conecte-se conosco


Polícia Federal

PF resgata venezuelanos submetidos à condição análoga à de escravo

Publicado

Ilhéus/BA – A Polícia Federal prendeu na quinta-feira (18/4), em Itabuna, sul da Bahia, dois homens – um brasileiro e um polonês – suspeitos de manter pelo menos nove venezuelanos em condições análogas à de escravo.

A ação foi realizada em conjunto com a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Ilhéus, a partir de informações prestadas à Polícia Federal por um dos venezuelanos que conseguiu fugir e procurou ajuda.

Conforme apurado, os venezuelanos eram atraídos para o Brasil, por meio de anúncios de emprego na internet, com promessas de salários de até 400 dólares, para trabalhar na manutenção de brinquedos de um parque de diversões. As passagens eram custeadas pelo aliciador e os valores gastos já passavam a compor, logo na chegada, a dívida dos trabalhadores, que era descontada dos seus salários. Além das passagens, também eram efetuados descontos referentes ao alojamento, à alimentação e à utilização de energia elétrica e internet, de forma que os trabalhadores acabavam submetidos a uma espécie de servidão decorrente das dívidas. Além disso, no local onde funcionavam tanto a oficina quanto o alojamento, foram constatadas as condições degradantes às quais os trabalhadores eram submetidos.

Todos os estrangeiros resgatados foram conduzidos à Polícia Federal, para prestarem depoimentos.

Os presos responderão pelos crimes de redução à condição análoga à de escravo e de tráfico de pessoas, previstos nos artigos 149 e 149-A do Código Penal, respectivamente, cujas penas, somadas, podem chegar a 16 anos de reclusão.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal resgata menores que haviam sido retirados ilegalmente do país

Publicado


Epitaciolândia/AC – A Polícia Federal encontrou, na tarde de ontem (16), próximo à fronteira com a Bolívia, duas crianças que eram procuradas no Brasil.

As crianças haviam sido retiradas do país pelo pai, que já tinha contra si um mandado de prisão, e estava extorquindo a mãe para retirar notícia de violência doméstica em seu desfavor, como meio de resgate para devolver os menores.

A mãe, que não havia consentido com a retirada do país, denunciou a extorsão à Polícia Federal, que prontamente diligenciou e acionou a Interpol, incluindo o mandado em difusão vermelha.

Em continuidade, a Policia Federal acionou suas adidâncias na Bolívia e na Colômbia, que agiram junto às policias locais para encontrar o paradeiro dos menores e do foragido.

Na tarde dessa sexta feira, a Polícia Federal obteve a informação que o fugitivo e as crianças haviam retornado ao Brasil, pela fronteira com a Bolívia. A equipe diligenciou até o local, vindo a encontrar os menores em uma fazenda. O procurado fugiu pela área de floresta em direção a Bolívia.

Após resgatados, os menores foram entregues à mãe.

Comunicação Social da PF

Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende 7 mil reais em notas falsas

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – Nesta sexta-feira (16/4), a Polícia Federal prendeu em flagrante, em uma agência dos Correios em Campo Grande, um homem que recebeu uma encomenda contendo grande quantidade de cédulas de 50 e 100 reais falsas, cujo montante chega aproximadamente a R$ 7 mil. O envolvido já havia sido preso anteriormente pela prática do mesmo delito.

A ação faz parte de um trabalho maior que visa coibir o comércio de moeda falsa pela internet, via Correios.

O homem foi conduzido para a Superintenderia da Polícia Federal no Rio de Janeiro, onde foi autuado pela prática do crime previsto no art. 289, § 1º, do Código Penal.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Fone: (21) 2203-4404 / 4405 / 4406 (atendimento à imprensa)
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana