conecte-se conosco


Mato Grosso

PM prende quadrilha que invadiu mineradora para roubar ouro e dólares

Publicado


Em uma ação rápida, policiais militares prenderam dez pessoas que participaram de um roubo a uma mineradora, na região da Gleba São Vicente, no fim de semana, em Nova Lacerda. Quatro veículos e armas de fogo foram apreendidos. Duas pessoas foram baleadas pelos criminosos e conduzidas ao hospital. 

Por volta das 21h30 de sábado(28), a equipe da Força Tática foi informada por funcionários de uma mineradora próxima a cidade de Conquista D’Oeste, que o local estava sendo invadido por assaltantes. De imediato, a PM foi até o local e se deparou com uma caminhonete Hilux abandonada pelo suspeitos. O veículo teria sido roubado. 

Em diligência, outra  equipe da PM havia informado que teria prendido  um dos suspeitos em um carro Fiat Pálio. O homem detido entregou o nome de seu outro comparsa. Dando sequência as buscas e com a região cercada, os policiais conseguiram localizar mais três suspeitos em um carro Parati, alén de mais quatro homens em um carro Fiat. Os suspeitos estavam com as vestes sujas e apresentavam  escoriações pelo corpo. 

Um dos suspeitos  confessou que praticou o roubo com os demais comparsas presos e disse que a quadrilha tinha guardado as armas utilizadas no assalto nas proximidades da mineradora.Ainda na diligência, os policiais apreenderam espingarda calibre 12, dois revólveres cal 38, uma pistola cal 40; sendo a pistola pertencente a Polícia Civil do Distrito Federal. Todas as armas estavam enterradas e enroladas com roupas camufladas. 

Uma camionete Hyundai Santa Fé  foi apreendida com mais dois suspeitos que estavam hospedados em um hotel em  Conquista D’Oeste. Eles teriam dado apoio logístico ao restante da quadrilha. 

A polícia encontrou em todos os veículos apreendidos na ação roupas e bolsas  camufladas. Os suspeitos confessaram o crime e relataram que parte do grupo conseguir fugir pela mata. Eles disseram ainda à PM que na noite de sábado se reuniram na casa de um deles para reunião para planejar a ação criminosa à mineradora. 

De acordo com as vítimas, a quadrilha saiu da mata com roupas camufladas e os suspeitos saíram atirando em todos que foram visto, dois seguranças do local  que estavam  armados e com coletes balísticos foram alvejados e encaminhados ao hospital. Segundo os funcionários, o grupo rendeu e amarrou um casal  levando cerca de 4 kg de ouro em barra,  U$ 4 mil, jóias,  um revólver cal 380 e a caminhonete Hilux. 

Todos os suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia. A quadrilha foi presa por  crimes de porte ilegal de arma de fogo, roubo seguido de morte (tentado), sequestro e cárcere privado dentre outros crimes.

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil. 

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Profissional da UTI Covid-19 do Hospital Metropolitano será primeira vacinada em MT

Publicado


A técnica de enfermagem do Hospital Metropolitano, Luiza Batista de Almeida Silva, de 43 anos, será a primeira trabalhadora da saúde a ser vacinada contra o coronavírus em Mato Grosso. 

Atualmente, a profissional atua na linha de frente do combate ao vírus, mais precisamente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 do hospital de referência do Estado. 

Luiza é técnica de enfermagem desde 2011 e ingressou no Hospital Metropolitano em 2019. Ela é mãe de dois filhos e acadêmica do curso de Enfermagem.  “A alegria de receber a vacina é muito grande. É uma luta diária, uma guerra contra um vírus invisível. Sentimos esperança de que, aos poucos, o mundo voltará ao normal”, disse. 

O ato simbólico de vacinação nesta segunda-feira (18.01) terá a presença do governador Mauro Mendes, da primeira-dama Virginia Mendes, do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, e demais autoridades. Após o ato de vacinação, o governador atenderá a imprensa em entrevista coletiva, no mesmo local.

Mato Grosso recebe 126.160 doses para atender o público alvo da primeira fase da campanha. Serão cerca de 60 mil pessoas vacinadas, com as duas doses, dentre elas indígenas.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Dezoito municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19 em MT

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (18.01) o Boletim Informativo n° 316 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. 

O documento mostra (a partir da página 9) que 18 municípios do Estado configuram na classificação com risco “moderado” para o novo coronavírus. São eles: Cuiabá, Barra do Garças, Várzea Grande, Sorriso, Cáceres, Sinop, Rondonópolis, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Alta Flores, Juara, Colíder, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Nova Canaã do Norte, Nova Lacerda, Reserva do Cabaçal, Salto do Céu.

Outros 123 municípios estão na classificação “baixo”, indicado pela cor verde, e não apresentam altos riscos de contaminação.

Recomendações aos municípios

Conforme Decreto Estadual nº 522, de 12 de junho de 2020, o Governo do Estado faz diversas recomendações aos municípios classificados como risco baixo, moderado, alto e muito alto para contaminação pelo coronavírus.

As orientações para os 123 municípios classificados como risco baixo são: evitar circulação de pessoas pertencentes ao grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde; isolamento domiciliar de pacientes em situação confirmada de Covid-19, quarentena domiciliar de pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito para de Covid-19, entre outras.

Para os 18 municípios classificados como risco moderado para a contaminação da Covid-19, o Governo recomenda a implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o nível de risco baixo, além de quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias; suspensão de aulas em escolas e universidades.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Cuidados necessários à população

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana