conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil e Procon fazem operação contra aumento abusivo de preços do arroz e óleo de cozinha em Cuiabá

Publicado

O principal objetivo do trabalho integrado é identificar possíveis aumentos ilegais nas margens de lucro das empresas, em produtos essenciais como o arroz e o óleo de cozinha

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), e o Procon Municipal de Cuiabá realizaram nesta terça-feira (15), na Capital, uma ação de fiscalização para coibir eventual prática de aumento abusivo de preços ao consumidor de produtos da cesta básica.

Os policiais civis acompanhados dos fiscais estão visitando supermercados da Capital e intimando os seus responsáveis legais a apresentar documentos com os valores de compra e venda de produtos.

O principal objetivo do trabalho integrado é identificar possíveis aumentos ilegais nas margens de lucro das empresas, em produtos essenciais como o arroz e o óleo de cozinha.

Conforme o delegado da Decon, Rogério Ferreira, embora seja de conhecimento de todos que com o surgimento do Covid-19 aumentou a demanda mundial por alimentos, a ação conjunta visa identificar eventuais pessoas e empresas que possam estar se aproveitando da situação de crise para aumentar suas margens de lucro, em detrimento dos consumidores sob a alegação de que se trata apenas de um movimento natural do mercado, ocasionado pela pandemia e pelo aumento nas exportações.

“Desde o início da pandemia causada pelo coronavírus, a Polícia Civil e os Procons Municipal e Estadual estão realizando diversas ações integradas, para coibir e reprimir o aumento abusivo no preço de produtos, como o álcool em gel 70º INPM e a ivermectina, resultando na abertura de dezenas de procedimentos investigatórios preliminares e a responsabilização administrativa e criminal de empresários que tentaram se aproveitar da situação de desabastecimento”, disse Rogério Ferreira.

O delegado da Decon salientou que as diligências e investigações continuam, bem como outros supermercados poderão ser alvos da fiscalização, sendo averiguados e responsabilizados, se houver a comprovação de eventual prática de aumentos abusivos de preços ao consumidor.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Gefron apreende carreta com 652 kg de cocaína avaliada em R$ 22,8 milhões e prende cinco traficantes na fronteira

Publicado


Flagrante ocorreu na madrugada de segunda-feira no município de Comodoro

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prendeu na madrugada de segunda-feira (21), cinco pessoas por tráfico internacional de drogas na BR-174, em Comodoro (644 km ao Oeste de Cuiabá). A droga estava escondida em uma carreta. Foram apreendidos mais de 600 tabletes, somando 652 kg de droga, avaliados em R$ 22,8 milhões.

De acordo com informações do Gefron, a equipe policial fazia ronda durante a Operação Hórus, com objetivo de desarticular o tráfico de drogas, quando encontrou uma carreta no acostamento da rodovia, próxima a outros três veículos, sendo uma Hilux, uma L200 e um Fiat Uno.

Ao avistar os policiais, o motorista da Hilux fugiu em alta velocidade, mas acabou perdendo o controle e invadindo um matagal. Os ocupantes fugiram para dentro do local e apesar das buscas, não foram encontrados.

No acostamento onde a carreta estava, 5 homens foram abordados e durante revista, polícia encontrou em um compartimento oculto da carreta onde estavam a droga.

Além da droga avaliada foram apreendidos ainda dois barcos de alumínio e dois motores, resultando em um prejuízo maior que R$ 23 milhões aos criminosos. Todos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Federal de Cáceres (220 km de Cuiabá).

 

 

Continue lendo

Policial

Caminhão com 400 kg de cocaína é apreendido na BR-364; droga é avaliada em R$ 51 milhões

Publicado


A droga foi apreendida durante fiscalização da PRF em Rondonópolis [Foto – PRF]

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) aplicou mais um duro prejuízo à criminalidade, com uma apreensão de mais de 400 kg de pasta base de cocaína, durante fiscalização na BR-364, em Rondonópolis. A droga é avaliada em R$ 51 milhões.

Com essa apreensão, a PRF em Mato Grosso, já soma mais de 5,6 toneladas de cocaína e derivados apreendidos, acumulando um prejuízo ao crime organizado de mais de 700 milhões de reais.

Por volta de 17h, a equipe PRF que fiscalizava na BR-364, Km 208, abordou o veículo M.Benz/LS 1935, com placas de Primavera do Leste/MT. Ao conversar com o condutor, os policiais perceberam as informações desconexas e o nervosismo apresentado pelo condutor.

Os PRFs realizaram uma busca minuciosa no caminhão, onde encontraram 400 tabletes de pasta base de cocaína. O entorpecente estava escondido em um compartimento de aço, adaptado com concreto na parte de cima, sendo seu acesso somente na parte inferior. O condutor, de 42 anos, informou que pegou a droga em Nobres/MT e receberia certa quantia em dinheiro para realizar o transporte até Pedra Preta/MT. Diante da situação, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Federal, Rondonópolis.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana