conecte-se conosco


Polícia Federal

PF erradica 85 mil pés de maconha no MA

Publicado


São Luís/MA – A Polícia Federal deflagrou, no período de 18 a 23 de outubro de 2021, na região Oeste do estado do MA, a quinta fase da Operação Fusarium, que consiste em uma série de ações policiais que visam erradicar plantações de Cannabis Sativa, erva popularmente conhecida como Maconha. Tais ações já ocorreram nos estados de Pernambuco e Bahia, bem como em território paraguaio.

No Estado do Maranhão, a Polícia Federal erradicou cerca de 85 mil pés, 500 mudas e 1 quilo de sementes de cannabis sativa nas terras indígenas de Alto Turiaçu, Alto Rio Guamá e em Terras da União, nas proximidades dos municípios de Centro do Guilherme – MA e Centro novo- MA. Ademais, encontrou-se, in loco, 10 kg de maconha prontos para o tráfico. Todas as substâncias entorpecentes encontradas perfazem cerca de 28 toneladas.

No bojo da operação policial, foi realizada a prisão em flagrante de uma pessoa que foi encontrada em uma das plantações portando droga e uma espingarda calibre .22. O conduzido foi autuado por tráfico de drogas, com pena que pode chegar a 15 anos de reclusão.

A operação tem o escopo de reduzir a produção e oferta de maconha no estado do Maranhão, de desarticular a comercialização de drogas na região, identificar os envolvidos, individualizar condutas ilegais e descapitalizar o grupo criminoso.

Para deflagração da Operação, a Policia Federal empregou cerca de 42 servidores, bem como, contou com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Maranhão

Telefones: (98) 31315105

(98) 991286428

*** A operação foi denominada FUSARIUM em alusão a fusariose: doença infecciosa causada por um fungo oportunista, o Fusarium spp., que pode ser encontrado no ambiente, principalmente em plantações.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF deflagra Operação OVERLOAD contra o tráfico internacional de drogas

Publicado


Campo Grande/MS – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 2/12, a Operação OVERLOAD, de combate ao tráfico internacional de drogas. Estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em Corumbá/MS. Também foi determinado o sequestro de veículos e valores existentes em nome dos alvos da operação.

As investigações tiveram início com o acompanhamento de grupo de pessoas responsável pela inserção de cocaína no Brasil a partir da cidade de Corumbá/MS.

De acordo com o apurado, num primeiro momento, após receber a droga de fornecedores estrangeiros, o grupo se utilizava das inúmeras estradas vicinais da região do Pantanal para levá-la até a região norte do Mato Grosso do Sul, onde era armazenada em imóveis alugados para tal fim. Posteriormente, o grupo recrutava caminhoneiros que transportavam cargas lícitas aos grandes centros urbanos do país e escondia a droga na estrutura dos caminhões, como forma de fugir de eventual fiscalização.

Durante poucos meses de investigação, foram realizadas quatro apreensões de droga nos Estados de São Paulo e no Mato Grosso do Sul, com a prisão em flagrante de sete indivíduos e a apreensão total de cerca de 830 kg de cocaína.

O nome da operação OVERLOAD (sobrecarga) remete ao transporte da droga de forma dissimulada sob cargas lícitas em caminhões de grande porte.

Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul

[email protected] | www.pf.gov.br

Continue lendo

Polícia Federal

Operação Kharon investiga promoção de migração ilegal no Acre

Publicado


Epitaciolândia/AC – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (2/12) a OPERAÇÃO KHARON, que investiga a promoção de migração ilegal. Foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal nos municípios de Assis Brasil e Brasileia.

A investigação teve início com a prisão em flagrante de sujeito que fazia ofertas de promoção de migração ilegal a migrantes que desejavam ingressar no Peru pela fronteira terrestre Assis Brasil/Iñapari.

Com a promessa de atravessa-los pelo rio para o Peru, o flagranteado cobrava em dólares por cada integrante que compunha o grupo de migrantes.

Instaurado o inquérito, as providências de polícia judiciária apontam para a existência de uma possível associação criminosa para promoção de migração ilegal na região da tríplice fronteira Brasil – Peru – Bolívia.

O nome da operação faz referência a Caronte, barqueiro de Hades, na mitologia grega, que fazia a travessia sobre as águas do rio Estige e Aqueronte.

Comunicação Social da Polícia Federal no Acre

Fone: (68) 3212-1200 / 3212-1211/ 3212-1213
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana