conecte-se conosco


Polícia Federal

PF faz duas apreensões de cédulas falsas na região de Jales/SP

Publicado


Jales/SP – A Polícia Federal realizou duas apreensões de cédulas falsas nas cidades de Santa Fé do Sul e Jales/SP, em menos de 24 horas. Três pessoas foram presas em flagrante delito. Com os presos, a PF apreendeu quarenta cédulas falsas de R$ 100 reais cada.

 

Após receber informações sobre a comercialização e entrega via postal de cédulas falsas, a PF empreendeu diligências na região de Jales/SP, objetivando identificar e prender os envolvidos. O resultado das diligências foi positivo, e duas apreensões de cédulas falsas foram realizadas pela PF.

 

Na quinta-feira, (07/01), um casal, morador de Santa Fé do Sul/SP, foi preso na posse de R$ 3 mil em cédulas falsas de R$ 100 reais, que foram recebidas através de encomenda postal.

 

Na tarde desta sexta-feira (08/01), a PF conseguiu surpreender e prender em flagrante delito, no centro da cidade de Jales/SP, um empresário. A prisão ocorreu logo após ele retirar uma encomenda contendo mil reais em cédulas falsas de R$ 100 reais. O preso confessou o crime e disse que adquiriu as mesmas por meio de contatos mantidos pela internet e através de aplicativos de mensagens.

 

A Polícia Federal continuará com as investigações, objetivando identificar outros criminosos que comercializam cédulas falsas bem como os responsáveis pela confecção das notas.

Os presos foram indiciados pelo crime de cédula falsa, tipificado no artigo 289, parágrafo primeiro, do Código Penal Brasileiro e, caso sejam condenados por este crime, estarão sujeitos à pena de até 13 anos de reclusão.

Os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Santa Fé do Sul/SP, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal de Jales/SP.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Jales/SP

Contato: (17) 3356-1200

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

´PF apreende 25 mil micropontos da droga sintética NBOH em Varginha/MG

Publicado


Varginha/MG – A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 15/01, em flagrante, um homem por tráfico interestadual de drogas em Varginha/MG.

Durante diligências para combate ao tráfico de drogas, policiais federais abordaram o suspeito na agência central dos Correios da cidade. Com ele, foram encontrados, dentro de encomenda que acabara de receber, cerca de 25 mil micropontos da droga sintética NBOH, similares a selos de LSD. Trata-se de uma das maiores apreensões de drogas sintéticas feitas pela PF em Minas Gerais. 

O indivíduo também estava realizando a postagem de outros micropontos vendidos no varejo. O investigado revendia o material para todo o Brasil, tendo sido confirmadas postagens para mais de 15 diferentes estados. A investigação contou com o apoio da Coordenação de Segurança Empresarial dos Correios em Minas Gerais.

O NBOH é uma droga importada e tem alto poder alucinógeno, tendo sido incluída pela ANVISA na lista de substâncias proibidas em 2018. Este foi o primeiro registro de apreensão da substância no sul de Minas Gerais. A grande quantidade apreendida tem alto valor de comercialização.

O investigado é estudante de direito e teve apreendidos também sua motocicleta e outros materiais de interesse da investigação, que prossegue em sigilo. Se condenado, ele poderá cumprir até 25 anos de reclusão.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

Comunicação Social
Delegacia Regional de Polícia Federal em Varginha/MG
[email protected] | www.pf.gov.br
(35) 3229-4101

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal realiza extradição de cidadão paraguaio, com destino à cidade de Buenos Aires/Argentina

Publicado


São Paulo/SP – Na data de hoje (15/01/2021), a Polícia Federal, em atuação conjunta com autoridades consulares argentinas, realizou a extradição passiva de cidadão paraguaio, com destino à cidade de Buenos Aires, na Argentina.

O homem estava incluído na lista de Difusão Vermelha da Interpol e é acusado pelo cometimento do crime de tráfico internacional de drogas em território argentino. O processo contra o extraditando encontra-se sob julgamento no Tribunal Criminal Federal em Formosa/Argentina.

Comunicação Social da SR/SP

[email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana