conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil apreende 149 tabletes de entorpecentes que eram transportados em fundo falso de caminhão

Publicado


Camila Molina/Polícia Civil-MT

Aproximadamente 150 tabletes de entorpecentes, entre pasta base e cloridrato de cocaína, foram apreendidos pela Polícia Civil, na quarta-feira (05.05), em trabalho de investigação da Delegacia de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) com apoio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional.

A droga vinda da Bolívia e avaliada em mais de R$ 2,5 milhões estava acondicionada no fundo falso de um caminhão que fazia o transporte de bezerros, com o objetivo de despistar possíveis abordagens policiais.

Há algum tempo, a equipe de investigadores da Delegacia de Pontes e Lacerda junto ao Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional vêm investigando um grupo especializado no tráfico de drogas na região de fronteira que utiliza veículos de grande porte para realizar o transporte da droga.

Durante os trabalhos, os policiais conseguiram identificar um caminhão boiadeiro pertencente ao grupo criminoso, iniciando monitoramento do veículo que foi escondido em uma propriedade na região do Córrego do Onça, zona rural de Pontes e Lacerda. Segundo as investigações, a propriedade foi alugada pelos suspeitos também com o fim de atuarem com a prática criminosa.

No local, os policiais encontraram o caminhão do lado de fora da propriedade e em análise preliminar, foi possível verificar emendas no assoalho do veículo, caracterizando um possível fundo falso. Ao perceber a presença dos policiais, os criminosos que estavam em outro veículo empreenderam fuga por uma estrada vicinal, conhecida como “cabriteiro”, que são caminhos irregulares que os traficantes utilizam para chegar a Bolívia, não sendo possível alcançá-los.

O caminhão foi apreendido e encaminhado para a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi evidenciado o fundo falso de onde foram retirados 87 tabletes de pasta base e 62 de cloridrato de cocaína, totalizando 149 tabletes de entorpecentes e um prejuízo de mais de R$ 2,5 milhões aos traficantes.

Segundo o delegado de Pontes e Lacerda, Marlon Luz, os suspeitos já estão identificados com a comprovação do envolvimento do grupo com a droga apreendida. “Foi uma investigação exclusiva da Polícia Civil de Pontes e Lacerda que resultou na grande apreensão de entorpecentes, que com certeza, deu um grande tombo no grupo criminoso e no tráfico de drogas na região de fronteira”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Mulher é presa em flagrante pela Polícia Civil com munições 9mm e mais de R$ 4 mil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma mulher de 21 anos foi presa em flagrante na tarde desta quarta-feira (16), em Rondonópolis, com 100 munições de calibre 9 milímetros. Com a suspeita, os policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos também apreenderam R$ 4,2 mil.

O material foi localizado em uma quitinete, na Avenida Ponce de Arruda, na área central de Rondonópolis. Os investigadores chegaram ao endereço durante apuração sobre movimentação suspeita no local, de que a mulher estaria a serviço de uma facção criminosa.

Ao abordá-la nesta quarta-feira, os policiais encontraram dentro da quitinete as munições e o dinheiro, em notas graúdas.

A suspeita informou que receberia mensalmente uma quantia para guardar o dinheiro para outras pessoas. Na casa também foram localizadas anotações sobre movimentação de valores da facção.

A mulher foi conduzida à sede da Derf e autuada em flagrante pelo crime de posse ilegal de munição.A investigação da DERF prossegue para identificar a origem da munição e outros possíveis envolvidos.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos em chácara utilizada para armazenamento de drogas em Várzea Grande

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Duas pessoas flagradas em uma chácara utilizada para armazenamento de drogas foram presas em flagrante pela Polícia Civil, durante investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), realizadas na zona rural de Várzea Grande.

Na ação, foram apreendidos aproximadamente três quilos de entorpecentes, mais de R$ 2,3 mil, além de cadernos com anotações do tráfico. Os suspeitos de 38 e 22 anos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Após o cumprimento de um mandado de prisão contra um foragido de Tangará da Serra, os policiais da DRE receberam denúncias sobre uma chácara localizada no loteamento São José da Vista Alegre, em Várzea Grande que seria utilizada por integrantes de uma associação criminosa para guarda de entorpecentes.

Com base nas informações, a equipe de investigadores foi até o local e logo que chegaram flagraram um dos suspeitos, monitorado por tornozeleira eletrônica, em posse de uma porção de maconha.

Questionado, o suspeito negou que tivesse outras porções de entorpecentes na casa, porém logo os policiais visualizaram o segundo suspeito dormindo e três tabletes grandes de maconha na cabeceira da cama.

Durante as buscas, também foi localizado R$ 2.360 em dinheiro e dois cadernos com anotações referentes ao tráfico de drogas. Na chácara, também foram localizadas duas crianças filhas de um dos suspeitos, que posteriormente foram entregues para a mãe.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos à DRE onde após serem interrogados foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana