conecte-se conosco


Geral

Polícia Civil empossa mais 17 delegados; após formados, irão integrar unidades do interior

Publicado

A nova turma se reúne aos 19 que já estão em formação pela Academia da instituição [Fotos – Marcos Vergueiro]

Dezessete novos delegados da Polícia Civil foram empossados nesta segunda-feira (29), em cerimônia na Diretoria-Geral da instituição. Os profissionais foram nomeados no último dia 16 e se juntam aos 19 que já estão em formação pela Academia da Polícia Civil. Após formados, eles serão lotados em delegacias do interior de Mato Grosso.

Lícia Juliane de Paiva é natural de Brasília e assume o cargo em Mato Grosso trazendo a experiência profissional como delegada no estado do Maranhão. “É um sonho de uma vida para mim e os colegas, que batalhamos uito para este momento. Esperamos contribuir de forma bem positiva com a segurança e servir a população”, disse a mais nova delegada do Estado.

As novas nomeações foram possíveis, de acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, após um intenso trabalho de gestão e busca pelo reequilíbrio das contas públicas, o que possibilitou o chamamento para a recomposição do quadro de delegados na Polícia Civil, que vem sofrendo redução crescente nos últimos seis anos.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, destacou à nova turma o momento de transformações tecnológicas e de infraestrutura pela qual passa a instituição, que vêm sendo conquistadas graças às parcerias e apoio do Governo do Estado.

“Tecnologicamente, a Polícia Civil conquistou diversos avanços, a exemplo do inquérito eletrônico, integrado totalmente ao Processo Judicial, que suprimiu o papel na nossa instituição, e outros projetos a serem entregues nos próximos meses que nos distinguirão positivamente da maioria das Polícias Civis do País. Elaboramos uma política de investimentos tecnológicos que resultaram em evolução e nos colocaram na vanguarda em resultados e novidades”, apontou o gestor, acrescentando ainda que “os investimentos também alcançam a área da inteligência, com perspectiva de inovação investigativa e novidades, entre elas, a utilização de algoritmos. E para o próximo ano, em recursos do Estado, temos previstos R$ 13 milhões para o inquérito eletrônico”, pontuou o gestor.

Representando o governador Mauro Mendes, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, falou do esforço realizado pela gestão em construir uma estrutura que a população possa acessar com qualidade os serviços públicos e também do empenho dos novos profissionais em colaborar para que o Estado tenha excelência nas áreas de atuação. “O Governo tem realizado diversos investimentos na segurança pública, inclusive para chamar os aprovados no concurso de delegados. Temos a consciência do déficit existente e o governo vem fazendo ao longo desses 2 anos e 10 meses o saneamento das contas para que essa convocação fosse possível”, reforçou o secretário.

Carvalho lembrou do papel da Polícia Civil para a sociedade mato-grossense e do empenho dos profissionais em prestar serviços de qualidade. “É a instituição que recebe o cidadão mato-grossense e devemos entregar para a sociedade aquilo que todos esperam de cada profissional, cuidado e amor com o trabalho desempenhado. Escutamos sempre que muitos empresários desejam investir em Mato Grosso e o quesito segurança é sempre muito lembrado e a imagem dessa insyituição é que traz a segurança para nós mato-grossenses”, finalizou.

Acompanharam também a cerimônia de posse os diretores da Polícia: Walfrido Franklim do Nascimento (Interior); Eliane Moraes (Academia de Polícia), Daniela Maidel (Execução Estratégica) e Jesset Munhoz (Corregedoria-geral); superintendente de Inteligência da Sesp, delegado Diogo Santana; José Lindomar Costa, presidente da Associação dos Delegados e Maria Alice Amorim, presidente do Sindicato dos Delegados.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Cuiabá libera vacinação contra covid para crianças de 10, 9 e 8 anos sem comorbidades; veja locais de aplicação

Publicado

Na próxima segunda-feira, começa a aplicação de Coronavac para crianças a partir de 6 anos

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou, em sua live na noite desta terça-feira (25), que a partir desta semana as crianças de 10, 9 e 8 anos sem comorbidades já podem se vacinar em Cuiabá.  Na semana passada foi dado início à vacinação de crianças com imunizante da Pfizer pediátrico, entretanto, conforme o cronograma do Ministério da Saúde, a imunização das crianças de 5 a 11 anos começou por crianças com comorbidades, crianças que moram com imunossuprimidos, quilombolas e crianças com 11 anos sem comorbidades.

Devido a um problema no sistema, alguns cadastros de crianças sem comorbidades e crianças abaixo de 11 anos receberam uma mensagem de que poderiam comparecer aos locais de vacinação. Para evitar que os pais perdessem a viagem a vacina foi aplicada.

“Gostaríamos de poder liberar para todas as crianças de 5 a 11 anos de uma só vez, mas são 60 mil e ainda não temos esse quantitativo de vacinas pediátricas. Lamentamos o transtorno e estamos organizando a vacinação para evitar aglomerações”, explicou o prefeito Emanuel Pinheiro.

O Ministério da Saúde liberou recentemente a utilização do imunizante da Coronavac em crianças de 6 a 11 anos e adolescentes de 12 a 17 anos (que ainda não se vacinaram). A partir da próxima segunda-feira (31), Cuiabá começará a aplicar o imunizante nessas faixas etárias.  Os pais poderão optar entre Pfizer e Coronavac no ato da vacinação.

Crianças de 5 anos, crianças imunossuprimidas ou com comorbidades só podem tomar Pfizer pediátrica. A segunda dose da Pfizer pediátrica deve ser tomada após 60 dias da aplicação da primeira. Já da Coronavac, após 28 dias da primeira dose.

Confira os locais de vacinação de crianças 

Unic Beira Rio – 8h às 16h30

UBS Quilombo – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Jd Vitória – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Parque Cuiabá – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Pedra 90 I e II – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Guia – 8h às 11h / 13h às 16h30

Continue lendo

Geral

Com aumento de casos, hospitais estaduais suspendem visitas a pacientes para prevenção à Covid-19 e Influenza

Publicado

Medida faz parte das ações de enfrentamento do avanço das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) Covid-19 e Influenza em Mato Grosso [Foto – Marcos Vergueiro]

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) suspendeu, a partir desta terça-feira (25), visitas a pacientes internados em hospitais geridos pelo Governo do Estado. A medida faz parte das ações de prevenção e enfrentamento da Covid-19 e Influenza em Mato Grosso.

Conforme Portaria Nº 032/2022, publicada no Diário Oficial que circulou nesta terça-feira, além da suspensão das visitas, o revezamento de acompanhantes de pacientes ocorrerá em casos extremamente necessários a ser avaliado pela equipe técnica/clínica de cada hospital.

“Caberá à unidade de internação monitorar os acompanhantes quanto ao surgimento de sintomas gripais e a necessidade de nova testagem desses casos”, diz trecho da portaria.

As novas regras se aplicam ao Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, e ao Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. As medidas também valem para os Hospitais Regionais de Sorriso, Colíder, Sinop, Cáceres, Alta Floresta e Rondonópolis

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana