conecte-se conosco


Polícia Federal

PF cumpre novo mandado de prisão contra suspeito usando prova de DNA

Publicado


Curitiba/PR- A Polícia Federal cumpriu, nesta sexta-feira (20/11), com apoio do DEPEN/PR, novo mandado de prisão preventiva contra indivíduo suspeito de participar de roubo contra veículo de SEDEX dos Correios, desta vez em 19/9/2017, nos bairros Xaxim e Sítio Cercado.

O crime ocorreu de forma violenta. O suspeito agiu no momento de entrega de objeto postal na residência de cliente dos correios, usando arma de fogo para ameaçar as vítimas.

Com relação ao suspeito preso, este é o terceiro mandado de prisão preventiva cumprido contra ele em dois anos, por quatro roubos a veículos Sedex dos Correios nos bairros Sítio Cercado (3 vezes) e Xaxim (1 vez), em 19/9/2017, 24/11/2017 e 17/9/2019.

Em dois mandados, os pedidos da autoridade policial foram fundamentados em provas de DNA, que foram coletados pela perícia criminal federal no local do crime.

O mandado judicial foi expedido pela 14ª Vara da Justiça Federal de Curitiba/PR.

O preso será indiciado pelo crime de roubo qualificado, cuja pena pode ultrapassar 15 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

[email protected]

Contato: 41-3251-7813

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF apreende mais de 300 kg de cocaína no porto do Pecém

Publicado


Fortaleza/CE – A Polícia Federal apreendeu nesta segunda-feira, 23/11, mais de 300 kg de cocaína no casco de uma embarcação no porto do Pecém, município de São Gonçalo do Amarante/CE, na Grande Fortaleza.

Após denúncia anônima, policiais federais realizaram diligências e localizaram a droga acondicionada em diversos tabletes. A ação policial contou com trabalho da Receita Federal, dos Bombeiros e do Complexo do Pecém, em atuação colaborativa com as autoridades e órgãos competentes para a investigação.

Até o momento ninguém foi preso. A PF segue investigando para a identificação do traficante, da origem e do destino da droga.

Em 12 de setembro, três pessoas foram presas pela PF com mais de 340 kg de cocaína , apreendida dentro de um veículo, também no complexo do Pecém.

Além das ações de polícia judiciária, a PF está reforçando as demandas de incremento na segurança do porto por meio da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos-CE).

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85)9.8970-0624

Continue lendo

Polícia Federal

PF combate extração de minério ilegal e trabalho escravo no sudeste do Pará

Publicado


 

 

Belém/PA – A Polícia Federal deflagrou, na sexta-feira (20/11), a Operação Napuru, com o objetivo de combater a extração de minério ilegal e trabalho escravo no sudeste do Pará.

Participaram da deflagração 42 policiais federais, para dar cumprimento a nove mandados de busca e apreensão, que foram expedidos pela Subseção Judiciária da Justiça Federal em Redenção/PA. O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) também acompanharam as ações.

Durante a ação, duas pessoas foram presas em flagrante, sete áreas de garimpos clandestinos foram desativadas, além da apreensão de mais de R$ 97 mil em espécie, dois quilogramas de ouro, avaliadas em aproximadamente R$ 600 mil, 11 retroescavadeiras (máquinas de alto valor agregado), um caminhão caçamba, bombas de água e apetrechos de garimpo. Os maquinários apreendidos foram removidos das áreas de garimpo e transportados para depósitos designados pela Polícia Federal.

Aproximadamente 40 trabalhadores, que viviam no garimpo em regime análogo à escravidão, foram resgatados.

O êxito da operação só foi possível porque a Polícia Federal passou a contar, desde o início de setembro desse ano, com ferramenta incorporada pelo Programa Brasil M.A.I.S, que fornece imagens de satélites de alta resolução das áreas afetadas pela atividade ilegal. O dano ambiental ainda será quantificado pela perícia da PF.

Os crimes investigados são de usurpação de bens da União, crimes ambientais, redução à condição análoga de escravo e lavagem de dinheiro, com penas que podem alcançar 26 (vinte e seis) anos de reclusão e multas.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

Telefone: (91) 3214-8029 / 984222396
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana