conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre ordens de prisão e internação contra envolvidos em vídeo de tortura em Barra do Garças

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Duas pessoas, entre elas um menor de idade, foram detidas em cumprimento de ordens judiciais após serem identificadas em investigações da Polícia Civil referentes a um vídeo em que uma pessoa aparece sendo torturada em Barra do Garças. O vídeo com cenas de tortura circulou no dia 16 de maio, em diferentes redes sociais causando grande repercussão na cidade e região.

O menor, de 17 anos, teve a ordem de internação provisória cumprida, na segunda-feira (20.05), após trabalho investigativo integrado desenvolvido pela 1ª Delegacia de Polícia de Barra Garças, Agência Regional de Inteligência da Polícia Militar e Polícia Civil de Aragarças.

Segundo as investigações, o adolescente responde a 11 procedimentos por prática de atos infracionais que envolvem violência e grave ameaça e já possuía um mandado de busca e apreensão expedido anteriormente.

Em continuidade as diligências do caso, na quarta-feira (22.05), os policiais da 1ª DP de Barra do Garças deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra D.D., 33, acusado do crime de tortura.

Leia Também:  Curso busca maior rigor científico nas investigações de homicídios

De acordo com o delegado, Adriano Marcos Alencar, coordenador da 1ª DP, o esclarecimento do crime e detenção dos suspeitos foi possível graças a equipe de investigadores e escrivães comprometidos, que mediante investigação policial de qualidade, buscam a apuração e repressão de ilícitos penais.

“Mais uma vez a Polícia Civil de Barra do Garças reforça a qualidade dos serviços prestados, destacando os altos índices de resolução de crimes em nossa cidade. Em 2018, a alta produtividade ficou comprovada na resolução dos crimes de homicídios tentados e consumados, alcançando 94,7% de casos esclarecidos”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Preso PM suspeito de tentativas de assaltos e atirar contra investigadores na região sul

Publicado

Preso por policiais militares na noite desta sexta-feira (23), por volta das 23h, logo depois de tentar assaltar e atirar diversas vezes na direção de um investigador da Polícia Civil, o suspeito C.E.B, de 25 anos, já foi reconhecido como autor de mais dois assaltos ocorridos em Cuiabá.
Na noite de ontem, ele tentou cometer o mesmo crime atacando o investigador no momento em que a vítima chegava na casa da sogra, em um bairro na região do Coxipó. Ele agiu na companhia de um outro homem, cada um em uma motocicleta.
O policial reagiu, atirou contra os dois assaltantes. A dupla abandonou as motos e fugiu a pé. Baleado na perna, C.E.B. acabou preso logo depois por uma equipe da 2ª Companhia de Polícia Militar do bairro Parque Cuiabá em um bairro da mesma região, o Altos do São Gonçalo.
Os policiais militares checaram as placas das duas motocicletas. Uma, a Honda CG 160, apontou adulteração e a descoberta da numeração original apontou para queixa de roubo.
Até agora o suspeito já foi reconhecido como um dos autores do roubo sofrido por uma policial militar, soldado, no 30 de junho deste ano. Também seria o autor do roubo a uma farmácia da Avenida Fernando Corrêa, no Coxipó, que aconteceu na semana passada, no dia 17.
O preso está internado no Pronto Socorro Municipal sob custódia da polícia e deve ser autuado em flagrante por tentativa de roubo e de homicídio e indiciado por outros crimes como porte de arma de fogo, furtos, entre outros.
CORREGEDORIA
A Polícia Militar informa que equipes da Corregedoria acompanharam o cumprimento do mandado de prisão e estão contribuindo com todas as ações necessárias ao esclarecimento das denúncias.
No âmbito militar, a Corregedoria já está apurando, reunindo dados e informações para instaurar procedimentos para investigar a conduta do policial.

Leia Também:  Casal acusado de participação em latrocínio de investigadora de polícia é preso

Continue lendo

Policial

Deletran alerta para o compartilhamento de notícia falsa referente a fiscalização

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma notícia que está circulando nos últimos dias nas redes sociais não condiz com os procedimentos adotados pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Civil, em relação a fiscalização Lei Seca. O artigo de opinião publicado em um site de notícia é do ano de 2016, e foi replicando passando a impressão de que os policiais foram autorizados a realizar flagrante de pessoas que estão em bares consumindo bebidas alcoólicas.

O delegado titular da Deletran, Christian Alessandro Cabral, alertou que o texto do artigo não corresponde aos procedimentos adotados pela Delegacia, apesar da técnica ser legal e usada em algumas localidades do País. O modelo de abordagem é considerado inadequado por direcionar as ações e pela imparcialidade nos atos.

“O propósito da fiscalização da Deletran é a imparcialidade e impessoalidade, fazendo com que todos, absolutamente todos, independente da classe social, econômica  e cultural, fiquem sujeitos aos rigores da lei”, afirmou.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Casal acusado de participação em latrocínio de investigadora de polícia é preso
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana