conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga gerente que extorquia empresas contratadas para prestar segurança às agências bancárias

Publicado

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12/11) a Operação Saruman, para combater atuação de um gerente da Caixa Econômica Federal, que estaria, na qualidade de fiscal de contrato, extorquindo empresa de segurança privada contratada pelo banco para prestar segurança às diversas agências bancárias em Minas Gerais.

Foram cumpridos três mandados judiciais de busca e apreensão, dois em Belo Horizonte e um em Varginha/MG. Um dos mandados foi cumprido na gerência do banco.

O gerente era responsável pela elaboração dos editais de licitação, contratação e posterior fiscalização dos serviços de diversas empresas de segurança privada contratadas para prestar segurança às agências no Estado. Nessa função, passou a exigir vantagens de empresários, sob pena de inviabilizar o recebimento de faturas apresentadas para pagamento pelos serviços. Há, ainda, suspeitas de falsificação em guias de recolhimento de FGTS, visando a desonerar as empresas contratadas e, por conseguinte, possibilitar o pagamento de propinas. Estima-se que somente uma das empresas contratadas tenha pago em torno de R$ 1 milhão a título de propina para o investigado. Pelos serviços contratados, o banco paga mais de R$ 9 milhões por mês para prover a segurança de suas agências em Minas Gerais.

A Polícia Federal conta com o apoio da Corregedoria da CEF nesta operação, sendo que o inquérito policial visa, agora, a descobrir se outras oito empresas contratadas pelo banco no Estado também foram vítimas da atuação criminosa do investigado.

O envolvido responderá pelo crime de concussão, previsto no artigo 316 do Código Penal, com pena máxima de oito anos, havendo possibilidade de envolvimento de outras pessoas, inclusive outros servidores do banco, configurando uma associação criminosa que poderá elevar a pena para mais de 12 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

(31) 3330-5270

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

Polícia Federal disponibiliza curso de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas

Publicado


.

Brasília/DF – A Polícia Federal disponibiliza gratuitamente, a partir de hoje, o Curso de Introdução à Prevenção ao Uso Indevido de Drogas, na modalidade à distância, em celebração ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas.

A iniciativa integra a atuação da Polícia Federal durante a Semana Nacional de Políticas sobre Drogas do Governo Federal e faz parte da estratégia do órgão de enfrentar esse grave problema em diversas frentes de atuação.

Além da apreensão de drogas, a Polícia Federal atua fortemente na descapitalização das organizações criminosas, com o sequestro de bens de alto valor adquiridos com o lucro do tráfico ilícito, a partir de investigações complexas de lavagem de dinheiro, além de outras ações estrategicamente integradas.

Nesse contexto, o Grupo de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas da Polícia Federal (GPRED) realiza atividades junto a crianças, jovens, professores e famílias, buscando atuar, também, na redução da demanda de drogas por meio do fortalecimento da rede de proteção e redução dos fatores de risco, conforme diretrizes internacionais.

O curso lançado nesta data visa apresentar alguns aspectos básicos, em preparação ou reforço ao trabalho realizado pelo GPRED e pode ser acessado no endereço https://ead.dpf.gov.br, na opção “ANP Cidadã – Público”.

Consultas sobre a disponibilidade de outras ações do GPRED em sua região podem ser obtidas por meio do e-mail [email protected]

 

Comunicação Social da PF

Continue lendo

Polícia Federal

PF incinera 1.130 kg de drogas apreendidas em diversas ações em Pernambuco

Publicado


.

Recife/PE – A Polícia Federal, com participação da APEVISA- Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária e Ministério Público Estadual, realizou nesta sexta-feira (26/6) a incineração de diversos tipos de drogas apreendidas no curso da investigação de mais de 25 inquéritos policiais envolvendo tráfico de drogas. As drogas foram incineradas com a devida autorização judicial.

Por motivos estratégicos e de segurança o endereço e o nome da indústria, onde ocorreu a queima do material entorpecente ,serão mantidos em sigilo. Na ocasião foram destruídas mais de 1.130 kg de entorpecentes entre (cocaína, maconha, skank, haxixe e metanfetamina).

A ação de hoje faz parte das atividades que marcam a Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas 2020, realizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, no período de 19 a 26 de junho, e aconteceu na data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU), a partir de 1987, para o Dia Internacional de Combate às Drogas (26/06).

 Além das ações de combate às drogas, a PF em Pernambuco promove atividades socioeducativas e palestras por meio do Grupo de Prevenção ao uso Indevido de Drogas-GPRED. O evento foi acompanhado por forte esquema de segurança e seguiu as recomendações de saúde impostas pela pandemia do coronavírus, com o uso de EPI’s e adoção de medidas preventivas para evitar aglomerações.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Contato: (81) 2137-4076
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana