conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil apreende adolescente que comandava ponto de venda de drogas no bairro Jardim Sumaré

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um adolescente reincidente em atos infracionais cometidos em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), foi apreendido pela Polícia Civil, na quinta-feira (24.11), após ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

Apontado por comandar um ponto de venda de entorpecentes na região do bairro Jardim Sumaré, o menor de 16 anos foi autuado no ato infracional de tráfico de drogas.

Durante diligências investigativas os policiais civis identificaram o endereço, onde continuava sendo usado para o comércio ilícito. No mês passado foram apreendidas no local mais de 180 porções de pasta base de cocaína.

Com base nos indícios a equipe passou a monitorar o imóvel, quando na tarde de quinta-feira (24), o menor foi surpreendido com 13 porções de substâncias como cocaína e maconha, vários materiais plásticos utilizados para as embalar as drogas, celular, anotações referentes a uma facção criminosa, além de outros objetos.

Em checagem ao suspeito foi constatado que o adolescente possui passagens por tráfico de drogas e roubo, bem como já foi internado no socioeducativo de Rondonópolis pelo ato infracional de tráfico de drogas.

Diante do flagrante, ele foi conduzido até a Derf de Rondonópolis, ouvido e autuado em ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o apreendido foi apresentado ao Ministério Público Estadual para as providências cabíveis.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Pai esfaqueado ao tentar defender a filha assassinada pelo ex-marido em Várzea Grande morre em hospital

Publicado

O pai da técnica de enfermagem Franciele Robert da Silva, de 33 anos, morta nesse domingo pelo ex-marido também morreu nesta segunda-feira (6), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Aparecido José da Silva, de 67 anos, tentou impedir uma briga entre a filha dele e o genro. Os dois foram esfaqueados. Franciele morreu na hora e o idoso foi encaminhado ao hospital.

O ex-marido, de 36 anos, não aceitava o fim do relacionamento com Franciele e matou a ex-mulher em frente a filha do casal, de 12 anos. Ele foi preso nesse domingo (5). A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) foi à unidade hospitalar para fazer a liberação do corpo. Com a segunda morte, o autor passa a responder por feminicídio e homicídio

Conforme as informações da Polícia Civil, o suspeito chegou à residência de Aparecido José da Silva nesse domingo, pelos fundos, e forçou a entrada na casa.

Ele entrou em luta corporal com o idoso e o feriu gravemente. Depois, foi até o quarto onde a ex-mulher tentava se esconder junto com a filha dela e arrombou a porta, golpeando a técnica de enfermagem.

Após cometer os crimes, o suspeito se feriu e disse que havia tentado contra a própria vida. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e, depois de atendido no Pronto Socorro de Várzea Grande, foi encaminhado pela Polícia Militar até a DHPP.

Aparecido estava internado no hospital em estado grave até a manhã desta segunda, quando não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Continue lendo

Policial

Cinco mulheres são presas suspeitas de participar de golpe na venda de caminhonetes que causou prejuízo de R$ 300 mil

Publicado

Grupo clonava anúncios na internet e se passava por parentes dos vendedores e compradores para conseguir enganar os envolvidos. Prisões aconteceram em Cuiabá

Cinco mulheres, moradoras de Cuiabá, e investigadas pela Polícia Civil de Goiás por golpes de estelionato que causaram prejuízo às vítimas de mais de R$ 308 mil foram presas pela Polícia Civil de Mato Grosso. As suspeitas foram presas pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), em apoio à Polícia Civil goiana, na última semana, em cumprimento a mandados de prisão. A ação faz parte da operação “Canto das Sereias”.

As golpistas estavam com as prisões temporárias decretadas, após investigação conduzida pelo Grupo de Repressão a Estelionatos e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais.

Conforme apuração, as mulheres vinham praticando a fraude, popularmente conhecida como “golpe do intermediário” ou “falso intermediário”, um dos crimes de estelionato mais comuns  na compra e venda de veículos. Os criminosos utilizam propagandas de terceiros para negociar automóveis usados ou seminovos. Os verdadeiros anúncios são clonados e os golpistas acabam recebendo o pagamento do comprador interessado no veículo.

Em um dos casos investigados, a vítima, moradora da cidade de Goiânia, foi induzida a erro. Acreditando que estava adquirindo uma caminhonete de luxo, efetuou o depósito do valor de R$ 160 mil para o golpista.

Uma outra vítima, de Rio Verde, também foi induzida a erro com os mesmos modus operandi. Achando que estava comprando uma camionete de alto padrão depositou a quantia de R$ 138 mil. Já a terceira ocorrência registrada e apurada pela Polícia Civil foi de uma vítima de Crixás, que fez a transferência do valor de R$ 10 mil. Diante dos fatos, foi solicitado apoio da DRE, que cumpriu as prisões contra as cinco mulheres presas em Cuiabá.

O delegado do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes, Olemar Miranda Santiago, agradeceu o apoio da Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da equipe da DRE que não mediu esforços para prender as suspeitas, culminando no fechamento desta etapa da operação Canto de Sereias. Ainda segundo o delegado de Goiás, as investigações continuarão para a identificação de outros possíveis envolvidos.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana