conecte-se conosco


Polícia Federal

PF deflagra Operação Sindicus para desarticular esquema de criação de sindicatos de fachada no Amapá

Publicado

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (28/5) a Operação Sindicus*, para desarticular organização criminosa que se valia de sindicatos de fachada para obtenção de vantagens, no estado do Amapá.

Na ação, resultante de trabalho desenvolvido em parceria com o Ministério Público Federal, policiais federais dão cumprimento a sete mandados de prisão e cinco mandados de busca e apreensão, nas cidades de Macapá/AP e Brasília/DF.

De acordo com a investigação, o esquema criminoso consistia na criação de sindicatos irregulares com o intuito de eleger um dos integrantes da organização para o cargo de presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP), visando, desta forma, a administração do patrimônio da federação e a apropriação das contribuições sindicais pagas pelos seus filiados.

A investigação criminal constatou que os autores, mesmo após terem sido denunciados pela prática dos crimes de peculato, falsidade ideológica e organização criminosa, continuaram a empreender esforços para manutenção do esquema criminoso.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de falsidade ideológica, peculato e organização criminosa.

Leia Também:  PF combate fraudes a benefício social em Minas Gerais

 

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF prende foragido colombiano

Publicado

Belo Horizonte/MG – Nesta terça-feira (28/1), a Polícia Federal prendeu um fugitivo internacional, de nacionalidade colombiana, em cumprimento a mandado judicial de prisão, para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal. O estrangeiro vinha se escondendo em Belo Horizonte e tinha contra si difusão vermelha da Interpol.

O preso, de 57 anos, integrava a lista de procurados internacionais da Interpol e estava foragido desde 1994, tendo sido posteriormente condenado na Colômbia a uma pena de 27 anos pelos crimes de estupro e homicídio de uma jovem numa cidade colombiana. O suspeito fugiu para o Brasil e, já em 1995, adquiriu documentos falsos, conforme comprovado em Laudo Pericial Papiloscópico da Polícia federal. Em Belo Horizonte, o fugitivo constituiu família e teve filhos brasileiros. Há indícios de que, durante todo esse tempo, o preso teria continuado a praticar crimes, usando sua identidade falsa, razão pela qual responde a inquérito policial na Superintendência de Polícia Federal em Minas Gerais.

Ao ser abordado por policiais federais, para cumprimento do mandando judicial de prisão, o homem apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Se for condenado no Brasil por esse crime, ele poderá cumprir até cinco anos de reclusão.

Leia Também:  PF prende dupla venezuelana com cápsulas de cocaína no estômago

Após exames de corpo e delito, o preso foi conduzido para a penitenciária Nelson Hungria, onde aguardará sua extradição para cumprimento da pena na Colômbia.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Polícia Federal

PF combate o tráfico internacional de drogas no Aeroporto de Confins

Publicado

Belo Horizonte/MG – No sábado (25/1), a Polícia Federal prendeu em flagrante um homem por tráfico internacional de drogas.

A ação ocorreu quando ele desembarcava no Aeroporto Internacional de Confins/MG de voo oriundo de Goiânia/GO e com destino à cidade portuguesa de Lisboa. O suspeito carregava cerca de 2 kg de cloridrato de cocaína dissimulados em um fundo falso de sua mala, que havia sido despachada. A posse das drogas foi descoberta durante fiscalização sobre o tráfico de drogas, quando a mala passava pelo aparelho de raios X. O homem, de 44 anos, é natural de Cocalinho/MT e trabalha como pedreiro.

O preso foi encaminhado à Penitenciária Nelson Hungria, na Capital, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal. Se for condenado, poderá cumprir até 15 anos de reclusão.

Nos últimos anos, a Polícia Federal tem intensificado os trabalhos de fiscalizações dos voos internacionais e domésticos no Aeroporto de Confins, o que tem propiciado o aumento de apreensões de drogas no aeródromo. Esta já é a segunda prisão realizada em 2020.

Leia Também:  PF prende dupla venezuelana com cápsulas de cocaína no estômago

Qualquer pessoa pode colaborar com a Polícia Federal, prestando informações que ajudem no combate aos crimes, sendo sempre mantido o sigilo da fonte.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana