conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil de Campo Verde prende mulher alvo de operação deflagrada em Confresa

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher foragida da Justiça por envolvimento com o tráfico de drogas foi presa pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (10.06), no município de Campo Verde (131 km ao sul de Cuiabá), durante cumprimento de mandado de prisão. A prisão é resultado do desdobramento de uma  investigação iniciada na cidade de Confresa (1.160 km a nordeste da Capital)  

A suspeita que possui várias passagens pela polícia e era procurada desde a última sexta-feira (05.06), após a operação “Lockdown” deflagrada pela Delegacia de Polícia de Confresa. A ação foi para cumprimento de quatro mandados de prisão, decretados contra integrantes  de uma organização criminosa atuante na venda de drogas na região.

No dia da operação, a suspeita não foi encontrada, porém as diligências continuaram e os policiais civis conseguiram localizar a investigada no bairro Bom Clima, em Campo Verde.

Em conformidade a ordem de prisão expedida pela Comarca de Confresa a suspeita foi conduzida para as providências cabíveis e posteriormente colocada à disposição da Justiça.

Operação  “Lockdown”

Deflagrada pela Polícia Civil de Confresa no dia 5 de junho para prender autores de tráfico de drogas e vandalismo. Quatro integrantes de uma associação criminosa foram presos, além de serem apreendidos drogas e dinheiro proveniente do tráfico.

A ação de resposta rápida foi realizada após ocorrerem nos últimos dias, atos de vandalismo como pichações referentes a facções em alguns muros da cidade.

Na casa de um dos presos foram localizados um tijolo e mais dois pedaços grandes de maconha, porções de cocaína, comprimidos da droga sintética conhecida como “LSD”, mais de R$ 900 em dinheiro, balança de precisão, semente de maconha, além de outros itens como celulares e materiais para a venda ilícita. No local, também foi encontrada uma menor de idade.

 

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil apreende aproximadamente cinco toneladas de maconha transportada em meio a carga de tutano

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). apreendeu aproximadamente cinco toneladas de maconha que eram transportadas, na câmara fria de uma carreta, junto a uma carga de tutano. A ação contou com apoio Delegacia Regional de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), Delegacia de Alto Taquari, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O motorista que fazia o transporte da carga foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa.

As diligências iniciaram após a equipe da GCCO receber informações de que um grupo criminoso estava se organizando para transportar grande quantidade de produtos ilícitos, entre entorpecentes e armas de fogo, oriundos do estado de Mato Grosso do Sul.

Segundo investigações, os criminosos utilizariam rotas alternativas para tentar escapar da fiscalização policial. Com base nos levantamentos preliminares, os policiais passaram a monitorar um veículo (cavalo e carreta) utilizado pelo grupo criminoso, realizando a sua abordagem na chegada da cidade de Alto Taquari.

Em buscas no semirreboque, foi encontrada a carga de aproximadamente cinco toneladas de maconha, que estava escondida em meio a uma carga de 10 toneladas de tutano (avaliada em R$ 30 mil). Questionado, o motorista confessou que buscou a carga de tutano em Cuiabá, com a intenção de esconder os entorpecentes na câmara fria, colocando lacre e tendo nota fiscal em caso de possível abordagem

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Alto Taquari, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação criminosa.

Segundo o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a droga seria distribuída para diversas cidades do estado. “Foi necessária uma abordagem rápida, antes que o entorpecente fosse distribuído. As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

GCCO apreende cinco toneladas de maconha transportada em meio a carga de tutano carregada em Cuiabá

Publicado

A droga veio de MS e seria distribuída em diversas cidades de Mato Grosso [PJC]

A Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). apreendeu aproximadamente cinco toneladas de maconha que eram transportadas, na câmara fria de uma carreta, junto a uma carga de tutano. A ação contou com apoio Delegacia Regional de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), Delegacia de Alto Taquari, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O motorista que fazia o transporte da carga foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa. As diligências iniciaram após a equipe da GCCO receber informações de que um grupo criminoso estava se organizando para transportar grande quantidade de produtos ilícitos, entre entorpecentes e armas de fogo, oriundos do estado de Mato Grosso do Sul.

Segundo investigações, os criminosos utilizariam rotas alternativas para tentar escapar da fiscalização policial. Com base nos levantamentos preliminares, os policiais passaram a monitorar um veículo (cavalo e carreta) utilizado pelo grupo criminoso, realizando a sua abordagem na chegada da cidade de Alto Taquari.

Em buscas no semirreboque, foi encontrada a carga de aproximadamente cinco toneladas de maconha, que estava escondida em meio a uma carga de 10 toneladas de tutano (avaliada em R$ 30 mil). Questionado, o motorista confessou que buscou a carga de tutano em Cuiabá, com a intenção de esconder os entorpecentes na câmara fria, colocando lacre e tendo nota fiscal em caso de possível abordagem

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Alto Taquari, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação criminosa.

Segundo o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a droga seria distribuída para diversas cidades do estado. “Foi necessária uma abordagem rápida, antes que o entorpecente fosse distribuído. As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana