conecte-se conosco


Polícia Federal

PF deflagra a 2ª fase da Operação Purificação

Publicado

Dourados/MS – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (6/11) a segunda fase da Operação Purificação, em trabalho conjunto com a Controladoria Geral da União, o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual. A investigação busca apurar desvios de verbas públicas federais na área da saúde, mais especificamente na contratação de serviços de transporte para Secretaria Municipal de Saúde e de serviços de informática para a Fundação de Serviços de Saúde de Dourados/MS – FUNSAUD. Com base na análise dos contratos públicos firmados, constatou-se o desvio de recursos em montante que ultrapassa de R$ 2 milhões.

Estão sendo cumpridos dois mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Dourados/MS, no próprio município de Dourados/MS e em Presidente Epitáfio/SP. 

A investigação teve início em setembro de 2018, sendo que no seu curso restaram demonstrados indícios de que uma empresa, que fornecia refeições via contrato público por meio de dispensa de licitação para a Secretaria Municipal de Saúde, seria de propriedade de um ex-secretário de saúde e de outro servidor público municipal.

Também estão sendo investigadas fraudes em certame licitatório, sendo descobertos indícios de direcionamento para contratação de determinada empresa para o serviço de transporte da Secretaria Municipal de Saúde. Outro vértice da investigação trata do direcionamento, em razão de dispensa de licitação, para contratação de empresa de informática para realização de serviços na FUNSAUD de Dourados/MS.

Os dados constantes da investigação apontam até o momento para indícios de desvios de verba pública, prática de crimes tipificados na Lei de Licitações e na Lei de Organização Criminosa.

O nome desta fase da operação faz referência ao trabalho conjunto das diferentes instituições, as quais estão atentas ao desvio de verbas públicas, visando ao bem estar da sociedade.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h, na Delegacia de Polícia Federal em Dourados/MS.

 

Contato: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

Ministro da Justiça e Segurança Pública visita a sede da PF na Paraíba

Publicado

João Pessoa/PB – A Superintendência Regional da Polícia Federal na Paraíba recebeu, na manhã de hoje, 17/02, a visita institucional do Ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

Na comitiva do ministro estavam o Diretor-Geral da Polícia Federal – Maurício Leite Valeixo, o Diretor de Combate ao Crime Organizado – Igor Romário de Paula, o Diretor Técnico Científico – Fábio Augusto da Silva Salvador e o Chefe de Gabinete – Umberto Ramos Rodrigues.

O Ministro e o Diretor-Geral foram recepcionados pelo Superintendente Regional André Viana Andrade, que os levou para conhecer as instalações da nova sede da Polícia Federal na Paraíba.

Ainda pela manhã, foi realizada uma entrevista coletiva, onde o Ministro e o Diretor-Geral reforçaram o apoio aos trabalhos que estão sendo realizados pela Polícia Federal na Paraíba.

Comunicação Social da PF na Paraíba

 

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Polícia Federal

Nota à Imprensa

Publicado

Brasília/DF – A Polícia Federal esclarece, em relação a matéria intitulada “PF avisa STF que ministros podem ser alvo de ataque terrorista”, publicada na data de hoje, no sítio eletrônico do Jornal Folha de S.Paulo, o que segue:

Nas últimas semanas, monitoramentos de rotina, realizados pela PF, encontraram trocas de mensagens, via DeepWeb, com ofensas e ameaças a autoridades da República (Ministros do Supremo Tribunal Federal).

Tais ameaças eram genéricas e não traziam indícios de qualquer planejamento elaborado de possível atentado.

Todavia, cumprindo seu papel institucional e de forma preventiva, a PF informou ao Ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do Inquérito n.º 4781, sobre a existência de tais mensagens.

As investigações, a cargo da PF, seguem em sigilo e tramitam com o objetivo de identificar os responsáveis pela difusão de tais mensagens.

Comunicação Social da PF

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana