conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mandados contra segundo envolvido em crimes sequestro, estupro e cárcere privado

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município, cumpriu na manhã desta quarta-feira (07.04) dois mandados, sendo um de prisão preventiva e outro mandado de busca e apreensão domiciliar, contra um dos autores do grave crime cometido no início do mês de março.

As duas ordens judicias são partes de conclusão do inquérito policial instaurado pela especializada para apurar uma ocorrência de sequestro, cárcere privado, estupro, lesão corporal, roubo e ameaça, cometido contra uma jovem de 25 anos no município.

O fato ocorreu na manhã de 04 de março, quando a vítima foi rendida por dois homens, no momento em que saia de sua casa no bairro Vila Birigui para trabalhar. A vítima foi obrigada a retornar para a residência, onde ficou mantida como refém por dois dias, sendo abusada sexualmente, ameaçada e teve parte do cabelo cortado. Logo após os fatos um dos suspeitos foi preso em flagrante por envolvimento no crime.

Dando continuidade as diligências para esclarecer o crime, os policiais civis da DEDM de Rondonópolis conseguiram qualificar o segundo envolvido na ação criminosa, identificado como o genro do primeiro preso em flagrante. 

Conforme o delegado que conduz o inquérito, Fernando Fleury, durante o trabalho de apuração foi descoberto que na época, o segundo suspeito fazia uso de tornozeleira eletrônica, porém alguns dias antes do crime havia violado o equipamento de monitoramento. 

“Por essa razão, a Justiça decretou a prisão do investigado pela regressão do regime de pena. Poucos dias depois do crime ele foi recapturado. Na manhã desta quarta-feira, o mandado de prisão preventiva que foi deferido com relação ao inquérito que tramita da DEDM, foi cumprido na unidade prisional em que o suspeito encontra-se”, destacou o delegado.

Já o segundo mandado judicial (busca e apreensão domiciliar) foi cumprido pela equipe na casa em que o suspeito morava. No imóvel foram localizadas várias bijuterias e peças de roupa feminina que foram reconhecidas pela vítima. Os objetos apreendidos irão subsidiar o inquérito policial que encontra-se na fase de conclusão com indiciamento dos autores do crime. 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil prende homem que agrediu ex-companheira e raptou criança em Mirassol D’Oeste

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de agredir sua ex-esposa e raptar uma criança de quatro anos em Mirassol D’Oeste (300 km a oeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil do município na tarde de segunda-feira (19.04),  após ocorrência atendida inicialmente pela Polícia Militar. A ação continuada resultou na apreensão de uma arma de fogo, munições e no resgate do menor de idade.

O suspeito de 36 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, subtração de incapaz e lesão corporal no âmbito da lei de violência doméstica e familiar.

A vítima de 33 anos apresentava algumas lesões e foi encaminhada pelos militares até a Delegacia de Polícia Mirassol D’Oeste. Ao ser ouvida, ela relatou que havia sido agredida pelo seu ex-cônjuge. A mulher contou que está separada do marido há dois dias, e ele a agrediu ao tentar reatar o relacionamento. 

Ainda conforme narrado, além de causar lesões físicas, o suspeito tomou o sobrinho da vítima de apenas 4 anos, que ela cria como filho e possui a guarda, e levou com ele para a zona rural do município de Cáceres. A mulher informou também que em datas anteriores já teria sido agredida, inclusive com emprego de arma de fogo.  

Diante das informações, os policiais civis passaram a diligenciar para apurar os fatos. Após percorrerem aproximadamente 90 quilômetros, os investigadores conseguiram localizar o suspeito em uma região de mata da propriedade rural. 

Em seguida a equipe realizou buscas na casa do suspeito, sendo apreendido em um dos cômodos uma espingarda de calibre 22 e mais doze munições do mesmo calibre. O menino raptado também estava na residência. O menor foi resgatado e entregue a vítima e tutora legal da criança.

O suspeito foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia de Mirassol D’Oeste, interrogado e autuado em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil instaura investigação preliminar para apurar condições de atendimento ao idoso durante vacinação em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI), abrirá um Auto de Investigação de Preliminar (AIP) para apurar as condições de atendimento aplicadas aos idosos que compareceram para vacinação contra a covid-19 no Sesc Balneário, em Cuiabá.

A equipe da DEDCPI recebeu informações que no ponto de vacinação, os idosos estavam enfrentando problemas nas condições de atendimento até chegarem ao momento de serem efetivamente vacinados.

Segundo as informações, não era permitida a entrada de veículos no local e os idosos tinham que ficar esperando em uma fila, no sol, do lado de fora, para então embarcarem em um ônibus em que eram levados para triagem. A denúncia aponta que os idosos iam em pé e aglomerados dentro do ônibus, que transportava cerca de 30 pessoas por vez.

Após a triagem, os idosos tinham que novamente embarcar no mesmo ônibus para depois serem levados para o local em que era aplicada a vacina. Os investigadores da Delegacia do Idoso estiveram no local e constataram a veracidade das informações, assim como o descontentamento e indignação das pessoas presentes.

As pessoas com agendamento para a vacinação acreditavam que a vacina seria aplicada no sistema de “Drive-thru”, porém ao chegarem no local não puderem nem entrar com o veículo, havendo apenas a possibilidade de ser conduzido no ônibus junto a terceiros.

O delegado da DEDCPI, Vitor Chab Domingues, disse que abrirá o procedimento para averiguar os fatos e já comunicou o Conselho Municipal do Idoso, assim como também oficiará 34ª Promotoria Civil do Idoso e as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

“Em relação aos agentes de saúde que aplicaram as vacinas não há reclamações, as vítimas ressaltaram que eles foram bastante educados e atenciosos. As condições que será apurada é em relação ao momento anterior, que os idosos tiveram que enfrentar até o momento em que finalmente fossem vacinados”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana