conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga esquema de fraudes em licitações e desvios de recursos públicos da Saúde em Roraima

Publicado


Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 16/10, a segunda fase da operação Godfather, deflagrada em 19/12/2019, que desarticulou um grupo criminoso que atuaria em fraudes em licitações e desvios de recursos públicos da Saúde em Roraima.

 

Policiais federais cumprem 4 mandados de busca e apreensão, em Boa Vista/RR, expedidos pela 4ª Vara Federal de Roraima, após representação da Autoridade Policial e manifestação favorável do Ministério Público Federal.

 

O inquérito policial aponta para fraudes envolvendo mais de R$14 milhões em contratos da Secretaria de Saúde de Roraima, nos períodos entre agosto de 2017 e abril de 2019. As investigações indicam que um empresário e ex-parlamentar federal exerceria ingerências na Secretaria, tanto durante quanto após seu mandato, condicionando pagamentos que deveriam ser feitos pelo órgão à empresa do esquema ao recebimento de propinas. Também é alvo das medidas um Procurador do Estado, que receberia valores do esquema.

 

As investigações indicaram propinas seriam distribuídas para viabilizar os pagamentos de faturas, permitir a renovação de contratos e garantir o atesto fraudulento de recebimento de refeições destinadas aos hospitais da rede pública.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

Contato: [email protected]

(95)3261-1500.

 

***O nome da operação faz alusão ao sobrenome do principal personagem do filme “O Poderoso Chefão”, o qual é coincidente com o nome da principal empresa investigada.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal combate trabalho escravo no Pará e na Bahia

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal participou, no período de 3 a 24 de outubro, de operações de repressão ao trabalho escravo em apoio ao Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM), uma força tarefa de repressão ao trabalho escravo que conta com a participação da PF, MPT e SIT.

Foram realizados os resgates de 5 trabalhadores no Estado do Pará e de mais 37 trabalhadores no Estado da Bahia.

O resgate no Pará ocorreu no município de Portel/PA, na Ilha do Marajó, local de difícil acesso em que a equipe policial, e demais integrantes da fiscalização, tiveram que navegar durante 3 dias pelos rios Pará e Flechal para chegarem ao local onde os trabalhadores foram encontrados em péssimas condições de vida e de trabalho.

Já no Estado da Bahia, o resgate ocorreu em Várzea Nova, Jacobina e Mulungu do Morto, áreas de produção de sisal, atividade tradicional no centro norte baiano.

Entre os trabalhadores resgatados havia um idoso de 67 anos que recebia, semanalmente, ínfimo rendimento, tendo revelado que nunca recebeu os direitos trabalhistas.

O resgate, em ambos os Estados, foram realizados em razão das condições degradantes existentes e pelas precárias condições de trabalho, vida e moradia encontradas, além da constatação da exploração econômica e do risco à integridade física dos resgatados.

Os responsáveis foram notificados a regularizar a situação dos trabalhadores, quitando as verbas salariais, rescisórias e demais direitos trabalhistas, além do dano moral individualmente estipulado.

A Polícia Federal, em conjunto com as instituições parceiras, ao longo desse ano, vem intensificando a sua atuação no combate ao crime de redução à condição análoga à de escravo, efetuando operações policiais voltadas a reprimir essas violações de direitos humanos e a efetuar o resgate das vítimas.

 

Comunicação Social da PF
61 2024 8142

Continue lendo

Polícia Federal

PF, em ação integrada, apreende mais de uma tonelada de cocaína

Publicado


Vilhena/RO – Na sexta-feira (23/10), em uma ação integrada entre POLÍCIA FEDERAL, CIOPAER/MT, GEFRON/MT, PM/MT e SAEG/GO, foi apreendida mais de uma tonelada de cocaína e uma camionete.

A ação policial contou com a participação de mais de 30 policiais dos estados de Mato Grosso, Rondônia e Goiás, além de um helicóptero e diversas viaturas por terra.

A apreensão da droga aconteceu em uma região de mata nas proximidades da divisa de Mato Grosso e Rondônia, bem como da fronteira entre Brasil e Bolívia.

A Polícia Federal informa que seguem investigações a fim de identificar todos os envolvidos no crime, que responderão pela prática de tráfico internacional de drogas e, também, por integrarem organização criminosa, além de outros crimes que sejam verificados.

As drogas hoje já seguem procedimento para sua destruição, nos termos da legislação vigente.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO

Contato (69) 3216-6242

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana