conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisões de suspeitos por homicídio e roubos

Publicado

Assessoria | PJC-MT         

Quatro mandados de prisão contra suspeitos de crimes como homicídio, roubo e furto ocorridos em Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá), foram cumpridos pela Polícia Civil do município, durante a Operação “Higia” deflagrada na tarde de segunda-feira (23.03). Além dos quatro criminosos presos, a ação resultou na recuperação de um aparelho celular roubado. 

O primeiro homem preso é um suspeito de integrar uma associação criminosa responsável por vários roubos cometidos na cidade nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

O segundo preso é um investigado pela prática de furto e tem diversas passagens criminais. Segundo apuração, somente no dia 16 de fevereiro, ele cometeu quatro furtos, em diferentes estabelecimentos comerciais de Guarantã do Norte.

Já os outros dois presos tiveram as prisões preventivas cumpridas com base no inquérito instaurado pela Polícia Civil para esclarecer um homicídio ocorrido no dia 5 de março, no bairro Maranata.  

De acordo com o delegado de Guarantã do Norte, Waner dos Santos Neves, a operação “Higia” tem como principal objetivo combater crimes contra a vida e contra o patrimônio. Os autores são suspeitos contumazes na prática dos delitos e colocam em risco a ordem pública.

“No momento atual é extremamente importante que tais suspeitos fiquem detidos,  já que podem trazer risco ao patrimônio e à vida alheia. É fundamental as prisões realizadas pelos policiais civis para diminuir a sensação de insegurança, coibir a prática de crimes e garantir a paz social”, destacou Waner Neves.

Combate ao coronavírus

O delegado pontuou ainda a colaboração da população para o atual momento, em que todos estão empenhados para que o coronavírus não se propague ainda mais. “É necessária e fundamental a colaboração de toda população para as restrições de funcionamento do comércio e outras recomendações impostas pelo Poder Público no combate à proliferação do coronavírus (Covid-19). A Polícia Civil de Guarantã do Norte se compromete com a população de não parar e continuará exercendo seu papel no combate à criminalidade”, reforçou Waner Neves.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF em Cáceres apreende madeira transportada ilegalmente

Publicado


Na manhã de ontem (18.01), no km 741 da BR 070, no município de Cáceres/MT, uma equipe da PRF realizava fiscalizações em frente a Unidade Operacional quando abordou uma carreta que transportava madeira com origem de Humaitá/AM com destino a Itatiba/SP.

Durante a fiscalização da carga, foi apresentado a equipe da PRF um DOF (Documento de Origem Florestal) dentro da validade, na qual autorizava o transporte de 23,281 m³ de madeira serrada, porém ao ser realizado o cálculo da carga efetivamente transportada chegou-se ao total de 32,15 m³, ou seja, um excesso de aproximadamente 8,87 m³ no volume total da carga, o que ultrapassa os limites de tolerância estabelecidos.

Tal divergência invalida a DOF, conforme Instrução Normativa do IBAMA e ainda configura crime conforme art. 2 e 46, § único da Lei Federal nº 9.605/1998, na modalidade “Transportar, adquirir, vender madeira sem licença válida” e no art. 47 do Decreto Federal nº 6.514/2008. Desta forma a empresa emissora do documento, transportadora, e o condutor do veículo foram enquadrados, em tese, em crime contra flora. Por ser crime de menor potencial ofensivo o motorista do veículo assinou o termo de compromisso de comparecimento em juízo e não foi preso.

O veículo e carga foram encaminhados para Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA), local onde serão dados os procedimentos cabíveis, como medidas administrativas de apreensão do veículo e da carga, além de aplicação das multas ambientais.

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

PM fecha depósitos do tráfico, recupera veículos e apreende 300 kg de droga e mais de 80 armas de fogo

Publicado

Grandes apreensões de maconha, pasta base de cocaína, haxixe e cocaína foram realizadas neste início de ano pela PM na Região Metropolitana, no interior e na fronteira [Foto – PMMT]

Nos primeiros 15 dias do mês de janeiro de 2022, a Polícia Militar fechou depósitos do tráfico e já apreendeu aproximadamente 300 quilos de entorpecentes em Mato Grosso. Mais de mil pessoas foram conduzidas à Delegacia pelas equipes da PMMT.

As ações de policiamento no combate à criminalidade e principalmente ao tráfico de drogas no Estado já apresentam resultados significativos para a Segurança Pública. Neste início de ano, policiais militares retiraram cerca de 84 armas de fogo de circulação. Grandes apreensões de maconha, pasta base de cocaína, haxixe, cocaína foram realizadas pela PM na Região Metropolitana, no interior e na fronteira.

Foram registrados 1,7 mil boletins de ocorrência – 138 destes registros estão relacionados com os crimes de tráfico de entorpecentes.  Até o momento, mais de 45 veículos que foram roubados ou furtados foram devolvidos aos seus respectivos proprietários pelas equipes da Polícia Militar no Estado.

O comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis destaca que neste período em que muitas pessoas aproveitam para viajar de férias os policiais continuam intensificando os patrulhamentos na Capital e no interior.

“Estamos nos bairros intensificando o policiamento, realizando rondas comerciais, residências e bancárias, tudo para manter a tranquilidade e garantir à população um ano de muita paz e tranquilidade. Estamos com nossos policiais atentos para retirar pessoas criminosas do convívio social e combater e, principalmente, evitar qualquer ato delituoso”, afirmou o coronel Assis.

Em Várzea Grande, as equipes da Força Tática e do 4º Batalhão do 2º Comando Regional da PM apreenderam mais 243 kg de entorpecentes. Entre as ocorrências, os policiais fecharam um depósito de uma organização criminosa e apreenderam mais de 53 kg de droga no Residencial Paiaguás. A equipe do GAP (Grupo de Apoio), do 2º CR, prendeu ainda uma quadrilha e fechou outro depósito do tráfico na cidade. Nesta última ação, foram apreendidos 140 kg de maconha, no bairro Nova Fronteira.

Em Rondonópolis, os policiais da Força Tática desmantelaram um depósito com droga e explosivos do crime organizado no bairro Pedra Noventa. No local, a PM apreendeu 100 quilos de maconha, haxixe e artefatos como emulsão explosiva, espoletas e cordéis detonante.

Na fronteira, a PM está intensificando o policiamento ostensivo por meio de ações integradas com o Grupo Especial de Fronteira ( Gefron). Quatro pessoas foram presas no dia 11 de janeiro, após serem pegas transportando cocaína na região de Comodoro. As “mulas” carregavam 270 kg de cocaína oriunda da Bolívia.

Na região de Cáceres, a Força Tática do 6º Comando Regional, em ação integrada do Gefron, prendeu um homem com 67 kg de cocaína. A droga foi localizada escondida no carro do suspeito  por três cães farejadores do Canilfron.

Neste início de janeiro, as ações da PM resultaram prisão de mais de mil pessoas. Deste total, 387 suspeitos foram presos em flagrante por crimes como tráfico de drogas, porte ou posse ilegal de arma de fogo, roubo, lesão corporal, sequestro e cárcere privado. Mais de 85 suspeitos eram foragidos da Justiça e foram recapturados, inclusive reeducandos foragidos recentemente do Sistema Penitenciário das cidades de Várzea Grande e Água Boa.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana