conecte-se conosco


Policial

PM prende dois e recolhe em Várzea Grande arsenal com fuzis, pistolas e coletes balísticos

Publicado

A Força Tática prendeu no final deste sábado sábado (29) dois homens ( 37 e 35 anos) com cinco armas de fogo sendo uma pistola Taurus PT 838, espingardas,  um revólver e um rifle CBC, nas cidades de Várzea Grande e Livramento. Com os suspeitos, a PM ainda apreendeu 369 munições de diversos calibres, capa de colete balístico, pano e calça camufladas.

 Por voltas 17h, a Polícia Militar foi acionada via 190 para atender uma ocorrência de som alto, no bairro Alzira Santana. Os policiais foram até o local e o orientaram os moradores a baixar o volume do som. Quando novamente, a equipe da PM recebeu informações dos vizinhos de que os suspeitos aumentaram  ainda mais o som após a saída da polícia. Diante das denúncias, os policiais voltaram ao local  e  abordaram um suspeito em uma camionete Hilux que estava de saída.

 Durante a checagem veicular, a polícia encontrou dentro da camionete uma pistola Taurus PT 838 calibre 380 carregada e munições de diferentes calibres. Questionado sobre o armamento, o suspeito disse que as armas fazem parte de arsenal dele em uma propriedade rural na Comunidade Areão, localizada na cidade de Livramento.

 A Força Tática se deslocou até a propriedade do suspeito e na residência encontrou o outro homem na residência onde foi encontrada  ainda mais armas, munições, lanternas, suporte para armazenamento de munição, pano e calça camuflada, capa de colete balístico  e R$ 5 mil.

 Todo o arsenal foi apreendido e os dois homens foram presos pois não apresentaram nenhum documento especifica dos armamentos. Os suspeitos foram conduzido à delegacia por porte e posse ilegal de arma de fogo.

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PM prende suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol

Publicado

A Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu dois homens de 30 e 21 anos por sequestro e homicídio da vítima identificada como William Sant’Ana de 21 anos, na última sexta-feira (17), em Sinop. Ele era ex-jogador de futebol e os suspeitos confessaram que participaram do crime e informaram onde haviam ocultado o corpo da vítima.

A ação contou com o apoio de policiais do Grupo Raio, do GAP (Grupo de Apoio) e da Agência Regional de Inteligência (ARI). Segundo o boletim de ocorrência, após a Polícia Militar solicitar análise local de uma tornozeleira eletrônica à ARI, foi verificado que o homem de 30 anos esteve na hora e no local do crime. Diante das informações, os policiais iniciaram patrulhamento pelo bairro Boa Esperança, em Sinop, e localizaram o primeiro suspeito.

Durante a abordagem, o suspeito confessou o crime e contou que a vítima teria praticado um crime de estupro e que durante o sequestro, dentro do carro, a quadrilha havia feito vídeochamada por celular mostrando a vítima para integrantes de uma organização criminosa. O suspeito contou ainda que ficou no carro, enquanto a vítima era executada e que chegou a ouvir dois disparos de arma de fogo.

O suspeito indicou para a PM o local que onde haviam escondido o corpo da vítima, uma mata de difícil acesso, às margens do Rio 15. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Judiciária Civil.  O homem já preso pela PM informou ainda o envolvimento de um outro indivíduo, de 19 anos, que foi localizado no bairro Boa Esperança pela guarnição do RAIO.

O comparsa confirmou os fatos narrados pelo primeiro suspeito preso. Os dois homens foram encaminhados para a Delegacia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Continue lendo

Policial

Policiais civis participam de curso para manuseio de Drone ministrado pelo Sindicato Rural de Canarana

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

 

Durante uma semana de qualificação, dezoito policiais civis lotados na Delegacia Regional de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) participaram do curso de “Treinamento de Operação de Aeronave Remotamente Pilotada – Drone”, promovido pelo Sindicato Rural do município de Canarana (823 km a leste da Capital).

O curso dividido em duas turmas iniciou na segunda-feira (13.09) e encerrou no sábado (18.09), com a participação de 30 profissionais da segurança pública, entre policiais civis, militares, penais, bombeiros militares e peritos.

 

Foram ministradas aulas teóricas e práticas, e ao final os alunos receberam o Certificado emitido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT). 

Além dos servidores da região de Água Boa, dois policiais civis da Delegacia Regional de Barra do Garças também estiveram presentes no curso, que teve como principal objetivo o manuseio desta ferramenta de grande relevância para a modernização dos trabalhos policiais. 

 

Atualmente as diligências investigativas tem exigido cada vez mais o uso de novas tecnologias para o enfrentamento do crime organizado, sendo que o equipamento drone se encaixa nessas inovações tecnológicas. 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana