 quilômetros, os investigadores conseguiram localizar o suspeito em uma região de mata da propriedade rural. 

Em seguida a equipe realizou buscas na casa do suspeito, sendo apreendido em um dos cômodos uma espingarda de calibre 22 e mais doze munições do mesmo calibre. O menino raptado também estava na residência. O menor foi resgatado e entregue a vítima e tutora legal da criança.

O suspeito foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia de Mirassol D’Oeste, interrogado e autuado em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil instaura investigação preliminar para apurar condições de atendimento ao idoso durante vacinação em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI), abrirá um Auto de Investigação de Preliminar (AIP) para apurar as condições de atendimento aplicadas aos idosos que compareceram para vacinação contra a covid-19 no Sesc Balneário, em Cuiabá.

A equipe da DEDCPI recebeu informações que no ponto de vacinação, os idosos estavam enfrentando problemas nas condições de atendimento até chegarem ao momento de serem efetivamente vacinados.

Segundo as informações, não era permitida a entrada de veículos no local e os idosos tinham que ficar esperando em uma fila, no sol, do lado de fora, para então embarcarem em um ônibus em que eram levados para triagem. A denúncia aponta que os idosos iam em pé e aglomerados dentro do ônibus, que transportava cerca de 30 pessoas por vez.

Após a triagem, os idosos tinham que novamente embarcar no mesmo ônibus para depois serem levados para o local em que era aplicada a vacina. Os investigadores da Delegacia do Idoso estiveram no local e constataram a veracidade das informações, assim como o descontentamento e indignação das pessoas presentes.

As pessoas com agendamento para a vacinação acreditavam que a vacina seria aplicada no sistema de “Drive-thru”, porém ao chegarem no local não puderem nem entrar com o veículo, havendo apenas a possibilidade de ser conduzido no ônibus junto a terceiros.

O delegado da DEDCPI, Vitor Chab Domingues, disse que abrirá o procedimento para averiguar os fatos e já comunicou o Conselho Municipal do Idoso, assim como também oficiará 34ª Promotoria Civil do Idoso e as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

“Em relação aos agentes de saúde que aplicaram as vacinas não há reclamações, as vítimas ressaltaram que eles foram bastante educados e atenciosos. As condições que será apurada é em relação ao momento anterior, que os idosos tiveram que enfrentar até o momento em que finalmente fossem vacinados”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana