conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio praticado por facção criminosa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), deflagrou na manhã desta terça-feira (19.11), uma operação com objetivo de cumprir sete ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, relativos a investigação do homicídio que vitimou, Nelson Wolfred Shug Neto.

Durante os trabalhos, foram cumpridos os mandados de prisão temporária contra os suspeitos, E.D.N.S., 26, C.A.M.,20, e E.S.D., 26, apontados nas investigações da DHPP como envolvidos no crime.

O corpo da vítima foi encontrado no dia 08 de março, em uma região de mata no bairro Santa Terezinha, local que seria conhecido como cemitério de uma facção criminosa, atuante no estado. A vítima estava decapitada com a cabeça ao lado do corpo com sinais de tortura.

De acordo com as investigações da DHPP, o crime foi motivado por uma suposta rixa entre facções criminosas, uma vez que vítima veio do estado de São Paulo e dizia  pertencer a um grupo criminoso rival ao qual teria praticado o crime.

Segundo o delegado que coordenou os trabalhos, Olimpio da Cunha Fernandes Junior, foi uma investigação do caso foi extremamente difícil, uma vez que não inicialmente não havia indícios de quem poderia ter praticado o crime.

“Como a vítima veio de outro estado e não conhecia ninguém na região, tentava contar vantagem dizendo ser membro de uma facção, fato que teria motivado a sua morte”

Com a identificação dos autores, o delegado representou pelos mandados de prisão e busca apreensão contra os suspeitos, que foram deferidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da DHPP, nesta terça-feira (19), em endereços freqüentados pelos investigados nos bairros Santa Terezinha II, em Cuiabá e Jardim Maringá II em Várzea Grande.

Durante as buscas, foram apreendidos aparelhos celulares e porções de maconha, crack e cocaína para consumo próprio. Após terem a ordem de prisão cumprida, os suspeitos E.D.N.S., e C.A.M., foram encaminhados a DHPP, onde serão interrogados. O terceiro envolvido no crime, E.S.D., já estava preso por outro crime e teve a ordem de prisão cumprida dentro da unidade prisional.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

PRF deflagra Operação Fumaça Branca – Etapa X em Comodoro/MT

Publicado


.

Entre os dias 23 e 25 de junho, ocorreu, no município de Comodoro, a décima etapa da Operação Fumaça Branca.

A operação teve como foco o combate aos crimes ambientais de poluição, além servir como método de aperfeiçoamento para atividades de policiamento e fiscalização de trânsito e também de educação para o trânsito.

A fiscalização foi direcionada à utilização de ARLA 32 e, ao final da Operação, foram lavrados 14 TCOs (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por ARLA adulterado, utilização irregular de combustível, trânsito com bomba dosadora de ARLA isolada ou queimada, dentre outros.

O ARLA 32 é o Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo. Trata-se de um reagente utilizado juntamente com o Sistema de Redução Catalítica (SRC) para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape de veículos à diesel.

SECOM PRF MT

 

 

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Carreta de Várzea Grande com 11 toneladas de maconha avaliadas em R$ 110 milhões é apreendida em MS

Publicado

Após a abordagem, motorista do caminhão conseguiu fugir a pé

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu neste domingo (28) 11 toneladas de maconha em Ponta Porã (MS). A carga estava em uma carreta com placas de Várzea Grande. Os patrulheiros calculam que o carregamento esteja avaliado em R$ 110 milhões. Os policiais rodoviários fiscalizavam o km 68 da BR-463, quando abordaram um caminhão Scania/T112, com placas de Várzea Grande, acoplado a um reboque.

O motorista, de 47 anos, entregou os documentos pessoais e a nota fiscal da carga de soja. Desconfiados de que algum ilícito estivesse escondidos sob a soja, a equipe solicitou ao condutor que retirasse a lona do reboque.

Neste momento, ele fugiu correndo pé e entrou em um milharal nas proximidades. Buscas foram realizadas, porém ele não foi localizado. As onze toneladas do entorpecente e os veículos foram encaminhados para a Polícia Federal em Ponta Porã (MS).

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana