conecte-se conosco


Polícia Federal

PF prende homem por fraude contra a CEF

Publicado

Macaé/RJ. Na tarde desta quinta-feira, 9/6, a Polícia Federal prendeu em flagrante um homem que tentava atualizar a senha da conta vinculada ao FGTS e efetuar saques na conta de terceiros em uma agência da Caixa Econômica Federal, na Região dos Lagos/RJ.

Foi constatado que ele se utilizava de documentos falsos em nome de terceiros para realizar cadastro no aplicativo Caixa Tem, em seguida efetuava transferências via PIX para várias contas bancárias. Além da prisão em flagrante, a ação resultou na apreensão de documentos falsos, que serão submetidos à perícia técnica criminal.

O preso foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Macaé para formalização do auto de prisão em flagrante e será encaminhado ao sistema prisional onde ficará à disposição da justiça.

Sua conduta se amolda ao crime de estelionato, com pena que pode chegar a 5 anos de prisão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.gov.br/pf

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

Comunicado – período de defeso eleitoral

Publicado

Brasília/DF – Diante das limitações e proibições impostas pela legislação eleitoral durante o período de Defeso Eleitoral – que se inicia em 2 de julho e termina em 2 de outubro, podendo ser estendido até 30 de outubro, no caso de eventual segundo turno, e conforme orientação contida no Ofício-Circular nº 257/2022/SEI-MCOM, as notícias publicadas até 01/07/2022 neste portal estão ocultas.

A Polícia Federal está à disposição por meio do e-mail [email protected] para envio de qualquer informação ou fato noticioso que teve que ser ocultado durante o período de defeso eleitoral.

Coordenação-Geral de Comunicação Social
[email protected]
(61)2024.8142

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Polícia Federal

PF deflagra operação de repressão a crimes patrimoniais

Publicado

Campo Grande/MS – Nesta sexta-feira (1/7), a Polícia Federal deflagrou a Operação Mokõi Hova, que teve como objetivo o cumprimento de dois mandados de prisão, expedidos pela Justiça Federal de Campo Grande/MS, na investigação do furto qualificado da agência Caixa Econômica Federal de Aquidauana/MS, na qual os autores destruíram a parede que dá acesso ao cofre e subtraíram vultosa quantia em dinheiro.

As investigações avançam para demonstrar a existência de uma organização criminosa dedicada à prática deste tipo de crime, tanto é que, recentemente, os mesmos indivíduos já haviam sido presos em situação similar à ocorrida em Aquidauana/MS. 

A apuração demonstrou que um dos presos nesta data fornecia informações essenciais para a atuação da organização criminosa, pois trabalhava como contratado da empresa que prestava serviços à CEF. 

 O nome da operação Mokõi Hova tem origem guarani e significa duas faces.

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul

@policiafederal

@policiafederalms

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana