conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de morte de adolescente em Guiratinga

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil do município de Guiratinga (328 km ao sul de Cuiabá) efetuou a prisão do principal suspeito de matar uma adolescente de 16 anos. O rapaz de 24 anos foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária decretado pela Comarca do município pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio).

A menor Ketrin Antunes de Lima desapareceu no dia 30 de agosto. Desde então, os policiais civis da Delegacia de Guiratinga iniciaram as diligências ininterruptas para esclarecer o crime.

No dia 03 de setembro, o corpo da vítima foi localizado em um prédio abandonado no bairro Tancredo Neves, já em estado avançado de decomposição. 

Durante investigação a equipe realizou várias oitivas e diligências, e todas as evidências indicando como principal suspeito o rapaz com quem a menor estava se relacionando. 

O jovem foi interrogado na Delegacia de Guiratinga, e durante depoimento entrou em contradição por diversas vezes,  sendo também percebido que ele tentava atrapalhar as investigações.

Diante dos indícios de autoria, a Polícia Civil representou pelo pedido de prisão temporária do suspeito.  Com a ordem de prisão expedida pela Justiça, os policiais civis efetuaram a prisão do suspeito na tarde de sexta-feira (19), em uma fazenda na zona rural de Guiratinga. 

Conduzido para delegacia o suspeito foi novamente ouvido e negou as acusações. Em conformidade ao mandado, o preso foi encaminhado para uma unidade prisional onde ficará à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Policiais civis femininas participam de treinamento Prevenção e Reação à Violência Urbana

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Seis policiais civis mulheres latadas em unidades da Capital participaram nesta semana de treinamento de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE). As policiais destacaram a importância da atuação da mulher na área de segurança, assim como prestigiaram a Campanha de prevenção ao câncer de mama Outubro Rosa.

A capacitação foi realizada com 20 horas/aula foi realizada na segunda e terça-feira (19.20) contando com a participação das policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, Gerência Estadual de Polinter e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O curso de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela GOE, tem como objetivo alertar os policiais para os riscos quando estão descaracterizados, seja nos momentos de folga ou até mesmo em serviço. Com ações voltadas à precaução e prudência, visando evitar o perigo e resguardar a integridade física do profissional.

Uma das propostas trabalhadas é o desenvolvimento e aprimoramento da postura preventiva do policial contra a violência urbana. Além de aperfeiçoar as técnicas de tiro policial, focadas no combate aproximado nessas situações em que o policial estiver portando sua arma de forma velada.

Como força de alertar as mulheres para a Campanha Outubro Rosa, as policiais vestiram a camisa rosa durante o treinamento.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Dois suspeitos são presos em flagrante por homicídio ocorrido em zona rural de Jangada

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois suspeitos de um homicídio ocorrido em Jangada no domingo (18) foram presos e autuados em flagrante pela Polícia Civil de Rosário Oeste nesta segunda-feira (19.10). Os dois homens de 33 e 48 anos, conduzidos pela Polícia Militar, foram ouvidos em depoimento pela autoridade policial e autuados pelo homicídio de Silvano Silvestre Corrêa, 31 anos, e também por posse irregular de arma de fogo adulterada e munições.

Um dos presos, de 33 anos, é suspeito também de outro homicídio ocorrido no dia 15 de outubro, que vitimou Júlio Davi Siqueira, 36 anos, na comunidade rural Barra do Santa Cruz, em Jangada. O corpo de Júlio foi encontrado em uma estrada da comunidade, com perfurações de arma cortante.

Em depoimento, o suspeito declarou ao delegado Ruy Guilherme da Peral da Silva que tinha raiva da vítima, pois esta teria furtado a residência de sua família e desde então, Júlio passou a tecer provocações contra o suspeito, que resolveu se vingar e chamou uma pessoa para acompanhá-lo na empreitada, identificada como Silvano Corrêa.

Silvano testemunhou o crime praticado contra Júlio Davi e, posteriormente, começou a ameaçar o suspeito e extorqui-lo, pedindo dinheiro para não denunciá-lo à Polícia.

No último final de semana, o suspeito e Silvano estavam bebendo e em um certo momento, depois de Silvano novamente pedir dinheiro, o suspeito pegou uma faca e desferiu golpes contra a vítima. Após o crime, o suspeito pegou um veículo da fazenda onde trabalhava e com ajuda de outra pessoa, um homem de 48 anos, pôs a vítima na camionete e seguiram em direção ao hospital da cidade para buscar socorro, quando no trajeto, segundo o suspeito, notaram que a vítima estava morta e jogaram o corpo na estrada.

Após o corpo da vítima Silvano ser encontrado na estrada, a Polícia Militar, PJC e IML foram acionadas. A PM localizou a camionete, com vestígios de sangue na carroceria, na chácara do suspeito, além de peças de roupa da vítima.

Depois de diversas diligências, os dois suspeitos foram detidos pela PM de Jangada e conduzidos à Delegacia de Rosário Oeste, onde foram ouvidos em depoimento pelo delegado Ruy Guilherme e autuados em flagrante.

A Polícia Civil de Rosário Oeste instaurou inquéritos para investigação dos dois homicídios.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana