conecte-se conosco


Mato Grosso

PM envia efetivo para reforçar controle de entrada na fronteira com a Bolívia

Publicado

A Polícia Militar já enviou 10 policiais para reforçar a atuação do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) em toda faixa de fronteira do Brasil com a Bolívia. Na semana que vem mais 10 policiais seguem para a região com a mesma finalidade.

Enquanto durarem as medidas restritivas e de isolamento social contra a propagação do novo coronavírus, 20 PMs vão servir fortalecendo as atividades de fiscalização e controle da entrada de pessoas e veículos vindos do país vizinhos.

As equipes do Gefron e PM estão trabalhando em postos fixos de fiscalização e em barreiras volantes. A intensificação do policiamento atende à Portaria 125, de 19 de março deste ano, do Governo Federal.

Está proibida a entrada de cidadãos da Bolívia, Argentina, Colômbia, República Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Guiana. O trabalho será desenvolvido como parte da “Operação Hórus”, do Programa Vigia, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A base operacional do grupamento fica no município Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres).

O subchefe de Estado Maior da Polícia Militar, coronel Wankley Correa Rodrigues, explica que essa é uma maneira de intensificar as ações do Gefron no cumprimento de suas atribuições constitucionais.

Nesse momento de crise, observa Rodrigues, a união de esforços é importante no sentido de fazer com que as medidas legais para prevenir a disseminação do coronavírus sejam asseguradas.    

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Gefron apreende 42 kg de pasta base em Porto Esperidião

Publicado


.

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu mais de 42 quilos de pasta base de cocaína durante patrulhamento, na noite desta sexta-feira (03.04). A ação ocorreu na MT-265, no município de Porto Esperidião (322 km de Cuiabá), região de fronteira com a Bolívia.

Na ocasião, os policiais faziam o patrulhamento da área quando viram três pessoas caminhando em uma região de pasto perto da rodovia, no sentido Bolívia-Brasil. Ao ser dada a ordem de parada, os suspeitos atiraram contra a guarnição, que revidaram os disparos. 

Os três suspeitos conseguiram fugir e não foram localizados devido à falta de luminosidade e a dificuldade na locomoção do terreno onde foi registrada a ocorrência. Durante buscas, os policiais encontraram três sacos abandonados que continham os 42 tabletes de pasta base, totalizando 42,4 kg da droga.

O material foi encaminhado à Defron, que investigará a ocorrência. O prejuízo ao crime é estimado em pouco mais de R$ 550 mil.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Videochamadas diminuem falta de contato entre adolescentes e familiares

Publicado


.

Diante da prorrogação da suspensão de visitas nos Centros de Atendimento Socioeducativo (CASEs), como medida de prevenção à contaminação do coronavírus (Covid-19), as unidades estão recorrendo a videochamadas para manter o contato entre familiares e adolescentes. A Nota de Orientação n° 04/2020 da Secretaria Adjunta de Justiça (Saju), que suspendeu por mais 15 dias a visitação, foi publicada nesta sexta-feira (03.04).

O CASE de Lucas do Rio Verde já implementou a iniciativa junto aos 11 adolescentes do sexo masculino que, atualmente, cumprem medida socioeducativa. Segundo a gerente regional da unidade, Natielle Taís Santana Alves Kunh, eles ficaram emocionados ao verem os familiares por vídeo. “É uma maneira de aproximá-los da família neste momento em que as visitas estão suspensas, para minimizar o máximo possível os efeitos da falta de contato pessoal”.

As chamadas serão feitas semanalmente até que as visitas sejam retomadas. A gerente ressalta que com a ferramenta de vídeo, em apenas uma ligação é possível que o adolescente converse e veja mais de uma pessoa da família ao mesmo tempo. “É mais abrangente e um contato mais próximo também do que uma ligação comum”.

A Nota de Orientação da adjunta da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) também mantém as restrições de entrada de pessoas com sintomas de gripe (tosse, coriza, olhos avermelhados, entre outros) e de pessoas consideradas grupos de risco: mais de 60 anos, ou que tenha diabetes, hipertensão, insuficiência renal crônica, doença respiratória crônica, doença cardiovascular, câncer, doença autoimune ou outras afecções que deprimam o sistema imunológico, gestantes, lactantes ou criança.

Também estão mantidas as suspensões de transferências de adolescentes entre Centros de Atendimento Socioeducativo e interestaduais, salvo casos excepcionais, devidamente autorizados pelo Superintendente de Administração Socioeducativa; de atividades religiosas, assim como aquelas que requeiram acesso de pessoas externas que promovam a realização de projetos sociais, de assistência cultural, entre outras; e de realização de cursos e outras atividades coletivas que tenham aglomeração de pessoas, tanto para adolescentes quanto para servidores.

Continuam vedados o recebimento de adolescentes oriundos de outros estados e países, e o recebimento de guloseimas e a entrega aos adolescentes. Também foi deliberado que as unidades devem seguir a determinação de suspender as atividades escolares até o dia 30/04/2020 e decisões posteriores sobre eventual prorrogação; e suspender eventos comemorativos e celebrações extraordinárias a serem realizados dentro das unidades ou com a participação de adolescentes.

Mais medidas

A norma também especifica que os CASEs devem manter atividades físicas e lúdicas, de lazer e recreativas e incentivar a leitura, trabalhos manuais, filmes, jogos, entre outros, em menor número de adolescentes, obedecendo às recomendações do Ministério da Saúde quanto à prevenção do contágio por Covid-19.

Além disso, foi mantido o atendimento psicossocial individualizado a adolescentes privados de liberdade apenas em casos emergenciais ou urgentes, respeitando as recomendações do Ministério da Saúde quanto à prevenção do contágio por COVID-19, especialmente a distância mínima e o ambiente ventilado.

O atendimento presencial a familiares continua suspenso, e as equipes terão que adotar as ferramentas de tecnologia necessárias para este fim. As unidades devem fixar cartazes contendo informações quanto às formas de prevenção, contágio e sintomas do Covid-19 em locais estratégicos e de fácil visualização dos servidores.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana