conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil capacita equipes de plantão especializado e de Delegacias da Mulher

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil iniciou nesta segunda-feira (03.08) a capacitação das equipes que vão atuar no Plantão Especializado 24 horas para atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. Além dos plantonistas da Capital, também participam da capacitação as equipes que atuam nas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher do interior do estado.

A capacitação foi organizada pela Diretoria da Polícia Civil e é toda ministrada por meio de videoconferência. São instrutores, delegados da instituição e equipe técnica de delegacias especializadas, membros do Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e da Universidade Federal de Mato Grosso.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que o curso, que segue até o dia 7 de agosto, aborda temas como Lei Maria da Penha, avaliação de risco, rede de enfrentamento à violência doméstica; diretrizes e fluxo de atendimento no plantão especializado; crimes de liberdade sexual conforme as mudanças trazidas pelas leis 13718 e 13772, ambas publicadas em 2018 e o funcionamento do módulo criminal do Processo Judicial eletrônico (PJe).

“Além disso, preparamos nessa capacitação orientações de como deve ser o fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência, sobre o Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente, as redes de acolhimento e proteção para essas vítimas, sobre como observar os sinais e tipos de violência e os reflexos nas vítimas e familiares”, explica a diretora.

No primeiro dia da capacitação, os participantes se reuniram com os diretores Ana Paula Campos, Daniela Maidel (de Execução Estratégica) e Walfrido Nascimento (Interior). Em seguida, o coordenador de Plantões Metropolitanos, delegado Walter de Melo Fonseca falou sobre o fluxo de atendimento no plantão. Também nesta segunda-feira, as equipes puderam interagir com a professora da UFMT, Vera Bertoline, que abordou sobre gênero e violência doméstica.

 

Plantão para vítimas de violência 

A unidade de plantão que começará a funcionar a partir do próximo sábado, 8 de agosto, vai atender vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. O plantão está instalado no prédio da 2ª Delegacia da Capital, no bairro Planalto, e é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública, com apoio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta na Capital.

 

Serão atendidas no Plantão 24h ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher).  Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

A equipe do plantão será formada por cinco delegadas: Nubya Beatriz Gomes dos Reis, Juliana Rado, Vanessa Cunha Garcez, Lizzia Kelly Ferraro Noya e Jannira Laranjeira e mais as equipes de escrivães,  investigadores, assistentes sociais e psicólogas no total de 50 servidores da Polícia Civil.  

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Durante abordagem policial, PRF em Rondonópolis encontra líderes de organização criminosa foragidos da justiça

Publicado


No dia de ontem (25), por volta das 16 horas, uma equipe da PRF, durante fiscalização de combate ao crime, no km 211 da BR 364, município de Rondonópolis-MT, abordou uma caminhonete Hilux de cor preta, ocupada por quatro indivíduos.

Foi solicitada a documentação de todas as pessoas do veículo, sendo apresentadas duas CNHs e duas carteiras de identidade. Durante checagem aos sistemas, a equipe observou que ambos RGs apresentados continham indícios de falsificação, sendo realizada uma busca mais detalhas nesses dois indivíduos. Em conversa com um deles, o mesmo relatou que era foragido da justiça, e disse seu verdadeiro nome, tendo apresentado o RG falso porque foi avisado por sua advogada de que havia um mandado de prisão em aberto em seu nome.

Após novas pesquisas nos sistemas e fontes policiais, o verdadeiro nome do indivíduo foi confirmado com mandado de prisão pendente de cumprimento. Já o outro homem que apresentou documento falso, também possuía mandado de prisão em aberto com validade até 16 de abril de 2033.

Os policiais ainda conseguiram descobrir, posteriormente, que um terceiro homem, dos que estavam dentro da caminhonete, embora não apresentar documentos falsos, também tinha um mandado de prisão em seu desfavor.

O último integrante do veículo, apesar de expor histórias conflitantes sobre o motivo da viagem, alegou não saber que os outros três indivíduos eram foragidos da justiça. Ele não tinha nenhuma pendência com a lei e não estava na flagrância de crime.

Antes do final da ocorrência, após contato com a Polícia Federal e Polícia Civil do estado do Amapá, a equipe da PRF teve conhecimento de que os envolvidos na situação tratavam-se de lideranças criminosas do estado do Amapá, e que eram intensamente procurados pela polícia daquela região.

Foi mais um importante trabalho da PRF no estado de Mato Grosso, garantindo a promoção da justiça e maior efetividade na segurança pública, trabalhando com integração e parceria com as demais forças policiais de nosso país.

                                                      ___________________________________________________________________

 Durante o final de semana, a PRF localizou mais dois indivíduos com mandados de prisão em aberto. Um novamente no município de Rondonópolis e outro em Cuiabá. Os mandados eram pela prática dos crimes de associação criminosa, falsificação de documento pública e crime ambiental.

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Polícia Comunitária prestigia aniversário de quatro anos de menina que sonha em ser policial civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Apaixonada pela Polícia Civil e com o sonho de se tornar policial um dia, a pequena Maria Laura Carvalho teve uma surpresa especial preparada pela equipe da Polícia Comunitária no dia do seu aniversário de quatro anos, comemorado na última sexta-feira (23.07).

Inspirada pela tia e madrinha, Dayane Carvalho, que é investigadora de polícia, Maria Laura pediu como decoração de sua festa o tema Polícia Civil. E ela também pediu para estar uniformizada como policial civil durante toda comemoração. 

 

Porém, a surpresa principal aconteceu no meio da festa, quando duas viaturas da Polícia Civil com sirenes e giroflexs ligados chegaram na frente da residência da aniversariante e os policiais da equipe da Polícia Comunitária da Polícia Civil chamaram por Maria Laura. 

“Nós ficamos sabendo que você quer ser policial civil e ficamos muitos felizes pela sua escolha. Queremos desejar a você toda a felicidade do mundo e que Deus abençoe todos os seus planos de vida”, disse o policial Amilton, que foi o primeiro a cumprimentar a aniversariante.

A partir de então, foram vários momentos de alegria como cantar parabéns em frente às viaturas, entrega de presente e as fotografias ao lado dos policiais. 

Segundo os pais da menina, Thiago de Souza e Jacqueline Carvalho de Souza, não só Maria Laura, mas também sua irmã Cecília amam a Polícia Civil e quando veem uma viatura fazem a maior festa. “Sempre ensinamos que a polícia nos protege dos bandidos, são do bem e os bandidos do mal. Ela ficou extremamente feliz e temos certeza de que essa boa experiência será única e marcante para ela”, disseram. 

Para investigadora Dayane Carvalho, a presença da equipe da Polícia Comunitária trouxe mais alegria à festa e realizou um sonho da sobrinha. “Ela estava tão ansiosa pelo dia do seu aniversário e com a presença dos policiais, a comemoração não poderia ter sido melhor”, destacou. 

Para comemorar os quatro anos de Maria Laura participaram da festinha a equipe da Polícia Comunitária os policiais Amilton Machado, Laura Lea, Nilton Cardoso, Pedro Portilho, Edson Valin e Luis Seixas.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana