conecte-se conosco


Policial

PM apreende 405 Kg de drogas e prende cinco suspeitos durante operação

Publicado

Grande parte da droga, cerca de 315 quilos, estava em sete caixas de papelão enterradas dentro do chiqueiro de criação de porcos [Foto – PMMT]

Uma operação da Polícia Militar que mobilizou policiais do Serviço de Inteligência e do Comando de Ação Rápida(CAR) do 11° Batalhão levou à prisão de cinco suspeitos, entre eles uma mulher, e apreensão de 444 tabletes de maconha, totalizando 405 quilos.

Essa ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (29), em Sinop (a 500 km de Cuiabá), em uma chácara na região do Bairro Alto Gloria. Além do entorpecente, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380, possivelmente utilizada na tentativa de homicídio. Também foram apreendidos mais de R$ 4 mil escondidos embaixo do colchão de um dos presos.

Grande parte da droga, cerca de 315 quilos, estava em sete caixas de papelão enterradas dentro do chiqueiro de criação de porcos. Outra parte escondida em uma área de mata.

Um dos presos, de 20 anos, é apontado como chefe de facção criminosa. Os demais suspeitos têm 19, 22, 24 (a mulher) e 36 anos, e também fariam parte da mesma organização criminosa.

O coronel Wesney de Castro Sodré, comandante do 3° Comando Regional em Sinop, explicou que a ação que resultou nessa apreensão teve iniciou após a prisão de um rapaz, dias atrás, suspeito cometer uma tentativa de homicídio na mesma região da cidade, bairro Alto da Glória.

A partir dessa ocorrência a PM recebeu denúncias e passou a apurar informações sobre um local que estaria armazenando grande quantidade de droga, capaz de abastecer as “bocas de fumo” da região por um bom período.

Todos os presos, a droga e demais produtos apreendidos foram entregues na Delegacia de Polícia de Sinop para que pudessem ser autuados por tráfico com base na lei 11.343/2006

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Indígena de 14 anos é assassinada com tiro no rosto e marido é preso suspeito do crime

Publicado

Um indígena responsável pela morte de sua companheira, também indígena e menor de idade, foi autuado em flagrante pela Polícia Civil na tarde de quarta-feira (24), poucas horas depois do crime ocorrido em Juara (709 km a médio norte de Cuiabá).

O suspeito, de 19 anos, foi autuado em flagrante pelo homicídio simples da companheira de 14 anos. O fato ocorreu na manhã de terça-feira (24), em meio a área de floresta, próximo da Aldeia Indígena Mayro. A aldeia fica a 70 km de distância da cidade e o acesso é por um trecho de 50 km de estrada de terra e mais uma hora de barco.

O casal da mesma etnia e vivia um relacionamento conjugal há cerca de um ano. A menor morreu após ser atingida na face por um disparo de espingarda calibre 32, efetuado acidentalmente pelo companheiro. O irmão da vítima estava no momento dos fatos e presenciou todo o ocorrido.

Após efetuar o disparo que atingiu a companheira, os dois (autor e o irmão) a socorreram a vítima de embarcação até a aldeia para atendimento médico, porém a menor indígena não resistiu ao ferimento e morreu antes de chegar ao atendimento.

De acordo com o delegado de Juara, Carlos Henrique Engelmann, depois de detido o suspeito foi encaminhado para delegacia onde foi interrogado. “Em depoimento, o jovem indígena alegou que acreditava que arma de fogo estivesse descarregada, e que não tinha intenção de matar a companheira, a quem disse que amava”, pontuou o delegado.

Em seguida o conduzido foi autuado em flagrante por homicídio simples, e posteriormente encaminhado para Cadeia Pública de Juara, ficando à disposição da Justiça.

 

 

Continue lendo

Policial

Dupla envolvida com tráfico de drogas, furto e receptação é presa pela Polícia Civil em Água Boa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois jovens envolvidos em crimes de tráfico de drogas, furto e receptação em Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) foram presos em flagrante pela Polícia Civil do município, na tarde de terça-feira (24.11), durante investigação para esclarecimento do crime. 

Na ação foram apreendidas porções de droga, dinheiro e um automóvel. Os suspeitos, de 21 e 26 anos, foram presos em flagrante por tráfico de drogas, furto, receptação e corrupção de menores, após rápido trabalho policial de combate a criminalidade.

Durante as diligências para apurar o furto de duas baterias. ocorrido na madrugada de terça-feira (24), os investigadores de Água Boa descobriram que os produtos subtraídos estavam em um imóvel onde funcionava como ponto de venda de entorpecentes.

Com base nas suspeitas, os policiais civis foram até o endereço no bairro Operário, e surpreenderam os dois suspeitos com as duas baterias furtadas. Uma menor de idade foi encontrada no local.

Além dos dois objetos recuperados, na residência também foram apreendidas aproximadamente 80 porções de droga, entre cocaína e crack, embaladas e prontas para a venda, a quantia em dinheiro de mais de R$ 700 e um veículo Gol.

Diante do flagrante, os dois rapazes foram detidos e levados para a Delegacia de Água Boa, onde foram interrogados pelo delegado Gutemberg de Lucena Almeida, e autuados pelos crimes tráfico de drogas, furto, receptação e corrupção de menores. Já a adolescente conduzida, depois da oitiva e esclarecimentos foi liberada.

O delegado da cidade parabenizou a equipe de Água Boa pela dedicação e empenho no trabalho diário de investigação. “A Polícia Civil em Água Boa continua sua luta em defesa da sociedade e combate firme ao tráfico de drogas e outros crimes na cidade. Confie. Colabore. Denuncie. Ligue 197”, destacou Gutemberg de Lucena Almeida.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana