conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil e MPE cumprem buscas e afastamento cautelar de secretario municipal de saúde

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor) e o Ministério Público Estadual, por meio da Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e 10 Promotoria da Justiça Criminal, deflagraram na manhã desta quinta-feira (01.10), a operação Overpriced, para cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão e um afastamento cautelar do secretario municipal de saúde de Cuiabá.

As ordens judiciais foram deferidas pela juíza, Ana Cristina Silva, da 7ª Vara Criminal da Capital.

Após denúncia protocolada na Delegacia Especializada em Combate à Corrupção, diligências foram realizadas com o apoio da Força-Tarefa (MPE/PJC/CGE), criada para acompanhar eventuais desvios ocorridos em licitações relacionadas à pandemia ocasionada pela Covid-19, oportunidade em que foi identificado elevado sobrepreço na aquisição do medicamento ivermectina.

De acordo com as investigações, dentre os medicamentos listados na dispensa de licitação, encontra-se o item Ivermectina 6MG-Comprimido com preço unitário de R$ 11,90. A própria Secretaria Municipal de Saúde já havia adquirido, no mesmo período, o medicamento por valor muito inferior (R$ 2,59), totalizando uma diferença de R$ 9,31, por unidade do produto, sendo detectado o sobrepreço superior a casa dos 400%

Diante dos fatos, a Coordenadoria da Força-Tarefa (COVID-19) detalhou o evidente sobrepreço do medicamento, cuja aquisição se deu no processo de dispensa de licitação termo de referência n.º 104/2020/DSL/SMS.

A análise partiu do comparativo com outras Prefeituras do Estado do Mato Grosso quando da aquisição do mesmo medicamento e a constatação de que o preço médio do produto, no Estado, ficou em torno de R$ 2,32, enquanto a cotação da Prefeitura de Cuiabá, na dispensa questionada, ficou no valor de R$ 11,90.

Com tais informações, foi identificado um sobrepreço de R$ 715 mil, sendo representado pelo bloqueio de bens dos investigados, até citado valor. Com a coleta do material a investigação será aprofundada, objetivando a devida conclusão. A ação contou com o apoio do Gaeco e da Polícia civil do Paraná.

 

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Diretoria Geral divulga distribuição de vagas no interior para novos delegados

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso divulga a relação de vagas para primeira lotação a todos os Delegados de Polícia do Curso de Formação Técnico Profissional da Academia de Polícia Judiciária Civil, de acordo com os critérios estabelecidos na Resolução 066/2020/DGPJC, conforme relação abaixo: 

DISTRIBUIÇÃO VAGAS 

 

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

PRF soma forças na recuperação do Pantanal

Publicado


Equipes auxiliaram na distribuição de água e alimentos ao longo da Transpantaneira, além de escoltar o transporte de animais feridos para centros de tratamento

Entre os dias 23 e 25 de novembro, Policiais Rodoviários Federais deslocaram-se até Poconé/MT com a missão de auxiliar na distribuição de água e alimentos, em pontos específicos, afim de garantir o mínimo necessário para a sobrevivência da fauna local.

Seis PRFs, utilizando-se de 3 viaturas, juntaram forças com equipes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, Força Tática, Polícia Militar Ambiental, IBAMA, Marinha do Brasil, Polícia Penal e percorram a rodovia Transpantaneira (MT-060) colaborando com o transporte dos mantimentos e equipes técnicas para resgatar animais com queimaduras ou fragilizados pela escassez de água e mantimentos.

O trecho da Rodovia Transpantaneira é seccionado por diversas pontes sobre alagados, mas que devido à escassez das chuvas, estão em grande maioria, secos. Em determinados locais e sob algumas das pontes, estão sendo distribuídos alimento e água, que são colocados em cochos para os animais.

Ao longo das atividades, foram distribuídos cerca 840 kg de suprimentos para os animais e no domingo (25), as equipes auxiliaram o transporte de um filhote de anta que estava debilitado, para que pudesse se recuperar em um local com melhor espaço e estrutura.

O Tenente da Polícia Militar Ambiental, comentou que a região também é utilizada como rota do tráfico de drogas e de animais que são retirados do Pantanal para serem vendidos no mercado negro, sendo que a presença da PRF é de fundamental importância para coibir essas modalidades de investida criminosa.

O Coronel Barroso (Secretário Executivo do Comitê do Fogo/SEMA), juntamente ao Tenente Delfino, do Corpo de Bombeiros e coordenador da logística local, salientaram a importância e a repercussão pela presença da PRF.

“Foi de fundamental importância tanto quanto às atribuições de logística, quanto de segurança, pois somente a presença da PRF já faz com que condutores diminuam a velocidade ao transitar pela Transpantaneira, minimizando os acidentes e atropelamentos da fauna nativa.” Palavras do Tenente Delfino

Destaca-se que, conforme a Constituição Federal de 1988, em seu artigo 225, o Pantanal Mato-grossense é patrimônio nacional, sendo o meio ambiente direito de todos, impondo-se ao Poder Público e a coletividade o dever de defende-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

SECOM PRF MT
E-mail: [email protected]
Instagram: @prfmt_oficial
Para emergências e denúncias, ligue 191

 

 

 

 

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana