conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão contra autor de diversos crimes na capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Após dias de monitoramento, policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) realizaram a prisão do homicida, Mateus Rodrigues de Paula, 34, na noite de segunda-feira, (25.11), na capital. O suspeito, que possuí extensa ficha de antecedentes por atuação em diferentes crimes, estava com a ordem de prisão expedida pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

Segundo as investigações, Mateus trabalha como jardineiro e é considerado criminoso contumaz de extrema periculosidade, respondendo a processos por roubo qualificado, associação criminosa, furto qualificado, homicídio qualificado e condenado pela justiça a mais de 22 anos de reclusão.

Como sabia do mandado de prisão em aberto, o procurado vinha tomando uma série de precauções, usando diferentes locais para pernoitar, intercalando sua estadia nos endereços, raramente sendo visto em locais públicos e fazendo uso de diferentes veículos para se deslocar pela cidade, ora em carros de passeio, ora em motocicletas.

O procurado contava com apoio de familiares para se esconder da Polícia, o que dificultou o trabalho de monitoramento, busca e captura do alvo. Dias atrás, o suspeito conseguiu escapar de uma investida dos policiais, quando ao ser abordado empreendeu fuga para uma região de mata densa na Capital.

Leia Também:  Corpo de gerente da fazenda do senador Jaime Campos é encontrado dentro de rio

A prisão do suspeito, realizada pela equipe de policiais da Polinter, ocorreu na noite de segunda feira, na estrada do Coxipó do Ouro em uma região de chácaras e condomínios. Após ser detido, o preso foi conduzido a sede da Polinter, onde confessou a participação em roubo de caminhonetes e também no roubo a uma joalheria do Shopping Três Américas, na capital.

De acordo com o suspeito, havia planos e tratativas para outros crimes, como o roubo de malote de valores em assalto a carro-forte, que seria realizado nos próximos dias nas dependências de um Shopping Center da Capital. O preso será conduzido nesta terça-feira para Audiência de Custódia no Fórum Criminal da Capital devendo permanecer a disposição da justiça até posteriores determinações.

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia apreende 17 quilos de maconha skank em Várzea Grande e suspeito de tráfico é preso em flagrante

Publicado

A ação policial ocorreu na manhã deste sábado no bairro Jardim Eldorado [F-PJC/DRE]

Durante diligências na manhã deste sábado (25), equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) apreenderam 17 quilos de maconha tipo skank e prendeu uma pessoa em flagrante suspeita pelo comércio de entorpecentes . A apreensão foi realizada em uma casa no Jardim Eldorado, em Várzea Grande.

Além da maconha, os policiais apreenderam substâncias utilizadas para mistura ao entorpecente, embalagens e apetrechos para a distribuição de drogas, celulares e uma motocicleta.

A equipe da delegacia localizou a residência após investigações que apontavam a casa como um provável ponto utilizado para o tráfico de entorpecentes. Durante a ação foi constatado que a residência é um ponto de armazenagem, empacotamento e distribuição de entorpecentes.

A droga e os materiais apreendidos foram encaminhados à DRE. O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira autuou o suspeito em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O suspeito confessou que estava sendo pago para cuidar da droga. Ele foi encaminhado para audiência de custódia na justiça.

As diligências continuam para apurar se há envolvimento de outras pessoas com o comércio de drogas na região.

Leia Também:  PRF apreende mais de R$ 4 milhões escondidos em caminhonete na BR- 070, em Poconé
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos de aplicar golpe em venda de veículo pela internet

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis (DERF) prendeu nesta quarta-feira (22.01) quatro pessoas suspeitas de aplicar um golpe pela internet contra uma vítima do estado de Goiás. Os quatro foram autuados pelos crimes de estelionato e associação criminosa. A vítima sofreu um prejuízo superior a R$ 100 mil. 

Na ação, os policiais também apreenderam veículos e uma motocicleta e recuperaram parte do dinheiro do golpe. A prisão dos suspeitos foi realizada após a Derf de Rondonópolis receber comunicação da Polícia de Goiás sobre o golpe denunciado pela vítima na cidade de Goiânia.

A vítima viu um anúncio de venda de um veículo no site OLX e entrou em contato com o anunciante, iniciando a negociação. O anunciante então informou que um familiar seu mostraria o carro à vítima e o pagamento deveria ser transferido em duas contas-correntes. O anunciante pediu ainda que a vítima não comentasse nada sobre a transferência à pessoa que mostraria o veículo. 

Após a transferência dos valores, a vítima foi com o rapaz que mostrou o carro para lavrar o documento de venda do carro, quando ambos descobriram que tudo não passava de um golpe. A vítima então entrou em contato com a Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis informando que as contas para as quais transferiu o valor do veículo eram da cidade. 

Leia Também:  Casal é preso por comércio de drogas no Pedra 90

Em diligências para localizar os suspeitos pelo golpe de estelionato, os policiais realizaram diligências em pontos diferentes da cidade. Um dos suspeitos foi localizado em uma loja de comércio de pneus, onde tentou fugir da abordagem policial. Ele é apontado por outros presos como o responsável por organizar o golpe. A polícia apurou ainda que ele tem patrimônio incompatível com sua renda. 

Outro suspeito que recebeu metade do dinheiro da suposta venda do veículo afirmou aos policiais que com parte do dinheiro recebido adquiriu uma motocicleta.

Durante as diligências, a Polícia Civil descobriu ainda que o dinheiro recebido no golpe da vítima de Goiânia foi distribuído em diversas contas bancárias. A investigação continua para apurar se há outras pessoas envolvidas e recuperar o dinheiro.

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana