conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil encontra feto em vaso sanitário e investiga suposto aborto

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) apura suposto aborto praticado por uma mulher de 29 anos, que foi deixada em um hospital maternidade de Cuiabá, com aparente hemorragia, após abandonar o feto. A denúncia chegou na terça-feira (18), no Juizado da Infância e Juventude de Cuiabá, que acionou a Delegacia para apurar o caso.

O feto foi encontrado em um vaso sanitário, na casa da mulher, no bairro Jardim Florianópolis, na Capital, no final da manhã desta quarta-feira (19). A casa estava fechada e foi aberta por um conhecido da mulher, que foi localizado pelos investigadores.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para realização de perícia na casa e coleta do feto para exames no IML.

Informações levantadas até agora dão conta que a mulher estaria com 22 semanas de gestação. A Polícia Civil ainda não teve acesso à vítima, que está internada sob cuidados médicos no hospital maternidade. Ela teria falado às enfermeiras que  perdeu a criança, não mencionando onde teria deixado o feto. A mulher relatou ainda que passou mal e chamou um Uber, que a deixou na porta do hospital.

A Polícia Civil investiga se o aborto teria sido espontâneo ou provocado.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil prende 3 e apreende arma de fogo durante cumprimento de mandados de busca e apreensão

Publicado

 

.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Quatro mandados de busca e apreensão visando o combate ao tráfico de droga no distrito de Água da Prata, região de Brasnorte (579 km a noroeste de Cuiabá), foram cumpridos pela Polícia Civil do município na manhã deste sábado (27.06). A ação resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de uma arma de fogo e munições.

Os dois homens de 46 e 22 anos, e uma mulher de 21 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, tráfico de drogas e por crime ambiental de matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça após investigação da Delegacia de Polícia de Brasnorte, para apurar denúncias referentes ao comércio de entorpecentes instalado na região do distrito de Água da Prata.

Conforme o delegado da cidade, Gustavo Godoy Alevado, devida à grande quantidade de denúncias referente ao tráfico de drogas naquela pequena localidade, os policiais civis passaram a investigar os fatos.

“Após intensas diligências os policiais civis de Brasnorte com o apoio da Polícia Militar, cumpriram os mandados de busca e apreensão em quatro pontos alvos”, destacou o delegado Gustavo Godoy. .

Durante as buscas em um dos endereços, as equipes apreenderam uma pistola de calibre 380 com quinze munições intactas, porção e sementes de maconha, além de um animal silvestre (tatu) já abatido. No local as três pessoas envolvidas foram detidas e encaminhadas para Delegacia de Brasnorte.

Os conduzidos foram interrogados e presos em flagrante delito. Após a confecção dos autos os três suspeitos foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Presos sete com 200 kg de pescado irregular, que será distribuido para entidades sociais

Publicado

Cerca de 200 quilos de pescado irregular foram apreendidos e sete homens presos em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), durante a operação “Rede Maldita” desencadeada pela Polícia Civil do município na sexta-feira (26.06).

A ação teve como objetivo o combate ao crime ambiental, devida a grande quantidade de redes de pescas e outros materiais que vinham sendo usados de forma ilegal por pescadores nos rios Guaporé e Sararé.

O trabalho operacional resultou também na apreensão de dois barcos de alumínio, dos motores de popa, uma caminhonete e aproximadamente sete bolos de redes de pesca. Os sete suspeitos, entre idades de 18 a 50 anos, foram autuados em flagrante por crime contra o meio ambiente (transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida).

As investigações iniciaram após denúncia anônima sobre um grupo de pescadores que vinham praticando ilegalmente a pesca usando redes para capturá-los, modo considerado como pesca predatória.

Diante das informações os policiais civis foram até a região na zona rural do município, quando avistaram uma caminhonete F-400 transportando dois barcos e algumas pessoas sobre o veículo.

Ato contínuo foi realizada a abordagem veicular sendo encontradas caixas térmicas contendo diferentes espécies de peixes, varas de pescar e redes utilizadas para a pesca predatória.

Diante dos fatos os setes suspeitos que estavam a bordo da caminhonete foram detidos e junto com os materiais foram conduzidos para Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, onde foram interrogados e autuados em flagrante pela prática de crimes contra a fauna de transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida.

O pescado irregular apreendido será doado para famílias carentes através da Pastoral das Crianças de Vila Bela, com a anuência do Ministério Público (MP).

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana