conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga desvios de recursos públicos destinados ao combate da Covid-19 no Piauí

Publicado


 

Teresina/PI: A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (12/01) a fase ostensiva da investigação denominada Operação Campanile, dando cumprimento a 18 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Teresina/PI, Joca Marques/PI, Parnaíba/PI, Pelotas/RS e São Paulo/SP expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Cerca de 100 policiais federais e 7 auditores da Controladoria-Geral da União participaram da Operação.

 

Desde a decretação do estado de calamidade em razão pandemia causada pelo Covid-19, foram firmados, mediante dispensa de licitação, diversos contratos entre a SESAPI e três  empresas fornecedoras de equipamentos hospitalares, medicamentos, insumos e estruturas modulares para instalação de hospitais temporários, custeados notadamente com recursos do Fundo Nacional de Saúde e Ministério da Saúde, que totalizam, em valores já pagos pelo Estado, R$ 33,7 milhões.

 

Durante a investigação constatou-se que se tornou praxe, justificada pela situação de emergência de saúde internacional, a adoção da contratação por dispensa de licitação. Ocorre que os contratos investigados demonstram a formalização de processos administrativos em desacordo com a legislação específica, notadamente no que se refere à publicidade, acarreando contratos suspeitos com empresas que não possuem condições técnicas de atender ao objeto contratado na quantidade, especificações ou no prazo especificado ou reconhecidas como fornecedoras de produtos com preços majorados, implicando em gastos excessivos pela SESAPI.

As ordens judiciais cumpridas hoje denotam a prática de crimes de fraude à licitação por ajuste que inviabiliza o caráter competitivo e por elevação arbitrária dos preços, falsidade ideológica e organização criminosa e têm o intuito de aprofundar as investigações acerca de irregularidade nos processos de dispensa de licitação bem como de execução dos contratos.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Piauí

Contato:

(86)2106-4937/99451-8529                           

E-mail: [email protected]

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

´PF apreende 25 mil micropontos da droga sintética NBOH em Varginha/MG

Publicado


Varginha/MG – A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 15/01, em flagrante, um homem por tráfico interestadual de drogas em Varginha/MG.

Durante diligências para combate ao tráfico de drogas, policiais federais abordaram o suspeito na agência central dos Correios da cidade. Com ele, foram encontrados, dentro de encomenda que acabara de receber, cerca de 25 mil micropontos da droga sintética NBOH, similares a selos de LSD. Trata-se de uma das maiores apreensões de drogas sintéticas feitas pela PF em Minas Gerais. 

O indivíduo também estava realizando a postagem de outros micropontos vendidos no varejo. O investigado revendia o material para todo o Brasil, tendo sido confirmadas postagens para mais de 15 diferentes estados. A investigação contou com o apoio da Coordenação de Segurança Empresarial dos Correios em Minas Gerais.

O NBOH é uma droga importada e tem alto poder alucinógeno, tendo sido incluída pela ANVISA na lista de substâncias proibidas em 2018. Este foi o primeiro registro de apreensão da substância no sul de Minas Gerais. A grande quantidade apreendida tem alto valor de comercialização.

O investigado é estudante de direito e teve apreendidos também sua motocicleta e outros materiais de interesse da investigação, que prossegue em sigilo. Se condenado, ele poderá cumprir até 25 anos de reclusão.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

Comunicação Social
Delegacia Regional de Polícia Federal em Varginha/MG
[email protected] | www.pf.gov.br
(35) 3229-4101

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal realiza extradição de cidadão paraguaio, com destino à cidade de Buenos Aires/Argentina

Publicado


São Paulo/SP – Na data de hoje (15/01/2021), a Polícia Federal, em atuação conjunta com autoridades consulares argentinas, realizou a extradição passiva de cidadão paraguaio, com destino à cidade de Buenos Aires, na Argentina.

O homem estava incluído na lista de Difusão Vermelha da Interpol e é acusado pelo cometimento do crime de tráfico internacional de drogas em território argentino. O processo contra o extraditando encontra-se sob julgamento no Tribunal Criminal Federal em Formosa/Argentina.

Comunicação Social da SR/SP

[email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana