conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de violência doméstica que continuava ameaçar vítima

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem investigado por crimes de violência doméstica e familiar foi preso pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, nesta quinta-feira (04.06). A ação foi realizada para cumprimento de mandado de prisão preventiva, decretada pela Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. 

As investigações iniciaram no dia 18 de maio, após a vítima procurar a Polícia Civil e relatar as graves ameaças de morte que vinha sofrendo por parte do ex-companheiro. Segundo a comunicante, o suspeito não respeitava as restrições das medidas protetiva impostas pela Justiça e sempre perturbava sua tranquilidade.

O agressor foi preso em flagrante no dia 24 de abril, porém depois de ser solto passou novamente a transgredir contra a vítima, encaminhando constantes mensagens com teores de ameaça, contra a ex-companheira, dizendo que a vítima estava no corredor da morte e ainda sofreria um “salve” que seria aplicado por uma organização criminosa.

Como prova foram apresentados áudios e mensagens que comprovaram as informações. Para garantir efetividade às medidas protetivas, e com intuito de evitar um possível feminicídio, a a delegada Mariell Antonini representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferido pela Justiça.

Diante da ordem judicial, os policiais da Delegacia Especializada em Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande conseguiram localizar e prender o suspeito nesta quinta-feira (04), o qual foi encaminhado para uma unidade prisional à disposição do Poder Judiciário.  

De acordo com a delegada que coordenou as investigações, Mariell Antonini Dias Viana, mesmo em período de pandemia a Polícia Judiciária Civil continua trabalhando firmemente com intuito de prevenir e apurar delitos.

 

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Apreensões de drogas aumentam em MT e somam 2,3 toneladas no primeiro semestre

Publicado

Comparado ao mesmo período de 2019, com 2.148kg, o aumento é de 11% [F-PMMT]

A Polícia Militar de Mato Grosso apreendeu 2.384 quilos de droga(cocaína e maconha), uma média de 397,3 ao mês, no primeiro semestre deste ano, entre janeiro e 30 de junho. Comparado ao mesmo período de 2019, com 2.148kg, representa um aumento de 11%.

Além disso, o trabalho realizado este ano pelos 15 comandos regionais e as unidades especializadas da PMMT totalizou 1.456 ocorrências específicas de tráfico de droga – apreensões e prisões. E outros 2.081 boletins deocorrência relacionados ao consumo e prisões por posse de entorpecentes.

Outro dado que chama atenção na produtividade semestral da PM é o de prisões em flagrante, ou seja, no momento ou logo depois da prática criminosa. Foram 7.016 prisões em flagrante, 42% a mais que no ano passado, quando foram contabilizados 4.947 flagrantes, conforme dados da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística (SPOE) da instituição militar.

O número de armas de fogo apreendidas também aumentou, 1.041 apreensões, índice 5% superior ao primeiro semestre do ano passado (993), grande parte diretamente ligada a práticas criminosas. A PM também apreendeu 177 imitações (simulacros) de armas de fogo.

O comandante geral, coronel Jonildo José de Assis, diz que a PM se empenha, trabalha intensamente na prevenção e repressão a todas as modalidades de crimes. No tráfico de droga, observa Assis, além da dedicação dos policiais a instituição dispõe de meios como o serviço de inteligência atuando permanentemente para subsidiar as ações das unidades operacionais e ferramentas tecnológicas.

O comandante utilizou como exemplo de ferramenta a análise criminal, um recurso que, como o próprio nome define, consiste em analisar os índices criminais. Entender, entre outros mecanismos, onde mais ocorre crimes, modalidades, qual a frequência.

Assis explica que “a partir dos resultados dessas análises são montadas intervenções estratégicas, operações específicas de repressão ou reforço do policiamento preventivo, de acordo com a necessidade apontada”.

Já o aumento das prisões em flagrante, avalia o comandante, é resultado da melhoria do policiamento preventivo, da presença efetiva nas ruas fazendo rondas e mais viaturas em locais estratégicos, em áreas comerciais, por exemplo, com policiais prontos para interromper e frustrar atividades criminosas.

 

Continue lendo

Policial

Traficantes com cocaína avaliada em 1 milhão são mortos em confronto com o Gefron

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) prendeu quatro pessoas em ações realizadas neste fim de semana, na fronteira do Brasil com a Bolívia. As atividades repressivas ocorreram no município de Pontes e Lacerda (a 445 km ao Oeste de Cuiabá) e na região do Posto Limão, em Cáceres (217 km a Oeste de Cuiabá).

Durante a ação foram apreendidos 56 tabletes de substância análoga a cocaína e armas e fogo. O prejuízo ao crime ultrapassa R$ 1 milhão.

Por volta das 20h de sábado (4), na zona rural de Pontes e Lacerda, os policiais do Gefron avistaram cinco pessoas em atitude suspeita caminhando por um pasto sentido Bolívia – Brasil. Diante dos fatos, foi emitida a ordem de parada aos suspeitos, que revidaram e efetuaram disparos contra a equipe policial.

Os profissionais seguiram as buscas e, mais a frente, foi localizado dois homens feridos. Os suspeitos foram encaminhados para o hospital Vale do Guaporé, na cidade de Pontes e Lacerda, mas não resistiram. Ambos possuíam antecedentes criminais.

Também foram encontrados junto aos suspeitos 56 tabletes de substância análoga a cocaína, duas armas de fogo e várias munições deflagradas e intactas. Diante dos fatos, o material apreendido foi encaminhado para Delegacia de Polícia Federal em Cáceres.

Já na madrugada de domingo (5), na BR- 070, região do Posto Limão, os policiais abordaram um veículo com quatro ocupantes. Foram realizadas buscas, pessoal e veicular, que resultaram na localização de três espingardas, sendo uma de calibre 22, uma de pressão e a outra adaptada para calibre 22, sem marca e numeração.

Aos policiais, o condutor do veículo informou que as armas eram de sua propriedade. Diante dos fatos, os suspeitos e as armas foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), no município de Cáceres, para as devidas providências.

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana