conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga lavagem de dinheiro no Espírito Santo

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, deflagrou na terça-feira (20/8) a Operação Masqué, com objetivo de investigar crime de lavagem de dinheiro praticado por casal de empresários capixabas, sócios de empresas que atuavam no comércio exterior.

Cerca de 22 policiais federais e membros da Receita Federal cumpriram 4 mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e comerciais ligados aos investigados, em Vila Velha/ES e São Paulo/SP. A Justiça Federal determinou ainda o sequestro de imóveis, embarcações e valores, além da indisponibilidade de automóveis dos investigados.

A ação de hoje é um desdobramento de investigação que identificou a prática de evasão de divisas, entre os anos de 2009 e 2010, num total de cerca de U$ 100 milhões em 1178 contratos de câmbio fraudulentos. Com a participação de funcionários de uma corretora de câmbio, o grupo então investigado promovia a saída de divisas para o exterior repetindo as mesmas declarações de importação e faturas em vários contratos de câmbios diferentes.

Dessa forma, usando uma mesma declaração de importação em vários contratos de câmbio, os investigados simulavam diversas importações usando a documentação referente a apenas uma operação regular. Os pagamentos repetidos serviam, na verdade, para mandar dinheiro ilegalmente para fora do país.

Com o objetivo de investigar a ocultação e lavagem dos valores obtidos com as atividades ilegais dos investigados, a Operação Masqué possibilitou a identificação de 76 imóveis e 2 embarcações registradas em nomes de laranjas, um patrimônio oculto que supera os R$ 40 milhões. Todos esses bens foram sequestrados por determinação judicial.

Segundo dados da Receita Federal, as pessoas físicas e jurídicas investigadas possuem um débito já inscrito em dívida ativa no valor de R$ 894 milhões.

Além do casal de empresários, também é investigado um advogado que atua em São Paulo/SP, contratado para oferecer uma espécie de proteção contra a atuação de órgãos como a Receita Federal e a Polícia Federal, o qual já foi preso, no ano de 2017, em ação do GAECO do estado de São Paulo, por fatos análogos aos investigados na OPERAÇÃO MASQUÉ.

Os investigados responderão pelos crimes de lavagem de capitais (Lei 9.613/98).

 

 

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF prende casal por furto em sala de embarque de aeroporto internacional

Publicado

Belo Horizonte/MG – Na manhã de hoje, 28/2/2020, a Polícia Federal, com o apoio da Polícia Militar de Minas Gerais, prendeu um casal por furto realizado em sala de embarque do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte/MG.

O fato ocorreu após o desmaio de uma mulher, que se preparava para embarcar em voo com destino ao estado do Rio de Janeiro. Com a queda, seus pertences também foram ao chão. Conforme relatado no boletim de ocorrência, seu aparelho de telefone celular teria sido furtado pelo casal, que teria lhe dito para permanecer deitada à espera do socorro.

Após o contato com a passageira, o casal embarcou em um voo para Brasília/DF, em cujo aeroporto foi preso pela Polícia Federal logo no desembarque, com base na análise do vídeo gravado pelas câmeras de segurança do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Já na sede da Polícia Federal em Brasília, durante a lavratura do flagrante, constatou-se que o casal detinha cerca de outros 15 aparelhos celulares.

 

 

  

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende armas prende duas pessoas em Santo Antônio do Sudoeste

Publicado

Foz do Iguaçu/PR – Nesta sexta-feira (28/2), a Polícia Federal e a Força Nacional deram cumprimento a três mandados de busca e apreensão, expedidos pela Vara Criminal de Santo Antônio do Sudoeste/PR, em uma operação destinada a apurar denúncias a respeito da existência de armas de fogo ilegais.

Como resultado das diligências, foram apreendidos um revólver calibre .38, uma pistola calibre .380 e 11 munições, duas pessoas foram presas em flagrante pela posse de arma de fogo sem o devido registro legal.

Um dos homens tinha um mandado de prisão preventiva expedido pelo crime de lesão corporal grave e também responde pelos crimes de porte ilegal de armas e homicídio.

Os presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio do Sudoeste, onde foram autuados em flagrante. Após pagar a fiança, um deles foi liberado. O outro permanece preso em razão do mandado.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu
Contato: (45) 3576-5515

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana