conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga posse ilegal de arma de fogo no Espírito Santo

Publicado


Vila Velha/ES – A Polícia Federal nesta sexta-feira, 23/10, a Operação Bengala, com o objetivo de cumprir mandado de busca e apreensão, expedido pela 2ª Vara Criminal de Cariacica.

A operação contou com a participação de oito policiais federais e com o apoio de três militares do Exército Brasileiro, sendo realizado o cumprimento de um mandado de busca e apreensão no município de Cariacica/ES.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, verificou-se que o indivíduo cometeu crime de posse de arma de fogo em desacordo com determinação legal ou regulamentar, já que não soube explicar onde se encontrava um revólver calibre 38 registrado em seu nome junto ao Exército e que as armas na sua residência estavam acondicionadas em um armário em condições precárias e de fácil acesso, quando deveriam estar em recipientes do tipo cofre, caixas metálicas ou outro recipiente que dificulte sua retirada do local de guarda.

Foram aprendidas sete armas de fogo e 569 munições de diversos calibres.

O investigado foi preso em flagrante e conduzido a Polícia Federal, mas, como se trata de infração penal afiançável, foi arbitrada fiança.

 

ENTENDA O CASO

A operação ocorreu em face da troca de informações de inteligência entre as forças policiais integrantes da Força Tarefa de Cariacica do Plano de Enfrentamento a Crimes Violentos, tendo sido identificado um indivíduo, em Cariacica, que comprou uma grande quantidade de munições valendo-se de sua condição de atirador desportivo e que supostamente daria destinação ilícita aos produtos.

Após troca de informações com o Exército Brasileiro, foi confirmada a condição de atirador e de possuidor de oito armas de fogo e foi informado que ele adquiriu em 2019 mais de 40 mil munições e em 2020 aproximadamente 10 mil munições.

 

CRIMES INVESTIGADOS

O investigado responderá pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, previsto no artigo 12 da Lei 10.826 por cada posse irregular.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo

Telefone: (27) 3041-8051/8029

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal combate pornografia infantil no Amapá

Publicado


Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (4/12) a segunda fase da Operação Kori, que investigam a produção, o armazenamento e a divulgação na internet de imagens e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes no Amapá.

Policiais federais dão cumprimento a um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão na cidade de Santana/AP.

A operação de hoje é desdobramento da Operação Kori, deflagrada em maio desse ano, iniciada a partir de relatórios produzidos por unidade especializada da Polícia Federal, quando foram identificados usuários de aplicativo de mensagens, que compartilhavam arquivos com material pornográfico.

Na primeira fase foram presos em flagrante dois homens por armazenar conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente. Hoje, um dos homens foi alvo do mandado de prisão preventiva.

O investigado poderá responder, na medida de sua responsabilidade, pelo crime de armazenar conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente, e, se condenado, poderá cumprir pena de até 10 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (96) 3213-7500

Continue lendo

Polícia Federal

PF incinera 10,8 toneladas de drogas apreendidas no Rio Grande do Sul

Publicado


Porto Alegre/RS – A Polícia Federal incinerou, nesta sexta-feira (4/12), mais de 8,6 toneladas de drogas apreendidas em Porto Alegre, Chuí, Santana do Livramento, Santa Cruz do Sul e em Rio Grande.

Na semana passada (27/11), 2,2 toneladas de entorpecentes já haviam sido incineradas em Passo Fundo, resultado de apreensões realizadas pela Delegacia da Polícia Federal no município e pela unidade de Santo Ângelo.

Nas duas ações, foram destruídas 10,8 toneladas de drogas. A incineração de 10 toneladas de maconha e de 860 quilos de cocaína foi autorizada pela Justiça e realizada na CMPC Celulose Riograndense, em Guaíba, e na BSBIOS, em Passo Fundo.

A droga destruída hoje é o resultado de apreensões realizadas pela Polícia Federal em ações de combate ao tráfico de drogas e do trabalho de repressão de outras forças policiais.

Desde 2017, a Polícia Federal incinerou mais de 53 toneladas de drogas apreendidas no Rio Grande do Sul.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul
[email protected] | www.pf.gov.br
(51) 3235-9005/99717-3040

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana