conecte-se conosco


Polícia Federal

PF desarticula organização criminosa de grilagem de terra na fronteira do MT com a Bolívia

Publicado

Cárceres/MT – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (6/11) a Operação Aguapey, visando desarticular uma organização criminosa que atuava na grilagem de propriedades rurais por meio de violência e grave ameaça na fronteira do Estado do Mato Grosso com a Bolívia.

Mais de 100 policiais federais estão cumprido 43 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e busca e apreensão nas cidades de Cáceres, Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Porto Esperidião e Pontes e Lacerda expedidos pela Justiça Estadual da Comarca de Porto Esperidião/MT. 

Constatou-se que o grupo criminosos também é investigado pela prática dos crimes de homicídios (consumados e tentados), ameaças, tortura, receptação de veículos roubados, além de diversos delitos ambientais. Quando um imóvel rural se tornava o objetivo dos criminosos, os proprietários e funcionários passavam a sofrer ações violentas que continuavam sendo praticadas até a expulsão dos proprietários e obtenção da posse dos imóveis rurais. 

Em um dos casos investigados, uma proprietária que estava resistindo às ameaças teve sua casa destruída com um trator esteira. Após esse fato, em razão da permanência da proprietária mesmo após a destruição da sede da propriedade, seus familiares foram alvejados por arma de fogo enquanto transitavam dentro da fazenda.

Leia Também:  Polícia Federal desativa quatro madeireiras ilegais na região de São Félix do Xingu/PA

Foi identificado ainda que uma parte dos integrantes da ORCRIM almejava criar um local (lote grilado) para recebimento e distribuição de entorpecentes oriundos da Bolívia por meio de mulas, assim como esconder veículos roubados no Brasil antes de serem remetidos ao exterior.

O nome da Operação faz referência ao local onde se concentrava a ação da organização criminosa, às margens do Rio Aguapey.

 

Contato: (65) 99284-8987
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal
publicidade
1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Aparecido Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Aparecido
Visitante
Aparecido

Parabéns aos policiais federais e estaduais quê está trabalhando pra limpar o Brasil

Polícia Federal

Força-tarefa encontra venezuelanos em trabalho irregular na Bahia

Publicado

Salvador/BA- A Polícia Federal, em ação conjunta com a Força-tarefa da Comissão de Erradicação do Trabalho Escravo na Bahia (COETRAE-BA), realizou uma operação de investigação de trabalho análogo ao de escravo na região de Santo Antônio de Jesus e identificou sete trabalhadores contratados de forma irregular. A fiscalização foi feita a partir de uma denúncia e ocorreu na última segunda-feira (11). 

Participaram da operação órgãos que compõem a COETRAE-BA, entre eles, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDJDS), a Superintendência Regional do Trabalho (SRT-BA), o Ministério Público do Trabalho (MPT-BA), a Polícia Federal (PF) e a Defensoria Pública da União (DPU).

A situação encontrada no local não foi de trabalho análogo ao de escravo, como denunciado. No entanto, os trabalhadores encontrados, dentre os quais havia dois venezuelanos, estavam sem registros em carteira de trabalho e, consequentemente, sem recolhimento de INSS e FGTS.

A Força-tarefa inspecionou as condições de trabalho no canteiro de obra de uma empresa de construção civil e no galpão de armazenamento dos equipamentos de trabalho, este último utilizado como alojamento por um dos trabalhadores venezuelanos.

Leia Também:  Polícia Federal desativa quatro madeireiras ilegais na região de São Félix do Xingu/PA

Durante a fiscalização, foi identificada a ausência de equipamento de proteção individual (fardamento, proteção solar ou touca árabe), além da falta de banheiro para o uso dos trabalhadores.

De acordo com o proprietário da empresa, as obras começaram há cerca de três meses, mesmo tempo de chegada dos venezuelanos ao Brasil.

Foi firmado TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o empregador, no qual houve reconhecimento da necessidade de cumprimento de obrigações trabalhistas, como a contratação legal retroativa dos trabalhadores, pagamento de verbas rescisórias para os demitidos, cumprimento do aviso prévio, além do pagamento das multas dos autos de infração lavrados.

 

Comunicação Social da Polícia Federal na Bahia
[email protected]
Contato: (71) 3319-6003 / 98732-0787

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Polícia Federal

PF prende condenado por tráfico internacional de drogas

Publicado

Campinas/SP – A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (14/11), em Paulínia/SP, um foragido condenado em dois estados por trafico internacional de drogas.

Contra ele havia três mandados de prisão:

1 – mandado de recaptura de MS, para pena de 9 anos e 4 meses em regime fechado;

2 – mandado de MG, para pena de 6 anos de prisão;

3 – mandado de prisão preventiva de MG, também por trafico de drogas.

O preso usava documento falso em nome de terceiro, expedido por Minas Gerais.

Conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Campinas, será levado ao sistema penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Campinas

Contato: (19) 3345-2260

Fonte: Polícia Federal
Leia Também:  PF apreende droga em embalagens de café no Aeroporto de Guarulhos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana