conecte-se conosco


Geral

PM deflagra operação para garantir segurança no ‘Liquida Centro’ em Cuiabá

Publicado

A Polícia Militar deflagrou a “Operação Líquida Centro” na região do Centro Histórico de Cuiabá. O reforço policial segue até o próximo sábado (13), com o objetivo de garantir a segurança de comerciantes e consumidores que pretendem aproveitar as ofertas da campanha de liquidação promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL).

Durante a operação, o número de policiais no centro de Cuiabá será reforçado, intensificando o policiamento com ações preventivas e ostensivas, com o objetivo de inibir crimes de roubos, furtos e tráfico de drogas.

O comandante de Policia Militar da área Central de Cuiabá, tenente-coronel Marcelo Moessa de Souza, explica que a operação é necessária por conta do grande número de pessoas circulando com dinheiro, cartões e objetos de valor em decorrência da campanha de liquidação.

O tenente-coronel Moessa orienta ainda a população a optar pelo o uso de cartões para realizar compras e utilizar o transporte coletivo, caso o volume de sacolas seja menor. Se o optar ir ao centro com veículo particular, a PM orienta os motoristas a procurar locais seguros para guardar o veículo.

Leia Também:  Ex-diretores, policiais militares e dois detentos são indiciados por entrada de celulares na Penitenciária Central

“Neste período é recomendável que os consumidores venham de ônibus para a região central, evitando transtornos com estacionamentos. Se for comprar muito e tiver que vim com veículo próprio, escolha um local seguro para deixá-lo. Evitar andar também com objetos de valor como jóias, relógios e ficar atento ao utilizar o celular também garante maior tranquilidade à população que vai as compras”, ressalta o tenente-coronel.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

Várzea Grande convoca mais 93 profissionais da saúde pública aprovados em concurso

Publicado


A prefeita Lucimar Campos (DEM), que convocou os aprovados em concurso

Mais 93 aprovados no último concurso público para a Saúde Pública foram convocados para assumirem suas funções.

Realizado em 2018, para todas as áreas da administração de Várzea Grande com mais de 2,6 mil vagas, na área de saúde estão sendo convocados futuros servidores que ficaram como classificados, já que todos os aprovados foram convocados para assumir suas funções.

Entre os convocados estão médicos, enfermeiros, agentes administrativos, sendo 04 Cirurgiões gerais; 12 Clínicos; 1 Neonatologista, 1 Neurocirurgião, 10 ortopedistas, 1 Endocrinologista, 02 Anestesiologista, 3 Fisioterapeutas, 10 Gestores Públicos do SUS; 4 Psicólogos, 10 Enfermeiros, 6 Farmacêuticos e 6 nutricionistas, além de servidores administrativos.

“Se estamos abrindo novas unidades de saúde necessitamos de novos profissionais e com isto estamos melhorando o nosso atendimento e principalmente ofertando mais serviço. Temos o servidor público como o principal instrumento do Poder Público para atender a população, pois não se faz saúde de qualidade sem profissionais, assim como não se faz educação de nível, sem professores, sem educadores e assim por diante”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos ao assinar a convocação dos novos aprovados.

Leia Também:  MPE investiga funcionário por ser agressivo com alunos e fazer sexo em carro no pátio de escola pública em Cuiabá

Ela sinalizou ainda que o concurso de 2018 tem validade de dois anos prorrogáveis por mais dois anos e no primeiro semestre deste ano de 2019 o mesmo completou um ano, portanto, antes de completar os dois primeiros anos, os aprovados já terão sido chamados a prestarem serviço de interesse da população e da cidade de Várzea Grande.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes sinalizou que desde 2015 quando a prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu a gestão pública em Várzea Grande, foram diversas unidades de saúde inauguradas como as UPAs IPASE e Dr. Farid Seror, as novas alas do Hospital Pronto Socorro de Várzea Grande e agora a segunda UBS, pois em 2017 foi entrega a UBS São Simão/Ouro Verde/Colinas Douradas e agora a UBS Flor do Ipê/Helio Ponce/ Jardim União/ Residencial Aurília Salles Curvo, Noise Curvo, Joaquim Curvo/ São Gonçalo/ Carrapicho entre outros.

“Investimos forte e com planejamento, mas saúde pública tem certas nuances que demandam tempo para os primeiros resultados e isto já é possível sentir”, disse o secretário Diógenes Marcondes apontando que em três anos de funcionamento, a UPA IPASE atendeu mais de 450 mil pacientes que realizaram mais de 2 milhões de procedimentos médicos e odontológicos em uma clara demonstração dos resultados positivos em prol daqueles que precisam da saúde pública para ver seus anseios atendidos.

Leia Também:  Sinfra entrega sete ônibus aos municípios de Santo Antônio e Chapada dos Guimarães

Continue lendo

Geral

Hospital Geral promove mutirão de Angioplastia com Stent para pacientes do SUS

Publicado

Para reduzir a fila de espera por procedimentos na especialidade cardiológica, o Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá (HG) em parceria com a Central de Regulação e a empresa Sonicardio realizaram neste mês de julho, um mutirão para angioplastias com stent coronário.

Segundo a presidente do HG, Dra. Flávia Silvestre, o objetivo é reduzir a grande demanda de pacientes que há muito tempo aguardam por uma consulta ou procedimento nesta especialidade que somos referência estadual. Nosso objetivo é reduzir pelo menos 30% a fila de espera, onde 100% dos pacientes são usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Com o mutirão, estima-se que sejam atendidos somente neste mês 100 pacientes a mais da nossa contratualização de atendimentos. Espero que possamos reduzir o alto índice de demandas paradas na Central de Regulação, e assim podermos proporcionar mais saúde e qualidade de vida para os pacientes”, comenta a presidente.

Doenças cardiovasculares matam 17,3 milhões de pessoas no mundo anualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dessas mortes, 80% ocorrem nos países em desenvolvimentos, entre eles o Brasil.

De acordo com o cardiologista e hemodinamicista da Sonicardio, Dr. Danilo Arruda, a doença da artéria coronária é conhecida popularmente por veia entupida. Ela se manifesta sob três aspectos: Angina de Peito, Infarto Agudo do Miocárdio e Morte Súbita. “A cada dois minutos uma pessoa morre por alguma cardiopatia no Brasil, pesquisas apontam que em 2040 cerca de 50% dos brasileiros terão manifestado alguma doença cardiovascular”, alerta o médico.

Leia Também:  Servidores do Detran decidem aderir à greve geral na sexta-feira contra a reforma da Previdência

Uma das principais causas de óbito no país é o infarto agudo do miocárdio, que tira a vida de até 15% das pessoas atingidas. Os que sobrevivem à contração ou ao entupimento da artéria coronária costumam ser submetidos à angioplastia coronariana.

Dr. Danilo explica que doenças do coração são desencadeadas pelo tabagismo, hipertensão arterial, colesterol alto, diabetes, sedentarismo e estresse, entre outros fatores evitáveis. “O mutirão é promovido em caráter multidisciplinar, para que o paciente receba cuidado integral à saúde com base em orientações nutricionais e farmacológicas”.

Para possibilitar esta ação a equipe da Sonicardio foi composta pelos médicos Danilo Arruda, Danilo Arruda Júnior, Juliano Slhessarenko, Danilo Fadul e Carlos Carretoni contando com a retaguarda da equipe da Unidade de Terapia Intensiva Coronariana (UCO), da Enfermaria da Clínica Cardiológica, e apoio do PRM em Cardiologia.

Atualmente, o tempo médio de espera para uma consulta cardiológica eletiva é de seis meses. Todas as consultas e cirurgias que estão sendo realizadas são custeadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com apoio da Secretaria Municipal e Estadual de Saúde de Mato Grosso.

Leia Também:  Três morrem e 26 pessoas são vítimas de homofobia no primeiro trimestre em Mato Grosso

Flávia ressalta que a equipe médica não mediu esforços para realizar de seis a 10 angioplastias por dia, dando agilidade e alta hospitalar para os pacientes. “Com isso, reduz os custos financeiros e especialmente o custo social e emocional do paciente, que na maioria dos eram provenientes do interior do Estado”.

O cardiologista lembra ainda que essa ação é muito importante para agilizar o atendimento à população, de forma que os pacientes tenham suas demandas diagnosticadas o quanto antes, para se dar o tratamento devido quando for o caso.

Satisfação

Além dos pacientes que estavam na espera, há casos como o de dona Helena de Carvalho, de 73 anos, que necessitava de angioplastia. A aposentada foi informada sobre o mutirão através da Central de Regulação. “Achei maravilhosa a iniciativa dos médicos em fazerem esse mutirão, porque estou na fila há dois meses. Já fiz a angioplastia e posso voltar para casa”, relatou.

Quem ficou satisfeito também foi seu Ramão Benites, de 45 anos, em maio deste ano, ele foi acometido de enfarto e submetido a cateterismo com implante de dois stent farmacológico.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana