conecte-se conosco


Polícia Federal

PF deflagra operações Falsum Identitatis e Patronos no Rio de Janeiro

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – Nesta quarta-feira, 1º/12, a Polícia Federal deflagrou duas operações simultâneas, com o objetivo de desarticular quadrilha especializadas em fraudes previdenciárias.

Nas ações de hoje, aproximadamente 40 policiais federais participam das duas operações em que são cumpridos, ao todo, 12 mandados judiciais, expedidos pela 1ª e 4ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

No âmbito da operação Falsum Identitatis, os policiais federais cumprem quatro mandados de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão, no Rio de Janeiro, em residências de pessoas investigadas pela prática de fraudes contra o Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS.

Durante as investigações, foi apurado que a quadrilha é especializada na falsificação de documentos de identidade e que atualmente existem dezenas de benefícios ativos sendo sacados mensalmente, obtidos com o uso de documentos falsos.

Concomitantemente, os policiais cumprem ainda outros quatro mandados de busca e apreensão, no âmbito da Operação Patronos, também relacionada a fraudes contra o INSS, no Rio de Janeiro, Nova Iguaçu e Belford Roxo.

A Operação Patronos investiga a possível participação de advogados e despachantes num esquema de obtenção de pensões fraudulentas junto ao INSS, mediante a falsificação de documentos que simulam um vínculo conjugal inexistente entre pessoas falecidas e os criminosos beneficiados pelas fraudes.

Nas investigações das duas operações deflagradas hoje, a Polícia Federal contou com o apoio do NUINT/RJ – Núcleo Estadual da Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista no Estado do Rio de Janeiro, órgão pertencente à estrutura do Ministério do Trabalho e Previdência.

Estima-se um prejuízo de cerca de R$ 20 milhões, caso os benefícios fraudulentos não fossem descobertos.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal prende comprador de cédulas falsas em Navegantes/SC

Publicado


Navegantes/SC – A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira (21/01) um morador do bairro Gravatá, em Navegantes, que adquiriu cédulas falsas de real e as recebeu via Correios.

Trabalho de triagem realizado pelos Correios e pela Polícia Federal identificou que a encomenda, postada em outro Estado, conteria cédulas possivelmente falsas de real. Diante desses fatos, uma equipe de policiais federais aguardou que o adquirente recebesse sua encomenda e realizou a abordagem.

No objeto postal havia 26 cédulas falsas no valor de R$ 20 e 10 cédulas falsas no valor de R$ 50. Preso em flagrante, o comprador confessou os fatos delituosos, afirmando que comprou as notas de uma pessoa que conheceu pela internet.

Delegacia de Polícia Federal em Itajaí
[email protected] | www.pf.gov.br
47-3249-6796

Continue lendo

Polícia Federal

PF cumpre mandados em endereços ligados a homem assassinado no Recreio

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal, em operação conjunta com o Gaeco/MP/RJ, cumpriu nesta sexta-feira (21/01) quatro mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a um homem assassinado, na madrugada de ontem (20/01), na saída de uma casa noturna no Recreio, zona oeste do Rio.

Na ação, os policiais federais apreenderam quatro veículos de luxo, avaliados em aproximadamente R$ 1 milhão, além de documentos relacionados às suas empreitadas criminosas e dinheiro. Além disso, foi determinado bloqueio de todas as contas a ele vinculadas.

Os mandados foram cumpridos em três endereços no Recreio dos Bandeirantes, sendo uma residência, em condomínio de luxo, e outros dois, em prédios comerciais. Além de um galpão, em Olaria, zona norte do Rio.

Durante o cumprimento do mandado em residência localizada no bairro Recreio dos Bandeirantes, um homem de 63 anos foi preso, em flagrante, na posse irregular de três armas de fogo.

O assassinado era investigado por organização criminosa, lavagem de capitais, crime contra a economia popular e porte ilegal de arma de fogo.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
[email protected] | www.gov.br/pf
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana