conecte-se conosco


Polícia Federal

PF e Receita apreendem 9 kg de cocaína ocultos nas estruturas de malas de viagem

Publicado


Guarulhos/SP – A PF, em ação conjunta com a Receita Federal, apreendeu entre os dias 21 e 22/2, no Aeroporto Internacional de São Paulo, mais de 9 kg de cocaína com passageiros de voos internacionais.

Servidores da Receita Federal da equipe do K9, que atuavam na fiscalização de bagagens despachadas, na madrugada do domingo (21), perceberam a indicação do cão farejador para uma mala que iria para a Etiópia. A mala suspeita foi submetida ao aparelho de raio-x, sendo possível verificar substância orgânica em suas estruturas. O passageiro foi localizado pelos servidores no portão de embarque e conduzido para uma sala reservada, onde fez o reconhecimento de sua bagagem. Na presença do passageiro e testemunhas, a mala foi aberta e os servidores encontraram um pó com odor característico da droga cocaína. O suspeito, um nigeriano de 43 anos, que havia solicitado refúgio no país, foi levado à sede policial e preso após os exames periciais confirmarem que os quase 3 kg da substância encontrada era cocaína.

Na manhã de hoje, policiais federais abordaram um passageiro para entrevista e revista das bagagens. O homem, nacional da Venezuela, que embarcaria para Doha, no Catar, foi preso ao serem encontrados mais de 6 kg de cocaína, distribuídos em dois volumes, ocultos em um fundo falso de sua mala.

Os presos serão apresentados à Justiça Federal, onde responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal desarticula facção criminosa estabelecida na região da Serra Gaúcha

Publicado


Caxias do Sul/RS – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (3/3) a segunda fase da Operação Teiniaguá, em continuidade às ações operacionais direcionadas contra facção criminosa atuante no narcotráfico estabelecida na região da Serra Gaúcha, que opera dentro e fora do sistema prisional.

Policiais federais cumprem dois mandados de prisão preventiva de membros da organização criminosa e executam o bloqueio de mais de 20 contas bancárias pertencentes a pessoas físicas e jurídicas, utilizadas para movimentar o lucro proveniente do tráfico de drogas.

A primeira fase da Operação Teiniaguá, deflagrada em dezembro de 2020, apurou que o grupo investigado foi responsável por internalizar em solo brasileiro mais de uma tonelada e meia de cocaína em um período de aproximadamente seis meses. A ação policial culminou com a prisão de 22 criminosos, além do sequestro de mais de R$ 2,3 milhões em bens móveis, imóveis e ativos financeiros de origem ilícita.

Durante o mês de fevereiro, a Justiça gaúcha deferiu pedido formulado pela Polícia Federal e determinou a transferência de quatro indivíduos que integram a organização criminosa para outras unidades prisionais do Estado. A ação visou a desarticulação do grupo por meio do isolamento de suas lideranças.

Os investigados nesta segunda fase responderão pela prática dos crimes de tráfico internacional de drogas, organização criminosa, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, com penas previstas que podem chegar a mais de 40 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Caxias do Sul

Fone: (54) 3213-9000/(54)9236-

www.pf.gov.br

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal cumpre mais um mandado de prisão preventiva referente à Operação Enterprise

Publicado


Curitiba/PR – A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira (3/2) um mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão contra uma pessoa envolvida com a organização criminosa investigada pela Operação Enterprise.

O suspeito foi preso na sua residência em Paranaguá/PR. Além da prisão, foram apreendidos um veículo e uma motocicleta. 

A Operação Enterprise foi uma ação conjunta entre a Polícia Federal e a Receita Federal, deflagrada em novembro de 2020. Foi a maior operação do ano no combate à lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e a maior da história na apreensão de cocaína nos portos brasileiros.

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

Contato: (41) 3251-7813

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana