conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga fraudes no recebimento de benefícios do programa Bolsa Família

Publicado

Corumbá/MS – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12/11) a Operação Sodalitia, que investiga suspeitas de fraudes no recebimento de benefícios do programa Bolsa Família. As irregularidades detectadas envolveriam o não-preenchimento dos requisitos necessários para ter direito ao recebimento do benefício assistencial pelo Governo Federal, devido à falta de fiscalização da situação socioeconômica dos requerentes, que deveria ser feita a contento pela Prefeitura de Ladário/MS.

Cerca de 30 policiais federais estão cumprindo três mandados de busca e apreensão, emitidos pelo Juízo da Vara Federal de Corumbá/MS, na Secretaria Municipal de Assistência Social, no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e no CREAS – Centro de Referência Especializada em Assistência Social, de Ladário/MS. As buscas visam verificar a existência de benefícios concedidos ou mantidos indevidamente em favor de indivíduos que não preencham os requisitos do benefício, tais como a composição familiar e a renda per capita. 

No transcorrer das investigações, foram coletados indícios de que o benefício teria sido concedido amplamente, ou seja, a qualquer pessoa que declarasse, por conta própria, preencher os requisitos do programa. Não havia verificação da veracidade das informações prestadas e também não teriam sido realizadas devidamente as inspeções posteriores nas residências, por meio de visitas e entrevistas por parte da Secretaria Municipal de Assistência Social junto aos beneficiários do programa.

Tal situação teria permitido que o benefício fosse concedido e continuado o pagamento para pessoas que, na realidade, não teriam direito ao Bolsa Família, o qual é destinado exclusivamente a famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

É importante ressaltar que a ação da Polícia Federal na data de hoje não acarretará na suspensão do Bolsa Família ou de qualquer benefício ou serviço prestado pelo Município de Ladário/MS. 

O nome da operação remete aos primórdios da assistência social no mundo, quando, na Roma Antiga, havia os SODALITIA, que eram espécies de associações (collegia) que cuidavam da assistência dos idosos, doentes e pobres.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul

Contato: (67) 3368-1105

E-mail: [email protected]

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF e forças de segurança realizam apreensão de caminhão com carregamento ilícito de cigarros paraguaios

Publicado


.

Guaíra/PR – Na madrugada de quinta feira, dia 09/07, mais uma grande apreensão foi realizada por equipes que participam da OPERAÇÃO HÓRUS, integrada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON e COE/BOPE da PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, FORÇA NACIONAL e pelo EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

 Durante patrulhamento de rotina na zona rural de Guaíra/PR, policiais desta integração visualizaram movimentação suspeita em propriedade rural da região e resolveram realizar aproximação para fiscalização.

 Na tentativa de abordagem, os policiais realizaram acompanhamento tático de um caminhão, mas os criminosos empreenderam fuga em meio à plantação de milho, não sendo localizados. Foram apreendidos um caminhão Mercedes Benz 1113 * e aproximadamente *500 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai.

Os materiais apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Guaíra para os procedimentos de praxe.

 

 

Comunicação Social PF/Guaíra/PR

Disque denúncia: (44) 3642-9131

 

Comunicação Social BPFRON/PMPR

Disque denúncia: (41) 9106-6815

Continue lendo

Polícia Federal

Operação Medida por Medida investiga grupo criminoso que atuava no Instituto de Pesos e Medidas do Amapá

Publicado


.

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (9/7), a Operação Medida por Medida*, para desarticular organização criminosa que atuava na ocultação e/ou supressão de processos destinados à aplicação de penalidades pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Amapá (IPEM/AP), no Amapá.

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão, em residências e escritório de advocacia em Macapá/AP. Durante as buscas, dois homens foram presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições e conduzidos à Superintendência da Polícia Federal para lavratura da prisão em flagrante. As armas e munições foram apreendidas.

As investigações iniciadas através de denúncia  apontaram para o desaparecimento, ocorrido no ano de 2015, de processos de multas aplicadas por descumprimento de normais legais à empresa comercial varejista de combustíveis automotivos. Apurou-se que os investigados, de forma deliberada, negociavam os processos suprimidos, tendo cada participante da organização papel fundamental no esquema criminoso. No total, desapareceram 22 processos de multas aplicadas pelo IPEM/AP à empresa investigada, cuja soma dos valores das penalidades ultrapassa R$ 500 mil.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de organização criminosa e contra a fé pública. Se condenados, poderão cumprir pena de até 14 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

[email protected]

 www.pf.gov.br

(96) 3213-7500

*Medida por Medida é o nome de uma peça escrita por Shakespeare que faz referência aos que deveriam cuidar da coisa pública, mas não o fazem por motivações pessoais.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana