conecte-se conosco


Nacional

PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde

Publicado


source
PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde
Reprodução

PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira contra a  Precisa Medicamentos, o empresário Francisco Maximiano e alvos relacionados para aprofundar as investigações sobre suspeitas de irregularidades na venda da  vacina indiana Covaxin ao Ministério da Saúde, durante a pandemia da Covid-19.

A operação foi autorizada pela Justiça Federal do Distrito Federal. Esse inquérito foi aberto pela PF em Brasília após a  CPI da Covid ter revelado a existência de condições suspeitas no contrato da vacina Covaxin, a mais cara comprada pelo Ministério da Saúde. Um servidor do Ministério da Saúde, Luís Miranda, disse ter sido pressionado por seus superiores a assinar um documento que previa o pagamento antecipado da vacina, o que não estava estipulado no contrato.

É a quarta ação policial contra o grupo de Maximiano. Outras ações foram deflagradas em setembro para apurar outras linhas de investigação envolvendo as empresas dele.

As provas obtidas nesta ação podem servir para fundamentar outro inquérito da PF sobre a Covaxin, que apura se o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de prevaricação ao não pedir investigações sobre irregularidades no negócio. A PF também já pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a quebra do sigilo telemático dos e-mails da Precisa Medicamentos.

Leia Também

A investigação encontrou dificuldades para obter cópia do contrato e dos documentos envolvendo o negócio da Covaxin com o Ministério da Saúde, porque a pasta decretou sigilo no material. Com isso, um dos caminhos encontrados para obter novas provas foi a solicitação de busca e apreensão.

Leia Também

O imunizante custou R$ 80,70 por dose na venda ao Ministério da Saúde, quatro vezes o valor unitário da AstraZeneca. O contrato previa pagamento de R$ 1,6 bilhão para fornecer 20 milhões de imunizantes. A vacina é produzida pela Bharat Biotech, companhia indiana.

Com o atraso para a aprovação do laboratório pela Anvisa, as 20 milhões de doses adquiridas pelo Brasil não foram enviadas. Em março, o Ministério da Saúde tentou importar três lotes da Covaxin com prazo de validade perto do fim, mas foi impedido pela Anvisa. Posteriormente após a CPI revelar as suspeitas do negócio, o ministério rescindiu o contrato.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

PF termina investigação sobre manchas de óleo que atingiram litoral brasileiro

Publicado


source
Manchas de óleo cru em praia do Rio Grande do Norte
Divulgação

Manchas de óleo cru em praia do Rio Grande do Norte

Polícia Federal informou nessa quinta-feira que concluiu as investigações acerca das manchas de óleo que apareceram no litoral brasileiro em 2019. De acordo com a PF, um navio petroleiro de bandeira grega teria sido o responsável pelo desastre ambiental, que gerou um custo de mais de R$ 188 milhões aos cofres públicos para limpeza de praias e oceano.

Divididas em três etapas, as investigações analisaram características da substância, o local onde se originou o vazamento e documentos que pudessem esclarecer informações, com os quais o Brasil contou com apoio da Interpol.

A partir dessas provas a PF chegou à conclusão que existe ”indícios suficientes de que um navio petroleiro de bandeira grega” teria sido o causador do desastre ambiental.

”Foram indiciadas pela prática dos crimes de poluição, descumprimento de obrigação ambiental e dano a unidades de conservação a respectiva empresa e seus responsáveis legais, bem como o comandante e o chefe de máquinas do navio”, informou a Polícia em nota.

A PF ainda divulgou os gastos com a limpeza de praias e oceano após o derramamento de óleo. Segundo a instituição, órgãos Federais, Estaduais e Municipais acaram mais de R$ 188 milhões para recuperação ambiental, ”estabelecendo-se assim um valor inicial e mínimo para o dano ambiental. Depois das apurações a respeito do valor total gasto, a PF deverá encaminhar o laudo as autoridades competentes.

Continue lendo

Nacional

Temporais e formação de um ciclone devem marcar os próximos dias de dezembro

Publicado


source
Chuva em São Paulo
Reprodução: Agência Brasil

Chuva em São Paulo

O último mês do ano reserva a chegada de um novo ciclone nos próximos dias. A primeira semana de dezembro deve terminar com pouca chuva nos estados de São Paulo e Rio De Janeiro, contudo, por conta da formação do ciclone, as chuvas retornam.

No mês novembro, os temporais ultrapassaram o esperado. Segundo dados da estação INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), novembro foi marcado por chuva acima da média em grande parte do centro-norte do país. Ao todo, 16 capitais no Brasil apresentaram chuva acima da média em novembro de 2021.

Previsão para o fim da semana

A expectativa para o fim de semana é de pancadas isoladas de chuva nas cidades de São Paulo que fazem divisa com Minas e Rio de Janeiro, como é o caso do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira, norte e noroeste do estado. Porém, segundo o Climatempo, a quantidade de chuva é moderada.

A tendência também é de chuva isolada no Noroeste e Região Serrana do Rio de Janeiro neste período.

Nos próximos dias, as capitais do Rio e São Paulo permanecem com o tempo quente e a presença de sol. A sensação, na maior parte do tempo, é de abafamento. Devido a uma infiltração marítima, as noites e madrugadas ficam mais úmidas e nubladas.

As temperaturas em São Paulo atingem a máxima de 30ºC e a mínima de 16ºC neste fim de semana. No Rio, os termômetros são parecidos. Máxima de 31ºC e mínima de 18ºC.

Leia Também

No domingo, a chuva volta nas duas capitais em forma isolada e moderada. Na segunda-feira, o tempo fica mais carregado e existe a chance de temporais. 


Temporais na próxima semana em SP e no RJ

A formação de um ciclone favorece o aumento de chuvas torrenciais na próxima segunda-feira (06) em ambos os estados. Além disso, a previsão ainda é de temporais por várias áreas do Sudeste.

Na segunda, São Paulo atinge a mínima é 18ºC e a máxima 27ºC. No Rio de Janeiro, a mínima será de 20ºC e a máxima de 33ºC. As chances de chuva nesse dia são de mais de 90%, segundo o Climatempo.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana