conecte-se conosco


Esportes

Planejamento, grana e título: quanto vale o ‘jogo do semestre’ para o Flamengo?

Publicado

Lance


Abel Braga de braços cruzados
Delmiro Junior/Parceiro/Agência O Dia

Abel Braga está na corda bamba e pode ser demitido do Flamengo em caso de queda

O Flamengo joga o seu futuro na temporada no gramado do Campeón Del Siglo, em Montevidéu. A conta é simples: basta um empate para garantir a classificação matemática para as oitavas da final da Copa Libertadores . O problema é que terá frente o Peñarol (URU), adversário desta quarta-feira, às 21h45, que também precisa vencer para avançar.

Leia também: Lateral do Flu acusa torcedores do Grêmio de racismo contra Yony González

Pressionado dentro e fora de campo, o  Flamengo joga por muito mais que apenas uma vitória.

“Será diferente como foi no Rio de Janeiro porque o torcedor lá (no Uruguai) empurra, então vamos ver. Mas os jogadores merecem, é a única coisa que nos machucou até agora, que esteve fora do contexto normal – não foi perder para o Inter, empatar com o São Paulo, nada disso. O jogo do semestre é este de quarta-feira”, declarou Abel Braga após a partida contra o São Paulo.

O planejamento da temporada do Flamengo passa pela classificação às oitavas da Libertadores. Sabendo que os títulos da Flórida Cup e do Campeonato Carioca não têm o peso esperado, o Rubro-Negro olha para o torneio internacional como grande objetivo. O próprio Abel Braga declarou que “daria a vida” para ganhar este título, que o clube não conquista de 1981.

A Libertadores também interferiu no investimento do Flamengo para 2019. Arrascaeta custou R$ 63,7 milhões e chegou com status de contratação mais cara da história do clube. No ano anterior, Vitinho já havia sido contratado por R$ 44 milhões. Bruno Henrique e Gabigol, este por empréstimo, reforçaram o poderio financeiro do Rubro-Negro. Ser eliminado na primeira fase seria frustante pela quebra da expectativa criada. 

Leia também: Lucas Paquetá é expulso de campo após dar tapa em árbitro

Também por isso, o lucro obtido com o Maracanã está em pauta. A fase de mata-mata atrai mais público, o preço dos ingressos sobe e a renda é maior. Além disso, o estádio está sob comando do Flamengo, o que aumenta a chance de lucro. Por exemplo, o Cruzeiro desembolsou R$ 19,5 milhões apenas com bilheteria na Libertadores e Copa do Brasil em 2018. Uma eliminação faria uma importante fonte de renda ir por água abaixo. 

Quanto a premiações, é importante lembrar que a Conmebol dobrou mais uma vez prêmio da Libertadores – o campeão vai ganhar R$ 47 milhões em 2019. Outra novidade para este ano foi o aumento do cachê de participação dos brasileiros. Uma classificação às oitavas garantiria 1,05 milhão de dólares (cerca de R$ 4,1 milhões na conversão atual) para o Flamengo. 

Leia também: Pivô de polêmica, “Gato da Copinha” é campeão da Série A3 pelo Audax

O futuro de Abel Braga também está em jogo. Classificado, se mantém no cargo. Eliminado, enfrentará uma forte pressão interna de pessoas que já observam o mercado em caso de demissão. A realidade é que é vida ou morte para o Flamengo , Abel Braga e para todo o planejamento do futebol contra o Peñarol, nesta quarta-feira. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Em jogos adiados, Luverdense vence a primeira e afunda Mixto; União e Sinop empatam

Publicado

O União vacilou em casa e perdeu a chance de continuar encostando na ponta

Futebolpress

O  Cuiabá foi o grande beneficiado com a reposição das duas partidas disputadas neste sábado 22, fechando a quarta rodada (que foram adiadas por causa da Copa do Brasil), em que o União empatou com o Sinop em 1 a 1 , no Luthero Lopes, e o Luverdense venceu o Araguaia por 1 a 0, em Barra do Garças, no Zeca Costa.

Com os dois repostos, o União que poderia se manter com a mesma pontuação do Cuiabá, empatou com o Sinop, e terminou com 14 pontos – o Cuiabá agora é líder isolado, com 16, mas o Sinop subiu uma posição e entrou no G4, com dez pontos.

Os gols da partida foram anotados por Fogaça, abrindo o marcador para o visitante, e o União empatou no fim através de Bruno. O Sinop ainda perdeu uma penalidade, mal cobrada por Andrezinho.

Em Barra do Garças, no Zeca Costa, o Luverdense enfim desencantou e achou sua primeira vitória, batendo o time da casa, o Araguaia, por 1 a o, sob fortes chuvas. O único gol da partida foi marcado por Mendes, escorando um cruzamento de Alan.  Foi a primeira vitória do Verdão do Norte em todo campeonato, sob o novo comando do técnico Toninho Pesso.

Com a vitória, o Luverdense fez cinco pontos,  se afastou da zona de rebaixamento e  empurrou o Araguaia para a  provável degola. O Mixto, que tem quatro pontos, desceu para a vice-lanterna.

A sétima rodada do Campeonato Mato-grossense está agendada com cinco jogos para o dia 1 de março, um sábado.

Continue lendo

Esportes

Mato-grossense: jogos atrasados da quarta rodada acontecem neste sábado

Publicado

Dois jogos agendados para este sábado 22, que foram adiados da quarta rodada – em razão da Copa do Brasil,   podem mudar a posição dos times na tabela de classificação e redefinir a classificação do Campeonato Mato-grossense, principalmente no rodapé da página.

Em Rondonópolis, o vice-líder União, com 13 pontos, recebe o Sinop, na última posição do G4, com nove, para o clássico Norte-Sul, confronto marcado para às 19 horas, no Luthero Lopes.

O único desfalque do time da casa é o meia  João Emanuel, que tem uma lesão no inferior da coxa. “Devemos compor esse setor com Noede ou Henrique, disse o técnico Júlio César Nunes, que terá que vencer e superar seis gols de frente do Cuiabá, para chegar à ponta, hoje ocupada com o Cuiabá.

No lado do Sinop, Marcos Birigui, que vem de uma vitória de 3 a 1 sobre o Mixto, tem três ausências: o atacante Alan Júnior, o lateral Juninho e Vinícius, meia. Eles devem substituídos, respectivamente, por Diego Alan, Cristian e Brinquinho.

Briga no rodapé

Em Barra do Garças, o Araguaia, que ainda não pontuou e é o saco de pancadas da competição, recebe o Luverdense, que começou uma reação com o novo técnico Toninho Pesso, mas ainda está na zona de revbaixamento, com apenas dois pontos. O time do norte vem de um empate como União e o Araguaia foi goleado pelo Cuiabá, na rodada passada.

Com dois pontos, o Luverdense, vencendo, subiria para o oitavo ligar e deixaria a zona de rebaixamento. No caso de vitória do LEC, sobraria para o Mixto, que tem quatro pontos, e despencaria para a vice-lanterna. Ao Araguaia apenas a vitória interessa.

O jogo está agendado para o Zeca Costa, em Barra do Garças, às 16 horas. Um empate praticamente rebaixa o Araguaia e deixa o Luverdense em situação muito complicada.

Com estes dois jogos fechando a quarta rodada, o campeonato só terá prosseguimento após o Carnaval, no dia 1 de março.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana