conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga grupo especializado em estelionato e obtenção de empréstimos fraudulentos no DF

Publicado

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou na quarta-feira (4/12) a Operação Hemera, com o objetivo de aprofundar as investigações sobre uma organização criminosa especializada em realizar crimes de estelionato e obter empréstimos fraudulentos. Os policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão na região de Brasília.

O grupo obtinha os dados de vítimas, especialmente de funcionários públicos com alto rendimento, e falsificava os documentos de identidade dessas pessoas. Com a documentação falsa, a quadrilha contratava créditos consignados e financiamentos de veículos em nome das vítimas.

Os envolvidos responderão pelos crimes de obtenção fraudulenta de empréstimo, falsificação de documento público e estelionato, cujas penas máximas chegam a seis anos de reclusão.

O nome da operação se deve ao fato de que Heméra era conhecida com a deusa da mentira e da persuasão.

  

 

Contato: (61) 2024-7557

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF incinera 10 toneladas de drogas em Goiás

Publicado


Goiânia/GO – A Polícia Federal realizou hoje (01/10), numa usina na Cidade de Goianésia/GO, a incineração de cerca de 10 toneladas de maconha, 23 quilos de cocaína e mais de 102 mil comprimidos de ecstasy. 

A maior parte da droga foi apreendida nos últimos dois meses, no bojo dos trabalhos desenvolvidos pela PF no Estado.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Goiás

[email protected] | www.pf.gov.br

(62)3240-9607

(62)99216-6260

 

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal deflagra a Operação Sabotagem para investigar pessoas ligadas à facção criminosa no Rio de Janeiro e em São Paulo

Publicado


Angra dos Reis/RJ – A Polícia Federal deflagrou hoje (1/10), em Angra dos Reis/RJ, a Operação Sabotagem, com o objetivo identificar pessoas que atuavam como “laranjas” para um dos líderes de uma famosa facção criminosa. Além disso, foram apreendidos documentos e celulares. Policiais federais deram cumprimento a mandados de busca e apreensão, nos municípios de Angra dos Reis, São Vicente/SP e Santos/SP. 

Esta é mais uma das diversas ações, desencadeadas pela Polícia Federal, que apuram delitos de lavagem de dinheiro e organização criminosa e tem como foco a descapitalização de integrantes de uma facção criminosa que possui atuação nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

O narcotraficante, que teve sua prisão decretada em 2019, era acusado de esquematizar o comércio de drogas, via Porto de Santos, o maior da América Latina, sendo a principal ligação marítima entre o Brasil e a Europa. No decorrer das investigações, a Polícia Federal identificou diversos imóveis de alto padrão em Angra dos Reis/RJ em nome de pessoas que declaram renda mensal equivalente a um salário mínimo, algumas, inclusive, recebendo auxílio emergencial.

Os bens, avaliados entre R$ 2,5 a R$ 5 milhões já foram bloqueados pela Justiça, a pedido da Polícia Federal, que segue com as investigações.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

 

***O nome da Operação faz alusão à influência de integrantes da organização criminosa em relação à obstrução das investigações, caracterizada pela ausência de colaboração dos envolvidos por temor à facção.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana